Comentários:
De JoaoM a 5 de Agosto de 2013 às 20:53
"Quanto ao que fazia se visse um touro? Pois digo-lhe que já estive frente a frente com um Touro, e o que aconteceu foi um abraço, porque o Touro tem o instinto APURADO e sabe quem é AMIGO e sabe quem é INIMIGO. A mim nenhum Touro JAMAIS me faria mal."

Obrigada por ter feito Portugal rir com esta frase!
De Isabel A. Ferreira a 5 de Agosto de 2013 às 21:28
Apenas um reparo: Portugal não. De modo algum.

Apenas os BRONCOS SE RIRAM da minha frase VERDADEIRA porque a IGNORÂNCIA quando é MUITA dá apenas para o riso Não dá para RACIOCINAREM.

Portugal não está metido na vossa BRONQUICE. Nem de perto, nem de longe.

Vá ver a percentagem dos BRONCOS que existem em Portugal,aqui:

http://arcodealmedina.blogs.sapo.pt/311792.html
De JoaoR a 6 de Agosto de 2013 às 13:42
Eu adorava ver esta senhora a dar um abraço a um toiro. Adorava! hehehehe
De Isabel A. Ferreira a 6 de Agosto de 2013 às 14:05
É algo que nem escondido poderá ver.

Sabe porquê? Porque o INSTINTO do Touro, que é apuradíssimo, detectava o INIMIGO (JoãoR) à distâcia e ia a correr para onde estivesse, dar-lhe uma cornada bem merecida.

Para ver-me dar um abraço a um Touro necessitaria de ser AMIGO do Touro.

Talvez na próxima encarnação. Quem sabe?

A sua conversa só prova que sabe tanto de Touros como eu de Física Quântica.
De JoaoM a 5 de Agosto de 2013 às 22:03
Apresente-me esses resultados no site ou num comunicado oficial da parte da IGAC. Só assim posso acreditar!
De Isabel A. Ferreira a 5 de Agosto de 2013 às 22:15
VEJA OS LINKS.
LEIA TUDO.
VÁ À INTERNET.

NÃO SOU SUA CRIADA.

E para mim tanto me faz que acredite ou não.
Os factos SÃO ESTES. INDESMENTÍVEIS, no mundo inteiro.

E há muito mais.

PROCURE. E BANZE-SE com os resultados.

A TOURADA ESTÁ POR UM FIO, à espera da ESTOCADA FINAL.

E o seu descrédito não vai ALTERAR OS NÚMEROS QUE SÂO REAIS.
De Mário Carvalho a 6 de Agosto de 2013 às 18:00
Boa tarde Isabel,

Antes de mais permita-me informar que não sou defensor da tourada.

No entanto informo que as fontes que apresentou não são fidedignas. A divulgação de informação que se toma como verdade deverá ser precedida de alguma investigação. Contrariamente ao que respondeu a um dos intervenientes, não se trata de ser ou não criada dos seus leitores.

Trata-se antes de associar a sua imagem e a do seu blog a uma notícia que é ausente de confirmação.

Com certeza que haverá quem evita deslocar-se a locais onde se praticam festas que ferem a sua sensibilidade.

Mas esta notícia sem confirmação parece-me por demais fabricada.

Um grande bem haja.

Mário Carvalho
De Isabel A. Ferreira a 6 de Agosto de 2013 às 19:52
Boa tarde:

Mário Carvalho, não sou criada dos meus leitores, quando eles não fazem o "trabalho de casa". Se querem saber, têm de ler tudo até ao fim. E o “cavalheiro” em questão não me mereceu consideração.

Mas esse caso não é este caso.

Este meu texto foi baseado nesta fonte:
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10152098599949622&set=gm.544235792291525&type=1

Um grupo de voluntários jovens decidiu enviar para os Açores (para ajudar, com certeza, o turismo) os tais turistas, também jovens, os quais viram na Internet aquela foto horrorosa, e decidiram cancelar a viagem. Os jovens ficaram furiosos com as autoridades açorianas, que promovem, estas aberrações que turistas mais cultos não gostam.

E foi isto que se passou. A notícia tem fundamento. Não é inventada.

Só que coloquei a fonte menos importante.

Espero que tenha ficado esclarecido.

Muito obrigada pela sua chamada de atenção.

Comentar post