De Maria Helena Capeto a 8 de Novembro de 2018 às 12:02
Há criaturas que pese embora pretenderem fazer-se passar por intelectuais, não passam, na minha humilde opinião, de meros broncos, coitados, trazidos para as supostas luzes da ribalta pelos que tremem de medo que os verdadeiros intelectuais e pessoas de cultura possam, ao ocupar o espaço mediático, pôr em risco a estrutura de incultura vigente. Daí termos estes personagens a debitar alarvidades que a maior parte das vezes são dignas, e somente, das maiores gargalhadas tal não é a enormidade do que dizem.
Não, não costumo ouvir nem ler tais criaturas Tenho demasiado apreço pelos meus olhos e ouvidos para me permitir submeter-se a tais avalanches de poluição. Já basta o que basta.
Em terras de gente pequena e mentalidade tacanha, realmente o usual é os broncos e ignorantes terem tempo de antena enquanto os cultos intelectuais são silenciados o mais possível, não vá o diabo tecê-las e ao fazerem-se comparações a "bronquice" comece a evidenciar-se em demasia...
É verdade que ser um intelectual culto não é para todos. Dá muito trabalho, é preciso ler muito, estudar muito, deixar a tacanhez de lado e permitir que a mentalidade se abra à evolução natural das coisas.
O intelectual culto não gosta de viver, e muito menos de se colocar em bicos de pés, à sombra de ninguém. O intelectual culto sabe que cultura não é um processo genético que passa de pais para filhos, o que é uma pena pois talvez não assistíssemos a tão tristes e ridículas figuras.
Já agora, e como tal criatura se permite chamar de ignorantes quem defende o fim das touradas e outras barbáries, não vou deixar-lhe aqui nenhuma lição instrutiva (como fez o senhor do texto citado nesta publicação), até porque lições são para quem quer aprender e não para aqueles que, pese embora a ignorância reine soberana, estão convencidos que tudo sabem, mas o simples conselho de que cuide da flagrante ignorância tanto neste assunto como em outros. Ser-lhe-ia deveras salutar e pouparia muita poluição auditiva e visual, o que num momento em que o planeta (que se encontra a atravessar uma agressiva extinção em massa) precisa de toda a nossa atenção qualquer medida anti-poluição é uma excelente medida.
De Isabel A. Ferreira a 8 de Novembro de 2018 às 14:48
Maria Helena, não resisti, e destaquei este seu comentário fabuloso.

Obrigada, pelo seu precioso testemunho

Está neste link:

«SER UM INTELECTUAL CULTO NÃO É PARA TODOS…»

https://arcodealmedina.blogs.sapo.pt/ser-um-intelectual-culto-nao-e-para-842922
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.