Comentários:
De Henrique Luiz a 19 de Dezembro de 2013 às 18:28
É profundamente lamentável que algumas pessoas falem sobre o que não conhecem.
As touradas à corda, na Ilha Terceira, fazem parte de todo um ritual cultural centenário.
Quem não gosta ... procure algo que goste e pare de insultar a Ilha Terceira e seu povo.
Parvos existem em qualquer parte do mundo, assim não me admira que por aqui se façam presentes alguns representantes da "PARVALHICE" que são contra tudo que não conhecem.
De Isabel A. Ferreira a 20 de Dezembro de 2013 às 12:10
É PROFUNDAMENTE LAMENTÁVEL QUE DEPOIS DE TUDO O QUE AQUI SE DISSE SOBRE A TORTURA A QUE É SUBMETIDO UM BOVINO, NAS TOURADAS Á CORDA OU NAS OUTRAS MAQUIAVÉLICAS VARIANTES DA TAUROMAQUIA, AINDA HAJA QUEM NÃO TENHA PERCEBIDO QUE ESSE RITUAL BÁRBARO (QUE NADA TEM DE CULTURAL, A CULTURA ELEVA O HOMEM A TORTURA REBAIXA-O AO MAIS BAIXO NÍVEL) NÃO PASSA DISSO MESMO: UM RITUAL BÁRBARO PRATICADO, APLAUDIDO E APOIADO POR QUEM NÃO ESTÁ NO SEU JUÍZO PERFEITO.

O ENFORCAMENTO EM PRAÇA PÚBLICA TAMBÉM ERA UM RITUAL MILENÁRIO, E ACABOU.

PORQUÊ?

PORQUE HOUVE EVOLUÇÃO.

NA ILHA TERCEIRA, INFELIZMENTE, A EVOLUÇÃO AINDA NÃO CHEGOU. PODE SER QUE ESTEJA A CAMINHO, MAS AINDA NÃO CHEGOU.

E PELA ENÉSIMA VEZ: ISTO NÃO TEM NADA A VER COM GOSTAR OU COM NÃO GOSTAR. TEM A VER COM PRÁTICAS REVOLTANTES E CONDENÁVEIS À LUZ DA INTELIGÊNCIA HUMANA E DA SENSIBILIDADE.

PARVOS E BRUTAMONTES EXISTEM EM QUALQUER PARTE DO MUNDO. É VERDADE. MAS EM ALGUMAS PARTES DO MUNDO ELES CONCENTRAM-SE NUM LUGAR E É UMA VERDADEIRA PARVALHEIRA. A BRUTALIDADE CRUA E PURA.

E AQUI NINGUÉM FALA DO QUE NÃO CONHECE.

FALA-SE COM CONHECIMENTO DE CAUSA.

APRENDAM ALGUMA COISINHA E EVOLUAM, DE UMA VEZ POR TODAS!

Comentar post