Quinta-feira, 10 de Outubro de 2013

APELO AOS SENHORES DEPUTADOS DA NAÇÃO - UM EXCELENTE TEXTO E EXEMPLO DE CIDADANIA

 
PELA ABOLIÇÃO DAS TOURADAS 
 
 

Aqui, neste lugar (a Assembleia da República Portuguesa) onde um grupo de cidadãos portugueses, eleito pelo povo, decide da “vida” ou da “morte” da nossa sociedade, irá discutir-se, no próximo dia 25 de Outubro, algo que pode elevá-lo ou rebaixá-lo, dependendo da decisão que tomar quanto a uma nova Lei de Protecção dos Animais, que não seja bastarda, irracional, antiética e desumana, como o é a actual.

 

«Assunto: APELO

 

Exmas. Senhoras,

Exmos. Senhores:

 

Perante a Lei nº 92/95, de 12 de Setembro, que deixa os touros e os cavalos à mercê da tortura, não posso deixar de solicitar a melhor atenção de V. Exas, para o seguinte:

 

Esta lei é desumana e imoral, porque estes animais são dotados de sistema nervoso e de cérebro, logo, seres sencientes, que são submetidos a toda a espécie de torturas, por gente escudada na "tradição" e num distorcido conceito de "arte", visto que esta transmite uma mensagem, tem um papel humanizante e civilizador, pelo que não pode, de modo algum, ser compatível com a tortura. A arte tem um carácter único e irrepetível, nasce das mãos de um Artista, e nunca de mãos sujas de sangue. Torturar é um acto cruel, pelo que jamais poderá ser ético. E ética e estética são indissociáveis.

 

Por conseguinte, é urgente que os legisladores repensem o seu conceito de arte e reflictam também sobre o preconceito do especismo, que leva o homem a pensar que é um animal "superior", e que, por isso, os outros animais são, apenas, objectos que estão ao serviço dos seus interesses, sofram o que sofrerem com isso, como se eles não tivessem, tal como nós, o direito de não sofrer.

 

A ausência de compaixão provoca sofrimentos indizíveis a estes seres indefesos, cujos direitos continuam a ser atrozmente violados, nas arenas portuguesas, à sombra de uma lei que os exclui do reino animal. Cada vez mais, é urgente a interiorização do sofrimento destes animais e o respeito que lhes é devido.

 

Apesar de tudo, sonho ainda que Portugal será, em breve, um país civilizado, sem cartazes nas ruas a anunciar a tortura, nem estações de serviço público a transmiti-la em directo. Apesar de tudo, ouso acreditar que V. Exas. não ficarão indiferentes ao sofrimento atroz de um animal crivado de farpas, exausto, ensanguentado, a urrar de dor, para gáudio do lobby taurino e de todos aqueles que aplaudem tão desumano "espectáculo".

 

Com razão, Mahatma Gandhi disse que "a grandeza de uma nação pode ser avaliada pelo modo com que os animais são tratados".

 

Convicta de que não solto um grito no deserto, mas sim um apelo bem ouvido e compreendido, peço encarecidamente, a V. Exas, o favor de envidarem os melhores esforços, no sentido de ser considerada sem efeito a Lei nº 92/95, de 12 de Setembro, com a implementação de uma Nova Lei de Protecção dos Animais, e a consequente abolição da tauromaquia.

 

Desde já, agradeço toda a atenção que V. Exas. possam dispensar a este apelo.

 

Com os melhores cumprimentos,

 

Maria João Lopes Gaspar de Oliveira

 

COIMBRA»

 

***

 

FAÇO MINHAS ESTAS SÁBIAS PALAVRAS, QUE TAMBÉM AS ENVIAREI AOS SENHORES DEPUTADOS, ESPERANDO QUE TENHAM A AMABILIDADE DE AS TER EM CONTA, NA HORA DE TOMAREM UMA DECISÃO, QUE FARÁ TODA A DIFERENÇA ENTRE UM PORTUGAL CIVILIZADO, E UM PORTUGAL TERCEIRO-MUNDISTA.

publicado por Isabel A. Ferreira às 17:41

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Comentários:
De Maria João Brito de Sousa a 10 de Outubro de 2013 às 18:11
Subscrevo cada palavra da Maria João Oliveira!


O meu abraço para ambas!
De Isabel A. Ferreira a 10 de Outubro de 2013 às 19:05
Obrigada, Poeta.
Está excelente esta carta.
Um abraço.
De carlos ricardo a 11 de Outubro de 2013 às 01:46
Também eu, faço minhas as palavras da autora da carta!!!!
De Anónimo a 10 de Outubro de 2013 às 20:29
Um Apelo que os deputados vão limpar o traseiro com ele !!!
De Isabel A. Ferreira a 11 de Outubro de 2013 às 09:19
Esta linguagem e ideia são típicas dos aficionados.

Se os deputados da nação forem do tipo deste que nem nome tem, e que escreveu o que escreveu, porque a incultura não lhe dá para ideias mais elevadas, talvez dêem a este brilhante apelo a utilização referida neste comentário.

Porém, acreditamos que a Assembleia da República seja constituída por HOMENS e MULHERES com mais cultura e inteligência, e valham o ordenado que ganham (dos nossos impostos) para servirem os interesses do País e não os interesses de um lobby carniceiro.
De Elisabete a 12 de Outubro de 2013 às 12:59
Se o fizerem é com a única intenção de to esfregarem na boca, seu malcriado! Mas não será com este texto, será com outro, porque este é elevado demais para ti!
De Isabel A. Ferreira a 12 de Outubro de 2013 às 14:02
O problema é que o que aqui escrevemos é demasiado elevado para esta gente perceber.

E é isto que os deputados querem para a nação?
De Elisabete a 12 de Outubro de 2013 às 14:11
Esperemos que os deputados usem a razão e o coração, pelo menos uma grande percentagem. Sinceramente, não estou a ver o cds-pp a tomar uma posição saudável, mas os outros partidos tb têm muito peso, principalmente a Esquerda.
De Isabel A. Ferreira a 12 de Outubro de 2013 às 14:18
Claro, Elisabete. E dentro do CDS/PP e PSD há quem seja contra a TORTURA.

No PS há uns tantos a favor, bem como no PCP (alentejanos...)

Esperemos é que aqueles que são contra o costume bárbaro tenham LUCIDEZ suficiente para demonstrarem que são HOMENS e MULHERES inteligentes.
De Anónimo a 15 de Outubro de 2013 às 19:31
Suas idiota os que são contra as touradas são uma minoria muito pequena
De Isabel A. Ferreira a 15 de Outubro de 2013 às 19:48
Mais de 85% dos portugueses são CONTRA as touradas.

Esta é a VERDADE NUA E CRUA.

METAM ISSO NA CABEÇA.

São uma minoria, basta ver no número de municipios, alguns com pouquíssima gente que têm touradas.

A ABOLIÇÃO ESTÁ PRÓXIMA.
De Anónimo a 16 de Outubro de 2013 às 02:18
Você de tão idiota nem acredita no que escreve , ou então você não passa de uma autentica deficiente mental com graves problemas cognitivos . Basta ver pela Paginazeca da ANIMAL os likes que tem que nem 1% da população representa . Vocês antis são a chacota da humanidade são a ralé mais baixa do Povo
De Isabel A. Ferreira a 16 de Outubro de 2013 às 11:09
Vocês são tão poucos, tão poucos, que o anónimo que escreveu o comentário anterior, escreveu este também.

E lá vai mais um para o Dossier.

Com uma linguagem cultíssima.
De Anónimo a 15 de Outubro de 2013 às 19:29
Olhe vá mas é cozer meias ó idiota . Os deputados estão-se a borrifar para as vossas ideologias podres e merdosas
De Isabel A. Ferreira a 15 de Outubro de 2013 às 19:54
LINGUAGEM QUE OS DEPUTADOS IRÃO GOSTAR DE LER, PARA VEREM OS INCULTOS E BRONCOS QUE ESTÃO A APOIAR.

AINDA POR CIMA UMA MINORIA.

E COMENTÁRIOS COM LINGUAGEM DESTA ( E AINDA MAIS ORDINÁRIA( TENHO ÀS CENTENAS, PARA ENVIAR PARA A ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA NO MOMENTO CERTO.

VÃO SABER QUEM OS AFICIONADOS S\AO.

De Anónimo a 16 de Outubro de 2013 às 02:19
Minoria são vocês animalistas de merda que não passam de uns tristes coitados , doentes mentais m, putas e paneleiros .
De Isabel A. Ferreira a 16 de Outubro de 2013 às 10:59
Outro comentário que irá directinho para o Dossier Assembleia da República, para que os deputados portugueses saibam QUEM SÃO os aficionados "cultos" da tauromaquia, felizmente uma INSIGNIFICANTE MINORIA, protegidos por uma lei irracional.
De Elisabete a 16 de Outubro de 2013 às 14:42
Linguagem própria do blog gaiola das malucas, mas para localizar melhor o aficionado anónimo (que de tão cobarde que é não tem coragem de se identificar), tb chamado de sortes de gaiola. Tenho a impressão que esta visão afunilada vem daí... daquelas páginas insanas e doentias, carregadas de imagens de sangue e sadismo.

Vocês aficionados são capazes de tudo... de tudo! Além de serem beberrões, arruaceiros, mulherengos (adoram praticar infidelidades de todas as formas e em todas as latitudes), são igualmente racistas, ladrões... e como frequentemente se verifica, malcriados portadores de uma muitíssimo baixa moral.
De Isabel A. Ferreira a 16 de Outubro de 2013 às 18:27
Estou completamente de acordo consigo, Elisabete.

É são estes que a Assembleia da República quererão continuar a apoiar?

Só a desprestigiaria mais do que já esta.
De Anónimo a 17 de Outubro de 2013 às 23:03
Podemos ser muitas coisas agora nem putas nem paneleiros ne drogados como vocês antis são .
De Isabel A. Ferreira a 18 de Outubro de 2013 às 09:39
Senhores deputados da nação, eis um espécime daqueles que o governo português apoia, do bom e do melhor.

E atenção à "projecção freudiana". Sofrem todos do mesmo. Um mecanismo de defesa.

O que eles são, projectam nos outros para reduzir a própria ansiedade.

É preciso ter isto em conta: os deputados da nação estão a apoiar uma psicopatia.

Será isto normal, por parte de governantes?
De Elisabete a 11 de Outubro de 2013 às 09:11
Eu também as subscrevo todas! Ninguém pode ficar indiferente perante tão VERDADEIRO texto.
De Fátima Modesto a 11 de Outubro de 2013 às 12:51
Todo e qualquer espectáculo que tenha como pano de fundo a tortura de um animal é absolutamente irreal nos tempos em que arvoramos em que estamos no Séc.21 com tudo o que isso queira dizer.
Quando nos insurgimos contra espectáculos da idade média onde pessoas eram atiradas para arenas de leões e tigres, eu gostava de saber qual a diferença.
A capacidade de um povo de fazer mudanças, passa pela capacidade de fazer chegar aos senhores que nos governam em que não gostamos,não aceitamos espectáculos que nos envergonham.
Acredito (ainda)no ser humano e quero acreditar, que, no meio de tanta gente na Assembleia da República, haja seres sensíveis e com formação de carácter, suficientes para acabar de vez com uma lei que exclui o que quer que seja de animais.
Quero honrar-me dos políticos que nos governam, onde fui votar e quero acreditar que a nossa história não se pode alicerçar em torturas, em desumanidades, em prol de uma elite que não sabe viver de outra forma.
De Isabel A. Ferreira a 11 de Outubro de 2013 às 13:57
Exactamente, Fátima.

Todos nós gostaríamos de celebrar os nossos políticos, os políticos que elegemos, para servir Portugal e não os lobbies que rodam a Assembloeia da república a corromper os corruptíveis.

Mas vamos ter esperança de que a maioria seja honesta, inteligente e humana.
De Maria João Ramos a 11 de Outubro de 2013 às 17:58
Boa tarde. Gosto tanto do seu blog! Será que posso também enviar este texto aos deputados? Estou a preparar mail's mais pessoais aos deputados do meu distrito de residência (Viana do Castelo) do meu distrito de nascimento (Guarda) e dos distritos onde vivem os meus sobrinhos (Coimbra e Leiria). No essencial, está de facto muito bem escrito, mas não quero violar direitos de autor... Obrigada por se importar e por não desistir! Cumprimentos fraternos.
De Isabel A. Ferreira a 11 de Outubro de 2013 às 18:08
Tudo o que for para o bem-estar dos Bovinos e dos Cavalos é válido.

Pode enviar este texto e todos os seus contactos igualmente, porque não viola direitos de autor.

Pelos Bovinos e Cavalos SEMPRE.

De Maria João L. Gaspar de Oliveira a 12 de Outubro de 2013 às 02:24
Maria João, de modo algum, viola direitos de autor, até porque este texto destina-se, precisamente, a ser enviado, para a Assembleia da República, por todos nós , que somos contra a tortura dos animais nas arenas. Eles precisam que sejamos muitos, nesta LUTA pelo fim de tão cruel "espectáculo". Por isso, agradeço que divulgue e envie este texto para os endereços que a Isabel Ferreira já indicou. No próximo dia 25, vai ser discutida, no Parlamento, uma nova Lei de Protecção dos Animais, pelo que é urgente unir esforços, no sentido de ser abolida a tauromaquia que tanto sofrimento provoca! Obrigada por ter correspondido ao nosso apelo! Um abraço!
De Isabel A. Ferreira a 12 de Outubro de 2013 às 14:21
Obrigada, nós, Maria João, pelo seu excelente contributo.

É de mais MULHERES e HOMENS com a GARRA da Maria João L. Gaspar de Oliveira que Potugal precisa URGENTEMENTE.
De Maria João L. Gaspar de Oliveira a 13 de Outubro de 2013 às 00:05
É, precisamente, o que eu penso a seu respeito, Isabel! Obrigada pelo incentivo. Um abraço!
De Isabel A. Ferreira a 13 de Outubro de 2013 às 10:25
Obrigada Maria João L. Gaspar de Oliveira.

Ambas sabemos o que nos move.
Ambas andamos no mundo com um objectivo, e esse objectivo é contribuir para a tentativa de deixar um mundo mais harmonioso para os vindouros.

Bem haja pela sua acção.
De Maria João L. Gaspar de Oliveira a 13 de Outubro de 2013 às 16:28
Sem dúvida, Isabel. Só assim, a vida pode ter sentido. Um grato abraço!
De Isabel A. Ferreira a 13 de Outubro de 2013 às 17:52
U abraço, Maria João L.G. de Oliveira
De Elisabete a 13 de Outubro de 2013 às 16:12
E para o Governo Regional dos Açores também o devemos enviar.
De Isabel A. Ferreira a 13 de Outubro de 2013 às 17:54
Exactamente, Elisabete. Lá pelas Ilhas dos Açores aquilo anda muito desandado.

É uma vergonha para um arquipélago que poderia estar nos tops de destino de férias, para gente culta.
De Maria João L. Gaspar de Oliveira a 13 de Outubro de 2013 às 18:28
Tem razão, Elisabete! Devemos enviar o texto para os Açores. E também para a Madeira. Isabel, tem os respectivos endereços de e-mail?

Comentar post

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Fevereiro 2024

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
21
22
23
25
26
27
28
29

Posts recentes

Dois anos de guerra na Uc...

«Bicadas do Meu Aparo: “P...

Na passagem do 97º aniver...

Aleixei Navalny, um símb...

Os Defensores dos Direito...

Legislativas 2024 - Movim...

Os Polícias são traidores...

João Moura condenado: jus...

24 de Janeiro de 1944: ao...

«Bicadas do meu aparo: “S...

Arquivos

Fevereiro 2024

Janeiro 2024

Dezembro 2023

Novembro 2023

Outubro 2023

Setembro 2023

Agosto 2023

Julho 2023

Junho 2023

Maio 2023

Abril 2023

Março 2023

Fevereiro 2023

Janeiro 2023

Dezembro 2022

Novembro 2022

Outubro 2022

Setembro 2022

Agosto 2022

Junho 2022

Maio 2022

Abril 2022

Março 2022

Fevereiro 2022

Janeiro 2022

Dezembro 2021

Novembro 2021

Outubro 2021

Setembro 2021

Agosto 2021

Julho 2021

Junho 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

AO90

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, nem publica textos acordizados, devido a este ser ilegal e inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais. Caso os textos a publicar estejam escritos em Português híbrido, «O Lugar da Língua Portuguesa» acciona a correcção automática.

Comentários

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. 1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome. 2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas". 3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt