Terça-feira, 27 de Agosto de 2013

TORTURAR UM TOURO QUE NÃO PODE DEFENDER-SE É DE COVARDES, E FORJAR MENTIRAS SOBRE ALGUÉM QUE TEM OBRA PÚBLICA É DE PSICÓTICOS DELIRANTES

 

 ATENÇÃO ILHA TERCEIRA!

 

Este texto é para aqueles que não tendo argumentos que justifiquem a anormalidade da tourada à corda, comportam-se como psicóticos delirantes

 
 
 

Os terceirenses, adeptos das touradas à corda, andam tão desesperados com o que nunca lhes disseram, nem sequer imaginavam que pudesse ser realidade, pois nunca nenhum governante terceirense foi suficientemente lúcido para lhes dar a oportunidade de evoluírem, de se instruírem, ou de os tirar daquele submundinho tauromáquico em que vivem, não conhecendo nada mais do mundo, a não ser o pior que o dito ser humano tem: a crueldade.

 

Na sequência disso, recebi centenas de comentários a textos em que abordo a aberração da tourada à corda na Ilha Terceira (como já o fiz para Ponte de Lima, outra terra atrasada), e entre esses, este que vou destacar pelo delírio do seu autor, que foi apanhado numa armadilha, forjando mentiras a meu respeito, com o intuito, de me fazer calar.

 

Mas quem não deve não teme, e eu nunca me calo.

 

Já certa vez a prótoiro utilizou o mesmo estratagema, e deu-se mal, e este Gustavo Couto, foi repescar as patranhadas da protóiro e vai dar-se mal também.

 

Então eis o que diz este psicótico delirante (o bolt sublinhado é meu):

 

Gustavo Couto, deixou um comentário ao post O FLORIBERTO LUZ É UM AFICIONADO DA TOURADA À CORDA DOS AÇORES QUE DEIXOU ESTES COMENTÁRIOS NO MEU BLOG às 13:47, 2013-08-27.

Comentário:

«Bom dia, apenas hoje tomei conhecimento de toda a polémica que havido em torno dos seus comentários sobre as touradas na Ilha Terceira e apesar de saber que "é o combate que a apraz, e não a vitória", escrevo estas linhas.

 

É verdade os toiros são corridos nas ruas (tanto que mostra alguns vídeos), tal como é verdade que foi desclassificada no exame de vestibular para a Universidade Pública do Rio de Janeiro e que alega que tal aconteceu por preconceito e não por incompetência. (1)

 

É verdade que nos divertimos com os toiros a correram na rua (principalmente quando apanham alguém, lol), tal como é verdade que acabou o 1º ano do curso com distinção na Universidade Gama Filho (particular uma vez que não entrou noutra). (2)

 

É verdade que se bebe e se diverte em todas as touradas e que muito lixo se faz, como é verdade que comenta as nossas tradições (entre elas as touradas) sem que as tenha alguma vez visto nem tão pouco falado com alguém sobre o mesmo.

 

É verdade que nem todos os Terceirenses são aficionados, mas também é verdade que até esses já tiveram mais contacto com o toiro (no pasto e na rua) do que a Dra.

 

É verdade que o touro é exposto a uma carga de stress de cerca de 25 minutos quando é toureado na rua, como é verdade que defende a estratificação da sociedade e a superioridade étnica que legitima a escravidão dos negros e índios que durou anos. Quero com isto dizer que posso tirar uma conclusão acerca da sua pessoa com base apenas nestes fragmentos da sua vida e que em nada correspondem à verdade. (3)

 

Concluo com um link para para aquele que é para mim o melhor anúncio de todos os tempos e que foi realizado no Brasil para o "Folha de São Paulo" e que gostaria que desse bom uso ao mesmo. http://www.youtube.com/watch?v=8wEkNYErcdE P.S.

 

Vivemos numa era global e quem muito se expõe fica sujeito a que muito facilmente se recolha informação acerca de si, pelo que não está assim tão anónima... (4)

 

***

 

(Sem falsa modéstia):

 

(1) Esta é verdade. Já a contei em público. Fiz o exame de vestibular para a Universidade Pública, e o primeiro foi Português, e tirei a nota máxima (o único 10 entre todos os alunos que se apresentaram a exame); no segundo, História do Brasil, o examinador achando-me “exótica” perguntou-me a nacionalidade. Podia ter dito que era inglesa, como disse muitas vezes para poder trazer mais leite para casa, ou pão, ou açúcar, no tempo dos racionamentos.

