De Maria de Fátima Marquez Varela a 31 de Janeiro de 2016 às 01:08
Sou filha de mãe galega e de pai português, já morto. Apesar das idades, o meu pai nasceu em 1935 e a minha mãe, ainda viva, nasceu em 1931, sempre abominaram as touradas. Os meus genes, portanto, são tortos..... abomino em duplicado as touradas. Concordo plenamente com tudo que expõe e chamo de cobardes a todos os toureiros. Sê quiser que tudo isto seja público, queira fazer o favor de mo transmitir que eu farei questão absoluta de fazer circular no facebook sem qualquer pudor. Eis uma das causas que gostaria de abraçar. Cumprimentos Maria de Fátima Marquez Varela
De Isabel A. Ferreira a 1 de Fevereiro de 2016 às 15:36
Não percebi muito bem o que quer que seja público, Maria de Fátima.

Público tudo isto já é.
Não falta informação sobre a iniquidade das touradas.

Quem ainda persiste nessa barbárie têm mentes enquistadas. Cérebros empedernidos. É gente que nasceu e cresceu nas trevas e ainda não evoluiu.


Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.