Quinta-feira, 3 de Abril de 2014

A EXISTÊNCIA DE UM REGULAMENTO TAUROMÁQUICO, SÓ POR SI, JÁ DIZ DA POBREZA MORAL DE UM GOVERNO QUE SE VERGA AO LOBBY DE UMA MINORIA INCULTA

 

Agora, quando um torcionário novo, de mentalidade muito velha, se mete a dar palpites naquilo que está prestes a afundar-se no lodo da própria ignomínia, a pobreza, além de moral, passa a ser também mental

 

 

Eis o “grande” Pedrito a torturar um boizinho inocente e indefeso, magrinho e maltratado. E é este “matador de touros” que tem o desplante de asneirar a propósito do tal “regulamento tauromáquico”, que apenas por existir, envergonha as pedras de Portugal.

 

Origem da foto: https://www.facebook.com/photo.php?fbid=622401291107965&set=pb.111355762212523.-2207520000.1396551129.&type=3&theater

 

Então o tal torturador de boizinhos, foi para a sua página do Facebook dizer este chorrilho de disparates (os sublinhados são do «Arco de Almedina»):

 

«Boa tarde a tod@s!!

 

Gostaria de informar-lhes que recentemente foi aprovado em conselho de ministros o "novo" regulamento tauromáquico. Estou convencido que o nosso Primeiro-Ministro não sabe o erro que se cometeu ao permitir a sua aprovação. Digo que não sabe porque, esta aprovação vai em contra dos seus princípios de coerência, transparência e honestidade. O regulamento está imcompleto e com grandes falhas. Este foi aprovado á revelia e foi de grande surpresa para muitos dos deputados do partido da maioria no governo.

 

No ano passado reuni-me com alguns pesos pesados do PSD e também com quem detinha a pasta do regulamento tauromáquico. Informei-lhes dos erros gravíssimos existentes no esboço do "novo" regulamento e transmiti-lhes as possíveis alterações que no meu entender seriam muito úteis e importantes para a dignificação da tauromaquia como expressão da nossa cultura e identidade como povo. Esse mesmo diálogo mantive com a cúpula da Prótoiro e fiz-lhes ver da imperativa necessidade de pedirem à SEC a revisão e alteração do esboço do regulamento. O que não aconteceu. Neste momento está para ser promulgado pelo Presidente da Républica. Espero, e ainda vamos a tempo, que isso não aconteça.

 

Poderei contar com o vosso apoio?

 

Beijos e abraços.»

 

***

Se isto não fosse trágico, dava para rir.

 

Mas é trágico, porque temos aqui um “jovem” que já nasceu velho, a escrever (ainda por cima, em mau português - é o que faz andar nas escolas de toureio, em vez de frequentar universidades) umas tretas, se bem que apropriadas ao estilo de um matador.

 

O menino diz que está «convencido que o nosso Primeiro-Ministro não sabe o erro que se cometeu ao permitir a sua aprovação»…

 

Pois é, este é um “convencimento” de quem não faz a mínima ideia do que tem de ser permitido ou não permitido… até porque a tortura de boizinhos só é permitida em 8 países (oito tristes e pobres países) dos cerca de 195 que existem no mundo. Por isso, Portugal tem de se chegar ao que é normal e não ao que é anómalo.

 

 E o Pedrito diz ainda que «o regulamento está incompleto e com grandes falhas»…

 

Aqui acho que sim. Nesse regulamento não consta que a tauromaquia é uma pobreza moral, e que tem de ser banida urgentemente, para que o bom nome de Portugal seja reposto. Tem essa grande falha.

 

Então, Pedrito? O regulamento «foi aprovado à revelia»? Obviamente que não foi. Nada na Assembleia da República é aprovado à revelia. Ai se fosse! Caía o Carmo e a Trindade. Está muito mal informado, este Pedrito.

 

Mais adiante  este menino diz mais esta coisa incrível, que só demonstra a subserviência do PSD a um torturador e matador de boizinhos: «reuni-me com alguns pesos pesados do PSD e também com quem detinha a pasta do regulamento tauromáquico. Informei-lhes dos erros gravíssimos existentes no esboço do "novo" regulamento e transmiti-lhes as possíveis alterações que no meu entender seriam muito úteis e importantes para a dignificação da tauromaquia como expressão da nossa cultura e identidade como povo»…

 

Alterações para dignificar o quêêêê? Expressão de quêêêê?

 

Saberá o que está adizer este Pedrito que envergonha Portugal?

 

Não…

 

Senhores do PSD, que receberam este matador de bovinos, peçam a demissão, porque a vossa atitude não dignificou o cargo que ocupam. Francamente!

 

Para terminar aqui deixo, a este propósito, um comentário do médico veterinário, Dr. Vasco Reis, e que vai ao encontro daquilo que eu gostaria também de dizer:

 

«Este senhor exprimiu-se num vídeo de auto promoção, como sendo um enviado de Deus para exercer a cerimónia da lide e morte do touro.

 

Andou pelo Haiti em 2010, tendo-se agregado à AMI, Médicos Sem Fronteiras, para se perfilar como solidário e caritativo. Deve ser muito beato, pois pratica e exprime frequentemente opiniões sobre religiosidade católica. Deve ser muito bem-vindo junto dos muitos católicos, incluindo padres, aficionados e abençoadores da tauromaquia.

 

 Agora, a propósito do novo RET (Regulamento do Espectáculo Tauromáquico), sugere aos nossos governantes que sigam o exemplo de outros governantes estrangeiros. Afirma que negar a nossa cultura, a nossa identidade é negar as nossas origens e a nossa essência. Afirma que não somos nórdicos, somos mediterrâneos e por isso ser português é ser taurino.

 

Considero um desaforo, um extremo abuso, o facto de este senhor pretender adicionar os imensos portugueses conscientes, compassivos, defensores da ética, abolicionistas, aos defensores da torcionária tauromaquia.

 

Considero um aviltamento para Portugal ser considerado um país completamente taurino, quando na realidade conta entre os seus cidadãos nada mais do que uma minoria de apoiantes da aberração bárbara, embora com forte ligação a alguns financeiramente poderosos e a governantes.

 

Seriam tais afirmações deste senhor assunto para uma queixa em tribunal num país evoluído, por serem consideradas difamação de cidadãos, difamação do país e por incitamento a uma actividade de tortura de touros e cavalos e prática de isso mesmo?

 

E em Portugal

  

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 19:43

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 24 de Outubro de 2013

ENQUANTO AGUARDAMOS QUE A ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA DISCUTA (COMO É DE SEU DEVER) O PROJECTO-LEI DA ASSOCIAÇÃO ANIMAL…

 

… PARTICIPEMOS NA TERTÚLIA ABOLICIONISTA “FADO, FRANCESINHAS E TOUROS” 

 

 

(As francesinhas são vegetarianas, servidas num restaurante vegetariano)

 

Vivam Abolicionistas!

 

Pensamos que a luta abolicionista pode e deve ser variada, e terá êxito quando contribuir para a informação e a evolução das mentalidades; quando contribuir para o apoio, reforço e coesão dos activistas; quando contribuir para a demonstração pública da vontade abolicionista.

 

Assim, poderemos informar e reforçar o conhecimento de activistas e de indiferentes e até corrigir opiniões de aficionados, pois “a esperança é a última a morrer”.

 

Além disso, poderemos apresentar argumentos e demonstrar a nossa força abolicionista a deputados, governantes e autoridades, à população, à comunicação social.

 

Pensamos que devemos ser actuantes e não perder oportunidades preciosas.

 

Neste momento temos uma importante oportunidade, para contribuir para a desmistificação da ideia de que ser fadista, ou gostar do fado, implica aceitação da tauromaquia.

 

O fado é uma forma de arte e uma bela tradição, e não pode ser aviltado ao ser associado à cruel aberração tauromáquica.

 

Temos agora a extraordinária oportunidade de desfazer essa manipulação que foi feita, e de reconhecer um generoso fadista, animalista e abolicionista, e a sua bela criação musical "DANÇA DOS FRACOS", contra a exploração tauromáquica de touros e cavalos, integrada no seu magnífico CD "ETERNO".

 

Estamos profundamente gratos ao artista José Manuel Ferreira e ao seu conjunto de eminentes músicos, vindos expressamente do Algarve, e estamos muito felizes por termos connosco estes amigos de pessoas e de animais.

 

Vamos fazer história ao desfazer alguma pretensa cumplicidade entre o fado e a tauromaquia, e dar alento a muitas e muitos fadistas para declararem e reforçarem a sua oposição à tauromaquia.

 

Esperamos registar uma boa afluência de abolicionistas a esta Tertúlia, iniciada com um delicioso jantar das não menos tradicionais Francesinhas, seguido de arte musical e de um convívio dentro do mais generoso e esperançoso ambiente a bem da sociedade e dos animais.

 

Lembramos também que a afluência ao jantar contribuirá para ajudar a suportar as despesas com o evento.

 

Sejam muito bem-vindos!

 

Eu estarei presente, ido de Aljezur e gostaria muito de vos encontrar!

 

Um grande abraço abolicionista,

 

Vasco Reis

Médico Veterinário

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 10:44

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 9 de Outubro de 2013

CAROS (AS) COMPANHEIROS (AS) ABOLICIONISTAS

 
 
 

É chegada a hora de colocarmos um BASTA naquilo que todos consideramos uma ignomínia, uma desumanidade, uma aberração protegida por uma lei irracional, que não temos a obrigação de aceitar.

 

E não aceitamos.

 

Em Portugal existe uma infinidade de associações que se dizem defensoras dos animais e que, unidas, chegam a milhares de nomes.

 

Pois o momento certo para agir é este, com estes milhares de pessoas.

 

Como todos já sabem, a Assembleia da República agendou para o próximo dia 25 de Outubro, a discussão de uma Nova Lei de Protecção dos Animais, proposta pela Associação ANIMAL, cujo projecto-lei implica não só o fim da tauromaquia, como também uma protecção mais eficaz para os animais e mais gravosa para  os prevaricadores.

 

O sucesso desta discussão e a aprovação desta nova lei depende de todos nós.

 

Não vamos mais permitir que o lobby tauromáquico (e a sua minoria insciente) continue a mandar na Assembleia da República, porque já estamos fartos da política de subserviência dos “deputados” que se candidatam apenas para servir este lobby, e nós sabemos bem porquê.

 

Não vamos mais permitir que os dinheiros públicos (o dinheiro dos nossos impostos), continuem a ser gastos a apoiar a tortura institucionalizada de seres vivos.

 

Não vamos mais permitir que uma minoria de tauricidas imponha algo que raia a debilidade mental a uma maioria idónea.

 

Não vamos mais permitir que os legisladores continuem, a prestar um mau serviço ao país, com leis bastardas, irracionais, anti-ética e desumanas.

 

Não vamos mais permitir que este abuso de poder continue a agredir e a insultar a nossa sociedade, que é constituída por seres humanos, que têm o dever de zelar pelo bem-estar dos seres não humanos, que connosco partilham o Planeta.

 

Não vamos mais permitir que quem pratica biocídio permaneça impune.

 

Não vamos mais permitir que o nosso País seja conspurcado por uma prática primitiva que envergonha as sociedades humanas contemporâneas.

 

Por isso vamos todos exigir aos deputados da Assembleia da República, que no próximo dia 25 de Outubro discutirão algo que nem sequer devia ser discutido, por ser demasiado óbvio e fazer parte da essência humana, aprove o projecto-lei apresentado pela Associação ANIMAL, e, desse modo, fazê-los entrar para o rol dos políticos civilizados.

 

É que já estamos fartos de tanta mediocridade, em todas as áreas governamentais.

 

Chegou o momento de os deputados da nação darem um salto para o Século XXI depois de Cristo, e saírem da Idade das Trevas, onde a maioria ainda vive.

 

Rejeitaremos qualquer solução que não passe pela abolição das touradas e da dignificação dos Direitos de TODOS os Animais, incluindo Touros e Cavalos, excluídos do Reino Animal, por legisladores completamente desatinados.

 

A hora é de agir.

 

(Texto enviado para todas as autoridades governamentais)

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 14:58

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
Sábado, 13 de Julho de 2013

OPINIÃO SOBRE MANIFESTAÇÕES CONTRA A TAUROMAQUIA

 
 
 

Enganados com o mito da tradição e do folclore, um grupo de turistas saem de uma praça de touros a chorar, horrorizados com a atrocidade que testemunharam na presença de carniceiros psicopatas, disfarçados de jarretas.

 

Por Dr. Vasco Reis (Médico Veterinário)

 

«São acções de grande importância para se demonstrar, para dentro e para fora de Portugal, que neste país há gente que está contra a actividade.

