Quarta-feira, 24 de Julho de 2013

«HEIL prótoiro»

 

Reflexões: Portugal vive em democracia? O povo é quem mais ordena? A lei de excepção serve esse povo? Serve o País?

 

Se vive em democracia e se o povo é quem mais ordena, em Viana do Castelo NÃO SE REALIZARÁ TOURADA, simplesmente porque os vianenses NÃO QUEREM.

 

E quem é a prótoiro, mais os seus “padrinhos” para impedirem a vontade de um povo e a postura de um município que se declarou anti-tourada?

 

A ver vamos se vivemos em Democracia, ou se o NAZISMO impera em Portugal.

 

A VER VAMOS QUEM MANDA EM VIANA.

 

 

Por PRÓTOURO

 

«Subitamente, descobrimos, que vivemos numa ditadura tauromáquica onde de ora em diante, todos os cidadãos deste país e especialmente os cidadãos de Viana do Castelo, serão obrigados a fazer a saudação nazi à “prótoiro”.

 

Neste momento quem governa as câmaras municipais, não são aqueles que foram democraticamente eleitos pelos cidadãos, mas sim uma organização fascista e nazi que dá pelo nome de “prótoiro”.

 

Quando uma associação que se diz privada tem o desplante de anunciar para os órgãos de comunicação social que não só realizará uma nova tourada em Viana do Castelo, bem como entrará com uma acção para declarar a nulidade de cidade anti-touradas, feita por essa edilidade, algo está podre no reino da Dinamarca, perdão Portugal.

 

O que assistimos neste momento, não é uma birra de putos a quem os pais não compraram a última versão da playstation, o que assistimos é a uma completa subversão do Estado de Direito onde um grupelho, quer impor as suas regras, neste caso a um presidente de câmara democraticamente eleito pelos cidadãos de Viana.

 

Impor touradas a uma cidade que não as quer, através de ameaças, tem um nome: prepotência. Prepotência essa que resulta e ninguém tenha dúvidas, do facto desta federação ter padrinhos.

 

Os cidadãos deste país estão fartos de conluios feitos nos corredores do poder, estão fartos de corrupção e como tal, exigem saber quem aquece as costas a esta gente ao ponto de lhes permitir ter estas atitudes.

 

Prótouro
Pelos touros em liberdade
»

 

***

 

COMENTÁRIO DO RICARDO

 

«A democracia está para a tauromaquia como a kryptonite para o Super Homem. Que se pode esperar de um sector social de extrema-direita e com afiliações monárquicas?

 

A tourada de Viana no ano passado foi realizada à margem da lei: ao contrário do que a Prótoiro anunciou, o Tribunal Administrativo e Fiscal de Braga nunca legalizou o evento.

 

O que fez foi ceder 5 dias para que estes contra argumentassem o recurso imposto pela câmara municipal de Viana, este sim a proibir explicitamente a realização da tourada. Como estes 5 dias eram tecnicamente “terra de ninguém”, os aficionados, como cobardolas e manhosos que são, realizaram a tourada neste período (daí a praça desmontável para que todo o processo se pudesse realizar sem deixar rasto).

 

A tourada nunca foi legalizada mas, devido a leis deficientes, nunca pode ser definitivamente ilegalizada. Mas uma coisa estava patente: o povo de Viana não quer nem vai querer touradas no seu concelho. Tal ficou provado pela eleição de José Maria da Costa, candidato assumidamente anti-taurino, após o mandado de Defensor Moura, outro autarca anti-taurino e o primeiro a elevar a cidade de Viana ao estatuto de anti-touradas.

 

E mais, se os activistas se manifestam quando se realizam touradas, não seria de esperar que os aficionados se manifestassem pela ausência das mesmas? Será que houve manifestações “taurinas” em Viana? A tourada do ano passado contou com 2300 pessoas na assistência (qualquer cinema de vila têm uma audiência superior) mas o que seria interessante descobrir era quantas dessas pessoas seriam naturais de Viana.

 

É que além da praça desmontável também houve registo de vários autocarros provenientes de todo o país (pagos por quem nós já estamos cansados de saber) com aficionados.

 

A realização de uma tourada em si é muito grave, seja em que concelho for, mas o que é mesmo preocupante nesta situação é o claro atropelo democrático e o completo desrespeito da vontade popular. Se a prótoiro conseguir realizar outra tourada usando mais um “buraco” legal, então se calhar é altura de repensarmos a Constituição.»

 

 

Fonte:

 

http://protouro.wordpress.com/2013/07/24/heil-protoiro/

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 09:38

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Comentários:
De antonio a 24 de Julho de 2013 às 18:37
Tire me só uma dúvida , Viana Do Castelo fez um referendo na cidade a perguntar se os Vienenses queriam ou não corridas de toiros na cidade ? Ou foi o PS com a sua maioria que aprovou essa dita "lei" na cidade ? Penso que não fui mal educado por isso se me puder responder e não me censurar ,agradecia lhe ...
De Isabel A. Ferreira a 24 de Julho de 2013 às 19:34
Apesar da sua ironia, e de não merecer uma resposta, porquanto EU NÃO FAÇO CENSURA, como já sabe, e não gosto de PIADINHAS DE MAU GOSTO, vou responder-lhe por ser matéria importante.

E o que tenho a dizer-lhe é o seguinte:

O “direito” de humanos torturarem animais NÃO É REFERENDÁVEL.

A TORTURA não se referenda. Não se pergunta a um povo se ele concorda ou não concorda com a TORTURA DE ANIMAIS PARA DIVERTIR PSICOPATAS E SÁDICOS.

Portanto, não houve, nem tinha de haver referendo.

E tendo o povo de Viana do Castelo votado em Defensor Moura, entendeu que este servia os interesses de Viana, como veio a verificar-se, e quando o município decidiu ser ANTI-TOURADA (um direito que assiste a quem é EVOLUÍDO E CIVILIZADO) e «pesar das críticas dos aficionados da tauromaquia, uma tradição que remonta a 1871, o autarca socialista garantiu que acabar com as touradas em Viana “foi a medida mais popular” que tomou, tendo mesmo recebido mais de um milhar de emails de felicitações de todo o mundo.»

O que vem entre aspas encontra-se neste link,

http://www.publico.pt/local/noticia/viana-do-castelo-e-a-primeira-cidade-antitouradas-do-pais-1367028

onde também encontra toda a notícia que ELEVOU Viana do Castelo a uma cidade moderna, integrada no século XXI DEPOIS de Cristo, não ficando parada no ano de 1871, como uma cidade a cheirar a mofo.

E quem são os aficionados vianenses?
Uns poucos, que não têm significado algum.

A prótoiro tem as costas quentes… por pouco tempo.
De antonio a 24 de Julho de 2013 às 19:56
Bem eu tb votei no atual governo e estou completamente contra ao que estão a fazer em Portugal , mas voltando a Viana , será mesmo que foi a medida mais popular que o "ditador" desculpe o democrata defensor moura tomou , será que como alguém escreveu por aqui que a corrida do ano passado onde entraram 2300 pessoas só meia dúzia eram Vienenses os restantes foram passear de autocarro e foram assistir á corrida , poderei eu suspeitar que os milhares de e mails que o dito recebeu só serem de meia dúzia de Vienenses e os restantes serem como a própria sra referiu serem um pouco de todo o lado , eu acredito piamente que sim e para isso basta ver como os ditos defensores dos animais , vulgo (anti-touradas) se movimentam nesses meios , basta ver o seu pedido para o fazerem no seu post em baixo ...
De Isabel A. Ferreira a 25 de Julho de 2013 às 09:31
António,

O seu comentário é de alguém que ODEIA a evolução, a civilização. É de alguém que ficou parado no passado, e nada consegue ver do presente.

ACORDE! Estamos no século XXI, DEPOIS de Cristo. Não, ANTES de Cristo. ACORDE para a realidade.

Defensor Moura é um HERÓI, algo que todos os tauricidas desconhecem.

E isto nada tem a ver com partidos. Os partidos políticos são uma bela treta.

Tem a ver com LUCIDEZ. Com Ética. Com sensibilidade. Com HUMANISMO. Atributos que os aficionados de tauromaquia NEM SONHAM QUE EXISTEM.

Basta ver os comentários que estão na notícia que lhe enviei, para ajuizar do quão importante foi esta tomada de posição de Defensor Moura, um DEMOCRATA como poucos. Se em Portugal todos os autarcas fossem Defensores Moura, o país estaria numa outra realidade, bem mais CIVILIZADA.

Infelizmente, existem muitos autarcas que estão no poder por dois motivos: ou para encherem os próprios bolsos, ou para servirem o lobby tauromáquico. E os municípios, e o povo, e a evolução que se lixem (este é o termo).

Quanto à mascarada do ano passado, aquela INVASÃO DOS BÁRBAROS a Viana, daquelas 2300 pessoas que foram assistir à TORTURA, poucas eram de Viana. E as outras foram de BORLA. E todos nós sabemos que os portuguesinhos são capazes de matar a mãe por uma BORLA.

E uma coisa é certa: A ESMAGADORA MAIORIA DOS VIANENSES SÃO ANTI-TOURADA!

E outra coisa é certa: Defensor Moura ficará para a História como um HERÓI da Abolição da Tourada em Portugal.

Os outros… ficarão no Livro Negro da Tauromaquia (que está a ser escrito) como Hitler ficou para a História da Humanidade: como uns CARRASCOS.

Esta é que é a verdade.

Mas quem gosta de lama, que fique na lama.

Muito brevemente, esconderão a cara, para não serem reconhecidos como ex-aficionados.
De Vânia a 27 de Julho de 2013 às 22:51
Por acaso lembro-me de na altura ler comentários a uma notícia que saiu sobre a tourada em Viana do Castelo ( salvo erro no JN) e lembro-me perfeitamente de que havia imensos comentários de aficionados do género: " e vai mais um autocarro de.."Na altura até pensei:" mas afinal aquilo vai encher com gente de outras terras". Ridículo mesmo...
De Isabel A. Ferreira a 28 de Julho de 2013 às 17:27
Vânia, se não fosse a prótoiro levar excursões de borla para Viana, aquilo estaria às moscas.

Eles pensam que nos enganam, mas só estão a enganar-se a si próprios.

De antonio a 29 de Julho de 2013 às 20:40
E a ser verdade que mal tem isso , as manif organizadas no dia da corrida do ano passado tb foi gente de vários sítios ou será mentira ...
De Isabel A. Ferreira a 30 de Julho de 2013 às 11:07
E a ser verdade, não. É VERDADE.

Que mal tem isso? Nenhum. Só tem bem.

Significa que o povo de Viana está-se nas tintas para as touradas. Não as querem na sua linda terra. Só conspurcam Viana.

E se a prótoiro quer ter gente a ver a aberração que promove, tem de dar uma borla aos de fora. O que é muito significativo.

Quanto às manifestações, quanto mais gente de fora e de dentro vierem, melhor. Isso significa que os portugueses de várias localidades ABOMINAM A TORTURA, aconteça ela onde acontecer. Isso é óptimo para a Causa da Abolição.

Nada do que digam, nada do que façam FORÇADAMENTE para impingir a TORTURA a um povo que não a quer, vai impedir o FIM DAS TOURADAS.

NADA.

Comentar post

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Fevereiro 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
14
15
18
20
25
26
28

Posts recentes

Chicken a la Carte

Ministério da Cultura (?)...

«Aquilo que uma minoria d...

«Os arrasadores de Portug...

Demolição do Padrão dos D...

«Mais Dinheiros Públicos ...

O regresso às trevas

Tauromaquia em franca dec...

A questão da destruição d...

«“Corridas”: de Touros e...

Arquivos

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

Acordo Ortográfico

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, devido a este ser inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais.

Comentários

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt