Segunda-feira, 12 de Setembro de 2011

CARTA ABERTA ENVIADA (...) PARA VÁRIOS JORNAIS E REVISTAS DA ESPANHA

 

 

Carta aberta enviada em castelhano para vários jornais e revistas da Espanha.

 

Sou brasileiro e recentemente assisti, através de um canal de TV a cabo, o desenrolar de uma legítima tourada espanhola.

 

A idéia que eu tinha desse tipo de evento era a de um circo, montado em condições bastante desfavoráveis ao touro, com o objetivo e destacar acoragem do homem frente ao animal.

 

Mas eu estava errado. A tourada é mais do que um circo. É um espetáculo medieval de horrores, onde se enaltece a covardia e brutalidade humanas, para satisfazer os instintos sanguinários de uma espécie de gente torpe, embrutecida e degenerada, que se tem na conta de civilizada.

 

O primeiro choque veio com a expressão estampada nos rostos dos espectadores, pouco antes do início da "luta". Felizes, rindo à toa, como se o que estavam prestes a ver fosse um filme ou uma peça de teatro. Podia-se apostar que não se comportariam de forma diferente se lhes fosse dado apreciar cristãos sendo devorados por leões. Ririam e aplaudiriam com o mesmo entusiasmo, estremeceriam sob o mesmo êxtase macabro, usufruiriam o mesmo prazer mórbido em contemplar o sofrimento alheio.

 

O segundo choque foi múltiplo. Veio na forma de sobressaltos a cada banderilla que era cravada no dorso do animal. Eu simplesmente não podia acreditar no que estava presenciando. Enquanto o "matador", com sua reluzente fantasia, fazia rodopios de despiste sob olés encorajadores, o destemido banderillero vinha por detrás e fincava seus arpões no touro. Vivas e palmas contagiantes a cada vez que isso acontecia…

 

A emissora de TV ainda nos poupou do último choque: a morte cruel do animal. Ouvia-se apenas a voz do narrador informando como este, exausto e ferido, era sacrificado pelo toureiro num gesto de triunfo.

 

A câmera focalizou então mais detidamente as arquibancadas. Todos os espectadores, de pé, ovacionavam freneticamente o herói do dia. Uma vez mais fora demonstrada, de forma cabal e inquestionável, a superioridade do bicho homem.

 

Essas, em largos traços, as cenas do crime monstruoso que me foi dado testemunhar a milhares de quilômetros de distância.

 

E quando acessei alguns sites espanhóis sobre touradas, para me convencer da veracidade daquele pesadelo, deparei com fotos cujo horror mal pude assimilar. Vi touros torturados, massacrados, alguns correndo com os chifres pegando fogo, tentando inutilmente escapar dos seus algozes.

Ah, Espanha! Como é doloroso teu legado a este mundo! Os nomes Cortés e Pizarro ainda causam arrepios na América Latina. Cada nova geração de europeus ainda estremece ao saber das atrocidades da Inquisição. E os povos olham agora novamente horrorizados para ti, fomentadora da crueldade contra os animais!

 

Certamente muitos outros crimes contra os animais são praticados em todo o mundo, mas não com o beneplácito do Estado e o incentivo da população. Tu, Espanha, és uma triste exceção.

 

Roberto C. P. Junior

 

  


Resposta do ativista espanhol "Minotauro", que luta contra

as touradas em seu país.

 

Te puedo decir que tu carta ha calado hondo en mi corazón, te aseguro que me cuesta imaginar una visión más sincera del primer acercamiento al mundo de los toros.

 

Incluso nosotros, que luchamos contra esa barbarie nos cuesta imaginar el horror que debe sentir una persona sensible ante semejante monstruosidad.

 

Tu carta me hace confirmarme en mis convicciones y redoblar mis esfuerzos para acabar con los toros.

 

Lo terrible del caso es que tú viste sólo parte de "espectáculo", por desgracia hay más que el espectador no avisado no percibe, comprenderas cómo toda persona sensible huye de esta atrocidad.

 

Pero en España la presión es terrible, hace 15 días en Bilbao, los manifestantes fuimos tratados como criminales, en Mayo en Madrid quien expresó su disconformidad con la "fiesta" fué agredido por quien la defendía.

 

Aun así, tenemos el convencimiento que tenemos razón y que por ello conseguiremos nuestro objetivo.

 

Además ellos son ya una minoría, con poder, eso sí, pero una minoría, aunque quieran hacer creer al mundo lo contrario.

 

Cuento con tu permiso para incluir tu carta en la sección "colaboraciones" de mi WEB. Y me tomola libertad de tenerte informado de todo lo que ocurra en este tema.

 

MUY AGRADECIDO
MINOTAURO

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 12:00

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Abril 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
14
15
18
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Posts recentes

O ASSALTO AO BANCO

A BARBÁRIE EM VILA MEÃ (...

PENAS TÊM-NAS AS GALINHAS...

ENTROU EM VIGOR A LEI QUE...

COMO SE NÃO BASTASSE O V...

A AUTOCRACIA PORTUGUESA

«TOURADA: ACTIVIDADE SANG...

DEZ ANOS COMPROMETIDOS CO...

«ACORDO ORTOGRÁFICO: COLO...

A INVEJA QUE CERTOS HUMA...

Arquivos

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados
RSS

ACORDO ORTOGRÁFICO

EM DEFESA DA LÍNGUA PORTUGUESA, A AUTORA DESTE BLOGUE NÃO ADOPTA O “ACORDO ORTOGRÁFICO” DE 1990, DEVIDO A ESTE SER INCONSTITUCIONAL, LINGUISTICAMENTE INCONSISTENTE, ESTRUTURALMENTE INCONGRUENTE, PARA ALÉM DE, COMPROVADAMENTE, SER CAUSA DE UMA CRESCENTE E PERNICIOSA ILITERACIA EM PUBLICAÇÕES OFICIAIS E PRIVADAS, NAS ESCOLAS, NOS ÓRGÃOS DE COMUNICAÇÃO SOCIAL, NA POPULAÇÃO EM GERAL E ESTAR A CRIAR UMA GERAÇÃO DE ANALFABETOS.

CONTACTO

isabelferreira@net.sapo.pt