 

Motivação é, essencialmente, protestar contra o sofrimento de touros e cavalos, bem como contra apoios à tauromaquia por dinheiros públicos e contra mais implicações negativas de ordem social e no prestígio do país, que ela provoca.

 

Desejavelmente, as manifestações devem ser pacíficas, silenciosas ou não, transmitindo mensagens do senso comum, da ciência e da ética.

 

Alertam-se as pessoas directamente e através da comunicação social e dá-se voz aos abolicionistas através de argumentos irrefutáveis.

 

A actividade e lobbistas e aficionados são criticados frontalmente. Estes contra argumentam pobre e falaciosamente e, com frequência, usando de linguagem insultuosa e até de agressão física. Não se notam neles preocupações de ordem ética.

 

Chegam ao desplante de afirmar, que o gosto pela tauromaquia é uma afirmação de portuguesismo e que Portugal é famoso por isso mesmo.

 

Os abolicionistas afirmam, pelo contrário, que Portugal é, por isso muito mal-afamado e criticado.

 

Tremendamente corrosiva para a reputação e o turismo de Portugal é a propaganda e o apoio que empresas de turismo nacionais e internacionais, em parceria com o lobby tauromáquico, estão a prestar à actividade tauromáquica, inclusive fazendo oferta de bilhetes para touradas em contratos turísticos, aliciando com a informação de que os animais não são mortos, não sofrem e que se trata de uma brincadeira (“for fun”).

 

Turistas vão, curiosos e descontraídos pela publicidade enganosa, corresponder ao convite. São ali cruelmente surpreendidos, abandonando em muitos os casos o “espectáculo” chocados, deprimidos, por vezes lavados em lágrimas de desgosto, revoltados em palavras e alguns, até vomitando. Tudo isto é documentado por imagem, som e escrita graças ao testemunho de jornalistas e de manifestantes que afirmam a sua cidadania em manifestações democrática e legalmente autorizadas e policialmente acompanhadas.

 

Sinceramente, não compreendo como há abolicionistas que se afirmam contra manifestações, quando estas, afinal, contribuem para alertar, informar e lavar a honra de portugueses e de Portugal perante o fenómeno tauromáquico, castigador de touros e de cavalos e não só

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 18:52

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Sábado, 23 de Março de 2013

E O QUE ESPERÁVAMOS ACONTECEU: OS COVARDES AFICIONADOS DESCOBRIRAM A MARIA ENGRÁCIA E VANDALIZARAM-LHE O CARRO

 

(Este texto, assinado pela "engrácia" foi publicado no âmbito de uma estratégia para desmascarar a prótoiro que, utilizando o nome da Ganadaria Palha, entregou-me pistas preciosas para chegar ao mundo imundo da tauromaquia)

 

*** 

 

MEUS AMIGOS ABOLICIONISTAS: TODOS PELA MARIA ENGRÁCIA!

 

 

 

Colocaram este letreiro, que diz do MEDO DESSES COVARDES, no pára-brisas do carro da Maria Engrácia – Também tenho fotos do automóvel com os pneus cortados, que não posso divulgar, para maior segurança desta BRAVA MULHER, que apesar de tudo, quer continuar a sua denúncia, e só acedi a este pedido porque a Engrácia já está em lugar seguro.

 

 

(Mensagem da Maria Engrácia recebida hoje, dia 23 de Março de 2013, pelas 12h17m)

 

«Bom dia Isabel.

 

Os seus piores receios e também os meus vieram a verificar-se.

 

Nunca pensei que levasse tão pouco tempo mas hoje quando abri o Facebook tinha a caixa de mensagens inundadas por insultos e ameaças dos aficionados.

 

Eu já sei muito bem de onde elas poderão ter partido pois tenho aqui um vizinho que é forcado e como me conhece deve ter-me denunciado. Esta noite também tive o meu carro vandalizado e deixaram uma mensagem no vidro e cortaram-me os pneus todos.

 

Mas vou continuar a denunciar tudo o que sei se a Isabel me ajudar.  

 

Já fiz a denúncia às autoridades e por isso não revelarei os nomes dos que me as enviaram. Mas dou-lhe exemplos:

 

"Ordinária! Devias era ter levado mais do teu marido! Foram poucas ainda." - JB

 

" Sua vaca merdosa. Como é possível cuspir no prato onde comeste?" - AV

 

"O teu marido era um grande homem minha estúpida!!!" - RTM

 

"Já sabemos quem tu és minha grande ordinária!" - JMF

 

Estes são apenas exemplos Isabel, mas há mais muito mais.

Peço-lhe que divulgue pois assim todos saberão que se me acontecer algo já saberemos de onde veio.

 

Para o caso de me acontecer alguma coisa, deixo-lhe aqui um tema que tinha guardado para divulgar mais á frente e que é gravíssimo. É por aqui que temos de atacar também.

 

Eu sei que a associação de ganadeiros tem uma sociedade com a associação de empresários taurinos para compra de lares de idosos. Tenho correspondência do meu marido relativa a este assunto.

 

Nunca entendi muito bem porque é que os empresários taurinos e os ganadeiros investem tanto dinheiro em lares de terceira idade. Mas conhecendo-os como conheço boa coisa não será de certeza.

 

Há 3 anos atrás eles tinham qualquer coisa como 11 lares de idosos espalhados pelo Alentejo e Algarve. Julgo que têm um também no Ribatejo.

 

Já dei ordem para arrombarem os armários do escritório que estão fechados á chave para depois me enviarem toda a documentação que inclui estas cartas.  

 

Muito obrigada mais uma vez por tudo. Iniciarei uns textos para que a Isabel possa ficar com a minha história toda. Espero que se me acontecer alguma coisa a divulgue para bem da nossa causa e dos animais por eles explorados.»

 

***

 

Já ambas estávamos a contar com esta COVARDIA, porque de aficionados MEDROSOS, que têm muitos PODRES a esconder, não se esperava outra coisa.

 

Adverti a Maria Engrácia. Mas ela é uma mulher decidida. E não se intimida com as ameaças covardes destes energúmenos.

A linguagem utilizada nas mensagens é típica dos aficionados. Também estou habituada a este tipo de “mimos”.

 

A queixa às autoridades já foi feita. Os nomes que ela não pôde divulgar aqui, são do conhecimento da Polícia.

NÃO VAI ACONTECER NADA À MARIA ENGRÁCIA, porque se ACONTECER esses COVARDES irão todos parar à CADEIA, que é onde deviam estar neste momento.

 

Não nos admira que façam ameaças, que deixem recadinhos MEDROSOS, que furem pneus, porque a VIOLÊNCIA faz parte do ADN desses rebotalhos taurinos.

 

Ora a Maria Engrácia, fez questão de nos deixar mais esta denúncia dos Lares de Idosos, que nascem como cogumelos pelo Alentejo e Algarve. Já temos visto nos telejornais. Só que, os jornalistas não vão a fundo nestas questões. Os empresários taurinos bem como os empresários da comunicação social também têm as suas ligações.

 

Por isso, é que Portugal ainda chafurda nesta lama da tauromaquia.

 

Não é por acaso que a grande maioria dos municípios taurinos se situam na região mais atrasada e com mais analfabetos e ignorantes de Portugal, cuja “economia” assenta na vergonhosa tortura de seres vivos para diversão.

 

***

 

Maria Engrácia, ambas caminhamos (mais a Engrácia do que eu, neste momento) numa corda bamba, tendo por baixo um bando de energúmenos com bandarilhas afiadas prontas para nos cravar nas costas.

 

Mas ambas também sabemos que esses COVARDES CAIRÃO a qualquer minuto, SE NÓS QUISERMOS.

 

E caros abolicionistas, TODOS PELA MARIA ENGRÁCIA!  

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 16:56

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 13 de Dezembro de 2012

A PRÓTOIRO DESMASCARADA

 

 

Lê-se e vê-se na página do Facebook da prótoiro, estas palavras e esta imagem…

 

«APOLOGIA DA VIOLÊNCIA...

 

Este é o cartaz que está a fazer furor nos sites e páginas anti-touradas! Escusamo-nos comentar o mesmo, e apenas divulgamos para que todos tenham conhecimento do rumo que vai tomando a “luta” anti-taurina».

 

*** 

 

Bem, nem com uma lupa conseguimos ver esta imagem (que talvez tivesse sido “elaborada” por um qualquer tauricida) em nenhum site anti-tourada. Apenas nesta página de mentiras.

