Comentários:
De Maria do Carmo Torres a 1 de Julho de 2013 às 19:23
HAHAHAHAHHAHAHAHAAH,
AGORA É QUE A GAIOLA DAS MALUCAS SE PASSOU DE VEZ!!!!
Deve ser da chuva que tem impedido de encher arenas... já se sabe o que acontece à M*** quando exposta à H20 (água, caros senhores engaiolados, água).
De Jay Nandi a 1 de Julho de 2013 às 22:25
Acabe-se com a “festa” dos feridos e dos mortos (humanos e animais) que é a tauromaquia!
Proíba-se o hooliganismo tauromáquico, cujo expoente máximo é o ataque de bovinos feridos por um bando de oito covardes!
Basta de “festas” de sangue e morte!
Viva o Álvaro Munera!
De Isabel A. Ferreira a 2 de Julho de 2013 às 14:33
VIVA!
VIVA O ÁLVARO MUNERA!

Esse soube humanizar-se ao fazer-se HOMEM.
De Jay Nandi a 1 de Julho de 2013 às 23:20
Sabendo que o Nuno Carvalho é um defensor da “festa” dos touros de morte, é caso para comentar: será que nem respeita uma morte???!
De Isabel A. Ferreira a 2 de Julho de 2013 às 14:07
Eles sabem lá o que significa RESPEITO pela VIDA de um ser indefeso, Jay!
De João a 8 de Julho de 2013 às 15:43
Cara Isabel,

Queria apenas deixar-lhe uma palavra de apoio. Descobri há pouco tempo o seu blog, atravês da publicação no facebook do nuno carvalho.

Fico feliz ao saber que há pessoas com objectivos e vontade de levar Portugal na direcção certa. Tanto as touradas como as pegas, como bem diz, não passam de um jogo injusto entre animaais(homens) em grupo e um animal ferido e moribundo, a ser jogado pela arena para rejubilo do povo pequeno e cruel.

Infelizmente os forcados são hoje em dia grupos de jovens violentos vindos de famílias com bom nome e que por isso teoricamente dariam bom nome à prática. Não podia ser uma conclusão mais errada. É pena que esta cultura do forcado seja hoje em dia vista como uma actividade de nobreza e de alto nivel social, quando no fundo não passa de uma festa de massacre do touro.

Os forcados infelizmente não passam de homens violentos, amantes do alcool e da bebedeira. Já assisti, infelizmente, a muitos episodios de violencia de forcados sobre outras pessoas em menor numero ou menos preparados fisicamente que eles. Não desejo a morte de nenhum forcado. Mas de facto a morte do zé maria é simplesmente a consequencia de um estilo de vida que este forcados levam.

Convem no entanto dizer que nem toda a gente no mundo da tauromaquia é má ou mediocre ou qualquer outro adjectivo menos positivo que queira arranjar. Há boa gente que simplesmente não tem capacidade para perceber o sofrimento que estas "festas de violencia" fazem os animais passar.

Espero que tenha sucesso nas susas prenteções de um dia ver acabada esta prática, que tem de tudo, menos espirito português.
De Isabel A. Ferreira a 8 de Julho de 2013 às 16:39
Dou-lhe toda a razão João.

Nem todos os aficionados são más pessoas.

O que são é muito ignorantes, mas também ando sempre a dizer que a culpa não é deles. É do sistema.

Pois se quem está no PODER é mais ignorante do que eles!

Pois se quem está no PODER em vez de acabar com esta ignorância a APOIA E APLAUDE!

Lamento os que são boa gente~, uma minoria porém, porque 99,9% são do piorio.

Comentar post