 

Mas naquele dia, tinha de dizer a verdade, porque havia papéis. E a minha folha de exame foi logo marcada. E claro, uma portuguesa nunca entraria numa Universidade do Estado. E não fui só eu. A um outro português, com um bigode que não enganava ninguém, chamado António, aconteceu-lhe o mesmo.

 

E não tivemos outra hipótese senão ir fazer a segunda chamada na Universidade Gama Filho, a mais conceituada da América Latina. As vagas eram 14. Os candidatos mais de 250. Entrei eu e o António também.

 

A MENTIRA é que NÃO FUI DESCLASSIFICADA E O PRECONCEITO NÃO FOI MEU.

 

(2) Também é verdade. A Universidade Pública não aceitava estrangeiros, tive de ir para a privada (ESTA É A VERDADE) e entrei para a melhor Universidade da América Latina (onde se pagava os olhos da cara) com as melhores notas. Acabei o primeiro ano com distinção, e fui das que por aquela Universidade passaram que teve as notas mais altas, por isso ofereceram-me uma Bolsa de Estudo para vir estudar para Coimbra (um sonho meu).

 

- Até aqui nada de especial. É verdade e é público.

 

(3) Este ponto, porém, é absolutamente de alguém que delira, que não me conhece e não conhece a minha obra, os valores que defendo.

 

Gustavo Couto, se é que tem CAPACIDADE DE LER, leia o meu livro CONTESTAÇÃO, e verá lá os valores que defendo, e que pratico. Se ainda não esgotou, está à venda na livraria online da Chiado Editora.

 

(4) É verdade, vivemos numa era global, e todas as VERDADES se sabem.

 

E obviamente não sou nenhuma ANÓNIMA. Assinei milhares de textos, durante VINTE ANOS, a trabalhar para diversos jornais diários portugueses, como correspondente de imprensa, e tenho oito obras publicadas. Mas não admira que na Ilha Terceira não saibam quem sou.

 

Agora, as MENTIRAS forjam-nas os psicopatas, que não tendo argumentos para defender uma aberração, tentam DIFAMAR (e isto sim, é difamar, se me chamar bronca, não me difama, apenas diz algo que não me faz enfiar carapuças), quem tem um nome público.

 

Também existe na Ilha Terceira alguém chamado Popeye, que inventou alguém que diz que me conheceu no Brasil… e até anda a escrever um folhetim sobre a minha pessoa…  

 

O nome pelo qual era conhecida no Brasil não é o mesmo pelo qual sou conhecida hoje. O Popeye é um MENTIROSO.     

 

Hoje adopto um nome literário. E isabéis… há muitas, como os chapéus….


Enfim…

 

Mas uma coisa ficou aqui provada pelo próprio comentador: é verdade que a tourada à corda é um costume de broncos.

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 16:42

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Comentários:
De Anónimo a 27 de Agosto de 2013 às 18:46
Pois pois pode não haver um Popeye mas existe um tal Daniel Firmino que sabem bem todas as razões pelas quais você foi corrida do Brasil , e pelo qual culpou os Professores da Universidade no Brasil , por a terem chumbado você acusou-os de racismo .
De Isabel A. Ferreira a 27 de Agosto de 2013 às 19:25
Hilariante o comentário desta criatura sem nome.

Continuam a forjar MENTIRAS porque não têm como justificar a BARBÁRIE DAS TOURADAS À CORDA.

E vocês caíram nas patranhadas da prótoiro, que já utilizou essa INTRUJICE para me atingir.

E vocês são tão parvos que caem no mesmo ERRO.

Além disso nem sequer SABEM LER, se soubessem ler teriam lido no meu texto, que ACABEI O PRIMEIRO ANO DA FACULDADE NO BRASIL COM DISTINÇÃO, e NUNCA CHUMBEI NEM SEQUER A UMA CADEIRA. E ganhei uma bolsa de estudo, não fui corrida. Não sabem ler?

E isto tudo pode ser provado tanto pela Universidade Gama Filho, como pela Universidade de Coimbra.

Acontece que, e está publicado algures neste blog, a verdadeira história desse DANILO FIRMINO, um vigarista que foi PAGO pelo lobby da editora do livro “1808” (o qual CONTESTEI num outro livro intitulado CONTESTAÇÃO) para inventar mentiras e denegrir a minha imagem.

A editora e o autor não gostaram das VERDADES, tal como vocês NÃO GOSTAM, e então utilizam a MENTIRA E A DIFAMAÇÃO como ARGUMENTOS para DESVIAREM O ASSUNTO.

Mas não conseguem atingir-me com as vossas MENTIRAS e principalmente com a vossa DESMESURADA IGNORÂNCIA.

Vir para aqui citar um VIGARISTA!

Esta história tem barbas brancas e é conhecida no Brasil. E até já se fez um programa de televisão (no qual fui uma das protagonistas) sobre o 1808 e a minha CONTESTAÇÃO.

Nunca leram nada. Nunca viram nada. Nunca saíram da toca. Não sabem o que se passa no mundo literário, e vêm para aqui citar um vigarista pago para dizer mentiras.

E A VOCÊS, QUEM VOS PAGOU?
De Arsénio Pires a 28 de Agosto de 2013 às 00:01
Realmente estes broncos são mesmo uma aberração da natureza!
Não dão uma pra caixa!
Não são capazes de ter um discurso que não seja de ofensa rasteira.
Não são capazes de apresentar sequer um argumento que sustente o seu gosto por espectáculos bárbaros onde se divertem sadicamente com o sofrimento de animais.
À falta de argumentos, mentem, insultam e ameaçam.
Os fracos reagem sempre assim!
Eles são a nossa força!
Se não fosse o primitivismo dos que por aqui vão aparecendo, isto era não tinha tanta graça! :-)
De Isabel A. Ferreira a 28 de Agosto de 2013 às 09:53
Broncos, são broncos, Arsénio. Não sabem mais nada a não ser exercer a violência inata que os move.

Com estes, a Causa da Abolição só ganha pontos.
De Carlos Ricardo a 29 de Agosto de 2013 às 20:44
Quem não tem argumentos para vencer as convicções e as razões de uma luta que no caso da Isabel é a luta da GRANDE MAIORIA dos portugueses, vai vasculhar na vida privada das pessoas, alterando a seu bel prazer a verdade do que descobre, mostrando assim a falta de carácter que possui !!
Efectivamente, Isabel, gabo-lhe a paciência de responder a este tipo de pessoas. Não merecem esse esforço porque o que pretendem não é o esclarecimento. O que pretendem é calar a voz de alguém que, frontalmente, lhes mostra o horror do que andam a fazer. Porque eles SABEM BEM que estão errados.
Mas tendo por base aquilo que esses tais dizem, que a tourada é uma luta leal (nada de mais cínico) e havendo nela 2 contendores, eu apoio e aplaudo o toiro. Por isso, fico contente sempre que o toiro "manda" alguém para o hospital... É o meu lado a vencer...!!
De Isabel A. Ferreira a 29 de Agosto de 2013 às 21:27
Só me dou ao trabalho de responder a esta gente porque tenho pena dela, Ricardo. São uns pobres coitados.

Coscuvilharam a minha vida, mas distorcendo a verdade, para se sentirem mais felizes.

O pior é que essa felicidade pode transformar-se em desgosto de um momento para o outro.

Não sei se eles têm capacidade de ver que estão errados. Mas tentamos dizer-lhe que o copo é de barro e não de cristal.

E claro, tal como o Carlos Ricardo, estou sempre, sempre do lado do Touro.

Comentar post

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Setembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
15
16
25
26
27
28
29
30

Posts recentes

A INEVITÁVEL EXTINÇÃO DA ...

SANTO CATÓLICO FESTEJADO...

O MUNDO ESTÁ DE LUTO

«OLHA-ME»

PRESIDENTE DA REPÚBLICA E...

O TOURO MEDIU BEM A COBAR...

LUCÍLIA GAGO SUBSTITUI JO...

JERÓNIMO DE SOUSA FOI À M...

«SOBRE O TOURO ACIDENTADO...

E DEPOIS NÃO GOSTAM DE SE...

Arquivos

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados
RSS

ACORDO ORTOGRÁFICO

EM DEFESA DA LÍNGUA PORTUGUESA, A AUTORA DESTE BLOGUE NÃO ADOPTA O “ACORDO ORTOGRÁFICO” DE 1990, DEVIDO A ESTE SER INCONSTITUCIONAL, LINGUISTICAMENTE INCONSISTENTE, ESTRUTURALMENTE INCONGRUENTE, PARA ALÉM DE, COMPROVADAMENTE, SER CAUSA DE UMA CRESCENTE E PERNICIOSA ILITERACIA EM PUBLICAÇÕES OFICIAIS E PRIVADAS, NAS ESCOLAS, NOS ÓRGÃOS DE COMUNICAÇÃO SOCIAL, NA POPULAÇÃO EM GERAL E ESTAR A CRIAR UMA GERAÇÃO DE ANALFABETOS.

CONTACTO

isabelferreira@net.sapo.pt