Comentários:
De Maria João Brito de Sousa a 12 de Fevereiro de 2012 às 14:57
O "poder" É essencialmente podre, segundo penso e sinto. A esmagadora maioria das relações que se estabelecem, em todas as áreas, são relações de poder... o homem reprodu-las continuadamente sobre si mesmo - sobre os seus semelhantes - e sobre os animais.
Mesmo na partilha, o humano tende a subjugar, mesmo que se não dê conta disso. Aquele que mais possui pode partilhar um pouco do que lhe sobra mas, na esmagadora maioria dos casos, tende a exercer o poder que essa acção lhe confere e, de alguma forma mais ou menos visível, tentará controlar aquele que aceitou essa fracção partilhada. Penso que o exercício do poder - e a necessidade de o exercer - é um dos piores males que afligem a humanidade e que vitimizam todas as espécies.
Um abraço!
De Isabel A. Ferreira a 12 de Fevereiro de 2012 às 18:14
Obrigada, poeta, pela sua passagem por aqui, e pelo seu contributo de palavras com lucidez.
De nazaré oliveira a 12 de Fevereiro de 2012 às 23:00
Isabel:
COMO É POSSÍVEL ISTO?
Eu estou ainda aparvalhada com o que li!
Esta gente não está boa, não! Agpra até junto das escolas???

Ainda ão digeri isto, tal o nojo que esta gente me mete, ainda mais agora, promovendo a tortura animal junto das CRIANÇAS DAS ESCOLAS!!!!

O Ministério da Educação tem que saber isto!

Que asco, esta gentinha! Mesmo a que cala ... consentindo!!!
De Isabel A. Ferreira a 13 de Fevereiro de 2012 às 09:31
Nazaré, isto é possível com a conivência, com a cumplicidade, com a permissividade dos responsáveis pelo sector do ensino, tão ignorantes quanto estes que se dedicam ao ensino da violência.

O Ministério da Educação está fartinho de saber disto. Para uma Escola de Música, ou de outra qualquer arte, não há verbas. Mas para apoiar estas Escolas de Violência existem ajudas, bem como para apoiar a Tauromaquia.

Isto não será de gente que não regula bem da cabeça?

Eu fiquei indignada, revoltada. Não precisamos de gente assim. Temos de a banir dos poderes.

Comentar post