 

https://www.facebook.com/index.php?stype=lo&lh=Ac_fH3Q85ApPQVbt#!/photo.php?fbid=502243179810073&set=a.152331808134547.29215.118555858178809&type=1&theater

  

AGORA… VEJAM ESTA OUTRA IMAGEM

 

 

  http://welteninwelten.blogspot.pt/2009/09/childhoods-end-21-let-it-burn.html

Mais depressa se apanha um mentiroso do que um coxo

OBRIGADA, prótoiro, por mais esta CALINADA.

Os abolicionistas agradecem, e os Touros e Cavalos também.

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 09:39

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2012

CARTA ABERTA À PRÓTOIRO

 

 

 

 

Senhores da prótoiro:

 

Estamos quase a chegar ao fim do ano de 2012.

 

E como todos sabemos, Portugal inteiro sabe, o mundo inteiro sabe, que este foi o ano em que a tauromaquia foi ferida de morte, e está moribunda.

 

Não queria entrar no ano 2013, ano em que ENTERRAREMOS definitivamente esta peste negra, que polui o ar que respiramos, sem vos deixar um agradecimento e umas poucas sugestões.

 

Gostaria muito, de começar por umas palavras que li algures, e que dizem assim: «Contaram-me recentemente de uma tribo africana que faz uma coisa maravilhosa. Quando alguém faz algo mau ou que magoe outrem, pegam nessa pessoa e levam-na para o meio da tribo e durante dois dias toda a tribo o rodeia dizendo-lhe tudo de bom que ele já tenha feito. A tribo acredita que todos vimos ao mundo BONS e cada um desejando felicidade, paz, segurança e amor. Mas muitas vezes na procura dessas coisas, as pessoas cometem erros. A comunidade vê estes erros como um pedido de ajuda. Juntam-se todos pelo seu companheiro para o levantar e o religar à sua natureza e lhe lembrar quem ele é, até ele se lembrar da verdade a que se desligou temporariamente: "eu sou BOM".

 

Pois isto seria ouro sobre azul. Traria à humanidade alguma esperança de recuperação de seres desencaminhados.

 

Cada um dos que fazem parte desta “tribo”, denominada prótoiro, terá feito na vida uma ou outra coisa a que possamos chamar “boa”?

 

Essa é a grande dúvida, que me leva a rejeitar (mas não totalmente) o método dos Masai. Mas irei por outro caminho.

 

Este ano, que está quase a acabar, foi farto em abominações da vossa parte, que beneficiaram sobremaneira a Causa da Abolição das Touradas. Sabeis disso.

 

E é isso que gostaria de agradecer à prótoiro. Essa grande AJUDA, que nos deram, pois o vosso evidente desprestígio entre a população portuguesa, conduziu-vos à queda iminente.

 

Cada post, cada texto, cada fala, cada intervenção pública só serviu para vos desmascarar, e mostrar a vossa verdadeira índole.

 

Até quando tentam caluniar os anti-touradas (como já fizeram com a Rita Silva, com o Paulo Borges, comigo própria) estão a atirar a prótoiro para a lama.

 

Quem é que, em Portugal, (tirando os tauricidas e aficionados, uma minoria visível a olho nu), vos dá crédito?

 

Ninguém. Podeis crer. É um facto inegável.

 

Como diriam os nossos amigos brasileiros: vós estais mais sujos do que pau de galinheiro.

 

Como penso, contudo, que todos os seres devem ter uma oportunidade de se recuperarem, deixo-vos aqui um repto. Talvez nunca o tivessem feito com olhos de ver. Mas façam-no agora. É um favor que fazem a vós próprios.

 

Coloquem-se diante de um espelho e olhem bem para a vossa cara, ou melhor, olhem bem para os vossos olhos. Encarem-se, como se o do outro lado do espelho fosse outra pessoa. E perscrutem o que os vossos olhos que, como sabem (ou não) são as janelas por onde a alma espreita a Vida, vos dizem de vós. E deixem-se estar assim, olhos nos olhos, uns quinze minutos, no mínimo.

 

Entretanto vão perguntando a vós próprios: «Quem sou eu? O que sou eu? O que fiz eu? Quando tiver de prestar contas dos meus actos (e vocês, que são muito católicos, apostólicos, romanos, sabem que terão de prestar contas dos vossos actos ao verdadeiro Senhor do Universo que, como sabeis, não é ninguém da prótoiro, nem do governo português, nem o padre da paróquia que vos apoia) o que terei para dizer?

 

E então, no espelho, vereis desenhar-se umas novas caras. Enfrentai essas novas caras. Continuai a olhar para elas, com olhos de ver. Então, lentamente, vereis também outros olhos. Os olhos daqueles que sacrificastes à vossa ganância. Uns olhos suplicantes. Aguentai firme esses olhos. Não desvieis os vossos olhos desses olhos, de modo algum.

 

Lentamente o espelho transformar-se-á num mar de sangue. E entre esse sangue, encontrareis o vosso olhar estarrecido, e tereis então encontrado a resposta para as vossas perguntas: Quem sou eu? O que sou eu? O que fiz eu?

 

Sugiro-vos, veementemente, que façam esta experiência.

 

Saíreis dela com a verdadeira dimensão das vossas vidas e de quem sois.

 

É muito triste que determinados “homens” dos nossos dias continuem com índices tão elevados de irracionalidade e de falta de sensibilidade em relação ao sofrimento de outros seres vivos, apenas porque não se conhecem a si próprios.

 

Vocês sabem que os vossos nomes ficarão COLADOS à peste negra que é a tauromaquia, para todo o sempre. Até quando o vosso corpo estiver a sete palmos debaixo da terra, desfeito em pó, e o vosso espírito, diante de Deus, a prestar contas dos vossos actos.

 

Isto, os padres que vos abençoam, não vos dizem. Mas deviam dizer. Porém, eles, coitados, também estão nas mesmas circunstâncias. Terão de prestar contas daquilo que NÃO FIZERAM pela Humanidade, e deviam ter feito, uma vez que se consideram “representantes” de Deus na Terra.

 

Agora vou deixar-vos com este recado, extensivo a todos os aficionados e tauricidas, que MENTEM sobre o “Touro de lide”:

 

 

Pois todos nós já sabemos das vossas mentiras.

 

Todos nós já sabemos que o que vos move é o interesse económico. A ganância.

 

Todos nós já sabemos que o Sadismo é a vossa mola mestra.

 

Como pode um grupinho, que não teve acesso a uma instrução adequada, ter a pretensão de querer saber mais do que um Zoólogo?

 

Todos nós já sabemos que vós não tendes a mínima razão.

 

Rendei-vos às evidências.

 

Abandonem esta actividade, imprópria de seres humanos, com alguma dignidade (se é que a têm), enquanto podem.

 

Depois será demasiado tarde. Saíreis de rastos.

 

Não queiram ser atirados para o abismo como carcaças de uma espécie já em extinção.

 

Saiam pelo vosso pé, enquanto têm carne e ossos, e olhos para se olharem no espelho (e fazerem aquele exercício de que vos falei).

 

Saiam em grande, saindo humildemente. Não vos ficará mal.

 

2013 aproxima-se. Tenham isso em conta.

 

Pensem no que vos disse. A cabeça não serve apenas para usar chapéu.

 

Desejo a todos uma boa reflexão sobre este assunto, neste Natal e neste final de 2012, aquele que foi o ano de todas as mudanças (disse-o desde o início), pois uma nova era, uma nova Humanidade aproxima-se.

 

Com a minhas saudações abolicionistas,

 

Isabel A. Ferreira

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 11:48

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Domingo, 11 de Novembro de 2012

EIS ALGO QUE DEMONSTRA O ALTO NÍVEL INTELECTUAL, CULTURAL E A EDUCAÇÃO REFINADA DOS AFICIONADOS DA PRÓTOIRO

 

 

 

 

 

«RIR É MESMO O MELHOR REMÉDIO!

 

Que o Arco de Almedina e a sua administradora, Isabel A. Ferreira, são um manancial de boa disposição já todos sabemos. Só temos a agradecer as incontáveis horas de fino humor. Desta vez, porém, Isabel decidiu utilizar uma foto do mestre Joaquim Bastinhas para caracterizar, de peculiar maneira, o “sofrimento” do toiro na arena.

 

Não sabemos como reage, fisiologicamente, a Isabel Ferreira sempre que confrontada com sentimentos de medo ou dor mas, como ficámos preocupados, julgamos poder ajuda-la:

 

O que é a incontinência anal? A incontinência anal é a emissão involuntária de gases e/ou fezes devida à incapacidade do esfíncter anal para os reter, tende a aumentar com a idade. Outros factores de risco de incontinência anal incluem doenças que afectam as vias nervosas responsáveis pelo controlo do esfíncter anal e, provavelmente muito importante no caso da Isabel, demências em fase avançada.

 

in site do Hospital da Luz – Espírito Santo Saúde»

 

***

 

OLHEM O QUE EU ENCONTREI NA PÁGINA DA PRÓTOIRO!

 

ISTO A PROPÓSITO DO SEGUINTE TEXTO:

 

http://arcodealmedina.blogs.sapo.pt/184387.html

 

 

ESTE É UM CARTAZ COM UM SENTIDO DE HUMOR REFINADÍSSIMO.

 

UMA MONTAGEM INTELIGENTÍSSIMA.

 

ALGO QUE ESTÁ AO NÍVEL DE QUEM SE DIVERTE A TORTURAR TOUROS.

 

ALGO MUITO CULTURAL!

 

SE É PARA RIR, ENTÃO VAMOS RIR.

 

E VENHAM MAIS DESTAS! OS ABOLICIONISTAS AGRADECEM, E OS TOUROS E OS CAVALOS TAMBÉM...

 

 

***

Ricardo, deixou um comentário ao post EIS ALGO QUE DEMONSTRA O ALTO NÍVEL INTELECTUAL, CULTURAL E A EDUCAÇÃO REFINADA DOS AFICIONADOS DA PRÓTOIRO às 13:36, 2012-11-12.

«"Mestre" Joaquim Bastinhas? Mestre do quê? Que eu saiba, em Portugal para se obter o título de mestre é necessário concluir um mestrado. Mas este primeiro tem de ser precedido por uma licenciatura e uma graduação do secundário.

 

Tendo em conta que os ignorantes da corja Bastinhas nem devem sequer saber ler, pergunto novamente: mestre em quê? Só falta dizer que as "escolas" tauromáquicas também atribuem mestrados, como a Lusófona.

 

Este tem tão de mestre como o Relvas pelos vistos.

 

Enfim, mas de volta a problemática inicial, vejo que a prótoiro continua na sua alegre cruzada para espalhar ignorância pelo país. A quantidade de alarvidades que provém daqueles lados leva-me a crer que se estes senhores fossem exilados para as Berlengas, o Q.I médio português no continente subia, no mínimo, 20 pontos. Se se fizessem acompanhar pelos restantes aficionados, então acredito que Portugal rebentava a escala nos relatórios da OCDE.»

 

***

 

Ricardo, não podia ser mais explícito.
Eles são "mestres" da Ignorância, uma cadeira muito estudada na Universidade dos Curros.

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 19:54

link do post | Comentar | Ver comentários (6) | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 17 de Maio de 2012

ESTA NÃO SERÁ A IMAGEM DA ESTUPIDEZ NO SEU ESTADO PURO?

 

 

E depois dizem que “ofendemos” os coitados!

 

Mas uma imagem destas que comentário merecerá?

 

Será isto a sacramentalização da tauromaquia?

 

Merecerá isto a bênção da Igreja Católica?

 

Para eles, a tauromaquia é algo sagrado.

 

Fazem rituais arcaicos, onde o sangue é o elemento principal. E depois este corte de rabos e orelhas, e esta exibição, com grande pose, como se tivessem acabado de salvar o mundo, dá-lhes um ar macabro. Diabólico.

 

Mas a culpa não será deles. É de quem os aplaude.

 

Isto não será a imagem da estupidez no seu estado puro?

 

Venham mais destas. Os abolicionistas agradecem. E os Touros e os Cavalos também.

publicado por Isabel A. Ferreira às 16:45

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Março 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts recentes

«TAUROMAQUIA: UMA ACTIVID...

«ATÉ SEMPRE JEAN-PIERRE G...

VENCEREMOS!

« O TOUREIO TEM OS DIAS C...

Alma, Razão e Senciência ...

ABOLIÇÃO DA TAUROMAQUIA E...

OS MEUS VOTOS (ABOLICIONI...

ONTEM, O MEU PAÍS FOI ATI...

CÂMARA MUNICIPAL DE VIANA...

A PÉROLA DAS PÉROLAS DA p...

Arquivos

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

Acordo Ortográfico

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, devido a este ser inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais.

Comentários

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt