Quarta-feira, 30 de Outubro de 2013

CRIANÇAS PROCRIADAS POR AFICIONADOS ESTÃO CONDENADAS À ESTUPIDEZ

 
 

 

Quem procriou estas crianças não é PAI nem é MÃE.

 

Ambos são simplesmente geradores de vidas condenadas à estupidez.

 

Pai e Mãe são os que ensinam aos seus filhos, por exemplo isto:

 

 

MENSAGEM: OS ANIMAIS SÃO NOSSOS AMIGOS, NÃO SÃO PARA TORTURAR...

publicado por Isabel A. Ferreira às 14:41

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Comentários:
De Anónimo a 30 de Outubro de 2013 às 17:49
Crianças geradas por anti-taurinos saem putas e paneleiros
De Isabel A. Ferreira a 30 de Outubro de 2013 às 19:16
Por que será que este aficionado, todas as vezes que vem aqui comentar só diz ordinarices?

Mas isto é bom para aumentar o dossier que enviarei aos deputados para que saibam que tipo de gentinha baixa são os aficionados.

Dessa boca só sai SUJEIRA.
E este é outro caso de "projecção freudiana": o que eles são projectam nos outros.

Doença psiquiátrica. Tem cura.

De Elisabete a 2 de Novembro de 2013 às 17:30
Além de cobarde és malcriado e sem nível. Nem dás a cara, mas nós sabemos de onde vocês todos vêm!!!
De Isabel A. Ferreira a 2 de Novembro de 2013 às 19:07
Ora se sabemos! Este assim como outros que por aqui andam são gatos escondidos com o rabo de fora.

E nem sequer se dão conta disso.
De Anónimo a 31 de Outubro de 2013 às 01:26
Já agora ó puta envia o teu relatório psiquiátrico que é para as autoridades te internarem , já que uma merda como tu é um perigo para a sociedade e para as crianças .
De Isabel A. Ferreira a 31 de Outubro de 2013 às 09:08
E este sem nome continua a mostrar a ordinarice dos aficionados.

Venham muitos destes comentários, para que se veja a "qualidade" de gente que está protegida por uma lei, para TORTURAR seres vivos.

Eles é que TORTURAM e nós é que somos um perigo...

Não é necessário dizer mais nada...
De Anónimo a 31 de Outubro de 2013 às 11:06
Sabes porque é que este sem nome continua a dizer asneiras , é que essa é a única forma de linguagem que putas como tu entende .
De AnaVC a 31 de Outubro de 2013 às 13:10
Não alimento discussões pela Internet, muito menos fundamentalistas e vindas de pessoas que não aceitam/respeitam opiniões contrárias...
Ouvi falar do seu blogue e movida por alguma curiosidade resolvi espreitar.. Confesso que não consigo ler todas as publicações porque não me identifico com o que é publicado, apesar de tentar encontrar algum fundamento naquilo que diz, mas quando acho que a Isabel não pode descer mais baixo, consegue sempre surpreender-me na publicação seguinte.
Como já deve ter percebido, porque de burra não tem nada, sou aficionada e venho de uma família de gente ligada à Festa Brava. Não me considero estúpida e tenho o maior orgulho nos meus pais e na educação que tive. Ensinaram-me a respeitar o próximo, a aceitar ideologias e convicções contrárias, a ajudar independentemente da religião, cultura ou cor da pele... e só aí já sou muito mais bem educada que a Isabel. Assusta-me a maneira como os anti-taurinos defendem as suas convicções, fazem-no de maneira rude e violenta, ou porque lhes falta argumentos ou porque não percebem (ou não querem perceber) a chamada "cultura" contra a qual lutam. Se nem a condição humana respeitam, não percebo como podem dizer-se defensores dos animais.
E uma vez que está a fazer um dossier de comentários mais ou menos felizes, inclua também os insultos e acusações que faz às pessoas ligadas à Tauromaquia, seus familiares e aficionados em geral. Inclua igualmente as Associações, pessoas individuais e colectivas que já foram ajudadas por aqueles a que chama de "Tauricidas".
De Isabel A. Ferreira a 31 de Outubro de 2013 às 16:38
Mais outra com a doença da “projecção freudiana”.

Primeiro: fundamentalistas são aqueles que PRATICAM, APLAUDEM e APOIAM a TORTURA de seres vivos, que nada tem a ver com OPINIÕES, mas sim com ACTOS CONDENÁVEIS À LUZ DA ÉTICA E DA RAZÃO, e que em parte alguma do mundo civilizado, podemos aceitar ou respeitar.

Segundo: O meu Blog é um Blog de denúncia, e é bastante natural e espectável que quem se IDENTIFICA COM A TORTURA, NÃO SE IDENTIFIQUE com o meu Blog. Depois você não tem a mínima noção do que é “descer mais baixo”. Descer mais baixo do que os TAURICIDAS descem é impossível. Não se esqueça de que NÃO SOU EU QUE TORTURO SERES VIVOS para me DIVERTIR.

Terceiro: Ser aficionada já diz do baixo nível cultural, moral, e educacional de quem o é. Até pode ser uma senhora doutora ministra. Porque não são os estudos que dão o BOM CARÁCTER às pessoas.

Quarto: engana-se se pensa que é alguém “bem-educada”. Ensinaram-lhe a respeitar o próximo? Não, não ensinaram, porque respeitar o próximo significa RESPEITAR TODAS AS CRIATURAS VIVAS que partilham o Planeta connosco. E isso uma aficionada não faz. Depois, como já disse, a TORTURA não é uma questão de “ideologias e convicções contrárias” e por aí já podemos classificar a sua INCULTURA.

Quinto: os anti-taurinos não defendem CONVICÇÕES. Defendem a VIDA de SERES INDEFESOS TORTURADOS para GOZO de um BANDO DE SÁDICOS, e não podemos fazer POESIA com a TORTURA.

Sexto: argumentos é o que não faltam neste Blog para defender a VIDA. Não defendemos a TORTURA, defendemos a VIDA. E quando fala em “condição humana” refere-se a quê? Aos torcionários, aos tauricidas, aos aficionados? Pois… mas esses não têm condição humana. Têm condição DESUMANA. Pertencem a outra espécie de animais humanos. Se fossem humanos NÃO PRATICAVAM TORTURA.

Sétimo: a sua “cultura” é tão cambapé que não sabe distinguir “insultos” de VERDADES. Eu aqui não insulto ninguém. Chamo os bois pelo nome, e não faço poesia com tortura.

Oitavo: que AJUDA pode um tauricida dar a Associações? Ajuda manchada de sangue? Elas aceitam, sim, mas são tão hipócritas como os tauricidas.

Nono: DEIXEM OS TOUROS E OS CAVALOS EM PAZ. VÃO BRINCAR COM OS VOSSOS FILHOS INOCENTES E INDEFESOS PARA AS ARENAS E ENSINEM-LHES VALORES HUMANOS.

Décimo: E vem uma tauricida para aqui a pensar que tem moral para dar lições de moral a quem ABOMINA A TORTURA.

Francamente…
De Elisabete a 2 de Novembro de 2013 às 17:24
Então a sra ou menina AnaVc apoia e subscreve os comentários ordinários que os seus amigos aqui deixam!!! E nós é que somos rudes e violentos?!!!... Olha-me só o descaramento!!!!

Pois fique sabendo AnaVC que eu conheço uma ilha inteira de aficionados e subscrevo todas as palavras da Isabel A. Ferreira. Como aficionada deve saber quantos animais são sacrificados por ano aquando dos "treinos" de cavaleiros e toureiros... não apenas touros, bezerros e vacas bravas, mas tb ovelhas, etc. (já vi fotos).

Vocês são todos, SEM EXCEPÇÃO, GENTE BAIXA E DE MAU CARÁCTER!!! Quem precisa de tratamento são vocês e não nós! Tenha vergonha por ser tauricida!!!

De Isabel A. Ferreira a 2 de Novembro de 2013 às 19:12
Esta Ana, coitada, perdeu uma boa oportunidade para não vir a público fazer figura de parva.

Pensa que não sabemos TUDO o que se passa nos bastidores das touradas e acha que ser aficionada é ser estrela de cinema de Hollywood.
De Elisabete a 2 de Novembro de 2013 às 17:28
Para si deve ser normal, e até saudável, a 1ª foto... uma criança a maltratar um animal indefeso. A isto chama-se COBARDIA!!! ATRASO CIVILIZACIONAL, DISTÚRBIO DE CARÁCTER para o qual você contribui e pelos vistos com muito gosto. Tenha vergonha!!! Mas fique sabendo de uma coisa, enquanto a tauromaquia não for extinta nós não saímos de cima de vocês!!! Disto pode ter a certeza.
De Isabel A. Ferreira a 2 de Novembro de 2013 às 19:09
Isso não há dúvida nenhuma, Elisabete.

E quanto mais insistem, mais levarão "tareia".
De Elisabete a 2 de Novembro de 2013 às 17:33
Não se considera estúpida, mas é estúpida!! Porque se não o fosse não seria aficionada!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
De Isabel A. Ferreira a 2 de Novembro de 2013 às 19:03
Exactamente, Elisabete.
O termo "aficionado" quando vem ligado às touradas tem conotação com estupidez.

De Anónimo a 31 de Outubro de 2013 às 23:33
Olha ó puta doente mental és tu .Que além de uma merda de gaja , não passas de uma racista frustrada ,sem amor e sexo muito menos não passas de uma reles amostra de jornaleira porque uma merda como tu nem jornalista se pode chamar !! Tu és o autentico cancro da sociedade que tem de ser o mais rapidamente combatido .

Comentar post

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Fevereiro 2024

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
21
22
23
25
26
27
28
29

Posts recentes

Dois anos de guerra na Uc...

«Bicadas do Meu Aparo: “P...

Na passagem do 97º aniver...

Aleixei Navalny, um símb...

Os Defensores dos Direito...

Legislativas 2024 - Movim...

Os Polícias são traidores...

João Moura condenado: jus...

24 de Janeiro de 1944: ao...

«Bicadas do meu aparo: “S...

Arquivos

Fevereiro 2024

Janeiro 2024

Dezembro 2023

Novembro 2023

Outubro 2023

Setembro 2023

Agosto 2023

Julho 2023

Junho 2023

Maio 2023

Abril 2023

Março 2023

Fevereiro 2023

Janeiro 2023

Dezembro 2022

Novembro 2022

Outubro 2022

Setembro 2022

Agosto 2022

Junho 2022

Maio 2022

Abril 2022

Março 2022

Fevereiro 2022

Janeiro 2022

Dezembro 2021

Novembro 2021

Outubro 2021

Setembro 2021

Agosto 2021

Julho 2021

Junho 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

AO90

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, nem publica textos acordizados, devido a este ser ilegal e inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais. Caso os textos a publicar estejam escritos em Português híbrido, «O Lugar da Língua Portuguesa» acciona a correcção automática.

Comentários

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. 1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome. 2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas". 3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt