Domingo, 8 de Setembro de 2013

«CAMPO PEQUENO, ONTEM: IRRA, QUE PIOR ERA IMPOSSÍVEL!» DIZEM OS AFICIONADOS…

 

Maravilha! Tudo corre mal na tauromaquia... 

 

Diz-se aqui que o campo pequeno “encheu”, na tourada da passada 5ª feira…Encheu? À custa de quê? Claro, da LUX, e a maioria dos bilhetes foi oferecida, e com certeza até pagaram às “vedetas”, para estarem presentes (sabemos que elas vivem destes expedientes).   

 

Praça cheia, de borla? E a coisa correu mal? Que MARAVILHA!

 

 

Vejamos o que dizem os aficionados:

 

«Miguel Alvarenga - A praça encheu - cheia, mesmo! -, o ambiente era enorme, mas a tourada de ontem à noite no Campo Pequeno foi uma total e completa decepção. Mais que isso: pode mesmo ter constituído a machadada fatal num espectáculo que já viveu melhores dias e cujo fim, por este andar, está agora mesmo por um fio.

 

Demos ontem de mão beijada aos anti-taurinos a vitória por que eles lutam empenhadamente - e, se calhar, com razão - há muito tempo.

 

Não faz sentido algum que uma praça encha, que o entusiasmo seja tanto como o que ontem se vivia antes da tourada e que, depois, aconteça o que aconteceu.

 

Não faz sentido que a primeira figura mundial do rejoneio venha ao Campo Pequeno, justifique, de facto, a tremenda força de bilheteira que tem, encha a praça e depois... tenha faltado o principal, ou seja, o toiro.

 

Os toiros "nhoc-nhoc" de ontem eram mais "nhoc-nhoc" que os "nhoc-nhoc" e tudo o que é demais, enjoa. Um homem a empurrar uma tourinha tinha surtido um maior efeito que "aquilo". Pelo menos, "investia" pelo caminho certo e os toiros (aquilo eram toiros?...) de ontem... nem isso fizeram.

 

Abstenho-me, pela degradação a que assisti (ao quinto toiro, fui-me embora incomodado com uma coisa tão deprimente), de comentar o que quer que seja. Toureiros e forcados fizeram ontem o ridículo diante de uma vergonhosa "carneirada". Quando se chega onde ontem se chegou, isto é, quando se bate no fundo, o melhor é fechar a luz e ir embora. É o que vou fazer.

 

O melhor da festa foi mesmo a festa do "Farpas", à tarde, no bar "Volapié". Entregámos o troféu a Pablo Hermoso de Mendoza (foto o lado) e reunimos um punhado de grandes e bons aficionados numa sala cheia e num ambiente fora de série - é disso e só disso que vos vamos hoje aqui apresentar reportagens. O resto, a tourada, essa não valeu mesmo a pena. Irra, que pior era impossível!»

 

Fonte:

http://farpasblogue.blogspot.pt/2013/09/campo-pequeno-ontem-irra-que-pior-era.html

 

***

Desta vez foi com muito gosto que citei este Blog.

Façam as malinhas e emigrem todos para o Planeta Marte.

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 15:42

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Comentários:
De Arsénio Pires a 8 de Setembro de 2013 às 18:24
Muito bem, SR. Alvarenga! Então "o ambiente era enorme"! Seja lá o que isso for... pelo que nos conta o ambiente tinha dimensão a não caber nos curros!

Mas só agora é V. Excia se dá conta de que esse bárbaro espectáculo é mesmo um "degredo" (como agora a juventude diz...)?

Gabo-lhe a decisão de mudar de "ambiente"! Virou costas ao "degredo" e penetrou no tal bar! Assim é que é! "... reunimos um punhado de grandes e bons aficionados numa sala cheia e num ambiente fora de série".
O "ambiente deixou de ser "enorme" passando a ser "fora de série"!
Descrição perfeita e pré-monitória do futuro dos aficionados sem as tão amadas touradas: um bar, um copo e muito tintol! Para esquecer as mágoas... talvez também um faduncho marialva ou coisa que o valha!
E... quem vier por último que apaga as luzes!
Que grande seca, não!
De Isabel A. Ferreira a 8 de Setembro de 2013 às 19:15
Boa, Arsénio!

Isto está bom. Está no bom caminho.
De Elisabete a 9 de Setembro de 2013 às 20:39
Em Novembro de 2011 participei da manifestação contra o touro de fogo em frente à embaixada de Espanha. Éramos por volta de 80 ou 90 pessoas na Av. da Liberdade em Lisboa, poucos mas o ambiente era de luto. Houve jornalistas e reportagem. Quando participo sinto-me mais útil, mais perto deles, dos touros, falo por eles, como a Isabel aqui no blog e fá-lo muito bem! Ainda bem que a vontade popular começa a falar mais alto e em França, mas tudo isto tem de acabar e o mais depressa possível.
Abraço
De Isabel A. Ferreira a 9 de Setembro de 2013 às 21:17
Há um meio democrático para enterrar de vez esta peste negra, o mais depressa possível.

Vamos tentar pôr em prática esse plano.
Um abraço para si também.

Comentar post

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Abril 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Posts recentes

Março/09/2021: um dia ne...

«O último adeus» - "Enqua...

Estão a aparecer cordeiro...

Este monstro marinho, cha...

«Morreu [o Touro] Marism...

O Planeta Terra e os seus...

«A Páscoa é sempre “pagã”...

«Tempos de Páscoa»

Parlamento aprova propost...

Planeta Terra em alerta v...

Arquivos

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

Acordo Ortográfico

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, devido a este ser inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais.

Comentários

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt