De Arsénio Pires a 27 de Agosto de 2013 às 21:55
É preciso gritar bem alto que a maior responsabilidade por ainda existirem touradas e espectáculos quejandos em Portuga,l é dos nossos representantes e governantes democraticamente eleitos para tratarem do bem comum de todos os seres vios: Assembleia da República, Presidentes de Câmara e de Junta de Freguesia.
A eles compete acabar com esta palhaçada mórbida e sádica, imprópria de gente evoluída, que são os tais espectáculos que se alimentam do sadismo e lucro duns quantos.
Infelizmente, temos um leque de políticos quase todos eles de baixa ética e inexistente moral para tratar da República! Por isso estamos na cauda da Europa!
De Isabel A. Ferreira a 28 de Agosto de 2013 às 09:59
E também por isso, Arsénio, é preciso denunciá-los.

Eu enviei este texto para o dito cujo "candidato" ao serviço do lobby tauromáquico (e não do povo); ao Partido Socialista Português (não é com gente assim que se ergue um país que está no fundo de um poço); e fiz uma queixa à CNE, porque fazer propaganda política com tortura animal não é da ética.

Os portugueses que não se identificam com esta barbárie deviam fazer o mesmo.
Enchê-los de protestos.
De Arsénio Pires a 28 de Agosto de 2013 às 11:24
É isso mesmo, Isabel.
Esta aberração das touradas que, antes do Iluminismo,existia por toda a Europa, foi banida dos países evoluídos. Exemplo, Inglaterra onde havia mais touradas do que em Espanha; aqui, foi banida há 200 anos! Duzentos (200) anos!
Ficou a Espanha reacionária à cultura das Luzes que estendeu esta atrocidade a Portugal e às suas colónias na América latina.
Mas, curioso! As suas ex-colónias já evoluíram e, na sua maioria, já proibiram estes espectáculos de sadismo e de tota desprezo pela vida dos animais que sentem a dor eo stresse como os animais racionais.
Temos que continuar a alertar a classe dirigente deste país para a urgência de acabar com esta VERGONHA nacional!
De Isabel A. Ferreira a 28 de Agosto de 2013 às 11:51
Pois, é isso mesmo, Arsénio.

Os princfipais impulsionadores desta vergonha são os vergonhosos e ignorantes políticos que temos.

Por isso os nossos "mísseis" têm de ser apontados para eles, não descurando, é claro, o povinho, que nunca ouviu falar de EVOLUÇÃO, porque aos governantes interessa um povo ifnorante.

E isto tem, de acabar.

E os três tristes países Espanha, Portugal e França dizem-se europeus... Podem até ser. Mas estão na berma da Europa.

Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.