Comentários:
De Helena Oliveira a 20 de Junho de 2013 às 13:03
Exma Senhora,
Ao contrário de algumas pessoas que colocaram aqui comentários, não necessito de colocar nome fictício porque sempre assumi e assumo aquilo que digo.
Foi depois de ver o nome dos forcados da minha terra que me despertou a atenção e consultei o seu blog, em relação ao qual tenho a dizer:
*Como coruchense e aficionada, não lhe reconheço nem a si nem a ninguém legitimidade para falar em nome das pessoas de Coruche.
*Em segundo lugar faz aqui referências a várias opiniões, curiosamente todas contra as corridas de toiros, alegando que foram colocadas no Facebook por pessoas de Coruche, só tinha que as ter identificado
*Por último não entendi a dos "forcadinhos" porque todos eles na generalidade são pessoas bem constituidas
Cumprimentos
De Inacio Tavares a 20 de Junho de 2013 às 13:42
amostre-nos é mau sim senhor, mas RIRE ainda é pior.
mas alguém obriga esta gente a ir ver uma tourada? e no matadouro? quando estão a ver um belo bife de novilho no prato não se lembram de onde vem não? ursos
De Isabel A. Ferreira a 20 de Junho de 2013 às 14:31
Pois é Inácio, RIRE também é mau. Mas quem escreve assim são todos farinha do mesmo saco.

Ninguém obriga ninguém a ir ver uma tourada. Só os broncos vão ver touradas.

Quanto aos bifes (eu não os como) mas quem os come, não vai divertir-se a ver o boi a ser TORTURADO, e depois come-o.

Isso é o argumento dos parvos.

Ursos? Bem, os ursos são uns animais magníficos, inteligentes, com muita dignidade. Tudo atributos que faltam aos forcadinhos de Coruche e a todos os que PARTICIPAM, APOIAM, APLAUDEM E DIVULGAM a PRÁTICA DOS BRONCOS, ou seja a tauromaquia em todas as suas modalidades.
De Anónimo a 20 de Junho de 2013 às 14:01
Sabe por acaso quanto custa uma viagem para Toronto?
Se existem apoios para outras associações se deslocarem para o estrangeiro porque não para o grupo de forcados?
De Isabel A. Ferreira a 20 de Junho de 2013 às 14:37
Não sei nem me interessa quanto custa uma viagem para Toronto, porque será uma cidade onde nunca porei os pés, enquanto acolher a PRÁTICA DOS BRONCOS, ou seja, a tauromaquia.

Apoiar associações que vão ao estrangeiro ELEVAR o nome de Portugal, DEVEM SER AJUDADAS, SIM.

Agora, ajudar um grupo de COVARDES que só VAI SUJAR O NOME DE PORTUGAL e TORTURAR SERES MAIS MORTOS DO QUE VIVOS, moribundos a sangrar, nem um tostão furado merece.

Essa é a grande DIFERENÇA.

Não conseguem ENTENDER?
De Vergonha, vergonha é essa fronha! a 20 de Junho de 2013 às 16:49
Como qualquer Português e principalmente Ribatejano a cultura taurina é algo que nos distingue do "resto" e motivo de orgulho para muitos de nós, infelizmente não para todos (com muita vergonha minha).
Em primeiro lugar, aconselho a qql um de vós (os tais anti-aficion) a arranjarem provas das informações dadas neste blogue que, na minha opinião pessoal, é um atentado à verdadeira cultura Portuguesa.
Se todos pensassem como vós e lessem este blogue provavelmente deixariam de frequentar um bela corrida de toiros, algo impensável em Coruche com uma praça de toiros monumental e bastante bem conhecida por todos nós não só pelo nosso reconhecido grupo de forcados.

E mais não digo. Para quê perder todo o meu latim com pessoas com inteligência reduzida? (se é que me entendem?)
De Isabel A. Ferreira a 20 de Junho de 2013 às 17:58
Tem toda a razão, ó VERGONHA, DAS VERGONHAS!

A “cultura taurina” na verdade é algo que distingue um português BRONCO de um português CIVILIZADO. E claro os broncos têm muito orgulho de serem broncos, por isso não passam disso mesmo: de BRONCOS.

Tudo o que está neste Blog está mais do que provado.

E atentado à cultura portuguesa é a PRÁTICA DOS BRONCOS, isto é, a tauromaquia em todas as suas vertentes.

É a vergonha de um país que se quer civilizado, mas ainda tem destes empancões, poucos, feios e maus.

Pois brevemente mesmo os broncos deixarão de frequentar o que chama uma “bela” corrida de Touros, que não passa de uma grosseira e repugnante prática de TORTURA DE TOUROS

E Coruche, coitada, é uma terra atrasada, que tem uma monumental arena de morte, onde gente primitiva e sádica vai divertir-se à moda dos australopitecos, que ainda eram mais civilizados do que os coruchenses do século XXI.

Forcados? Está a falar daquele grupinho que foi ao Canadá fazer umas “experiências gay” segundo um aficionado coruchense?

É, não perca o seu precioso tempo com pessoas com inteligência reduzida.

Vá perdê-lo com pessoas inteligentíssimas, como os aficionados, que vivem nas trevas, como se fossem muito, mas muito primitivos.

Ó povinho de Coruche, nunca ninguém vos tinha dito que a tourada é coisa de psicopatas, de atrasados mentais, de maricas e de sádicos?

Mas é a verdade. Pura e crua.

Agora já sabem, e se quiserem continuar a ser ignorantes, é um a opção vossa.
De kakaka123 a 21 de Junho de 2013 às 00:28
Uma pessoa que não conhece como se vive no Ribatejo a falar de Coruche, tão engraçado. "É, não perca o seu precioso tempo com pessoas com inteligência reduzida." faço das minhas palavras suas, perder o tempo consigo é mesmo mal gasto.
Terra atrasada? Atrasada é a sua mentalidade que ainda não se desenvolveu para aceitar opiniões dos outros. "é a verdade. Pura e crua."
Respeito é bonito, e o povo português gosta. Respeite-se a si e aos outros.
De Isabel A. Ferreira a 21 de Junho de 2013 às 11:06
Conheço de alto abaixo a realidade do meu País. O Ribatejo é uma bela região no que diz respeito a paisagem, mas quanto a atraso de vida e de mentalidades, está na Idade Média.

É um atraso de vida. A região mais atrasada dom país.

Aceitava a sua opinão, se fosse esse o caso.
Mas a verdade é que não estamos a falar de opiniões, estamos a falar de FACTOS.

E os FACTOS SÃO CRITICÁVEIS.

E se não percebe isso... VÁ ESTUDAR.
De kakaka123 a 21 de Junho de 2013 às 19:21
Mas eu já estudo Isabel! Você é que devia voltar para a escola, já que diz que o Ribatejo é a zona mais atrasada, enquanto corridas se realizam pelo país todo! Isto é FACTO como você diz. Portanto não está só a criticar Coruche ou o Ribatejo, está a criticar o seu PAIS, e como já referi anteriormente, se se encontra tão incomodada com o modo de vida em Portugal, a emigração é a serventia da casa.
De novo, Cumprimentos Coruchences
De Isabel A. Ferreira a 21 de Junho de 2013 às 19:51
Se estuda, não parece.
Continua a saudar-me com cumprimentos CORUCHENCES.

Pois disse e reafirmo que o Ribatejo é uma região atrasada, bem como o Alentejo.

E não se realizam corridas pelo país todo. Apenas cerca de 40 municípios dos trezentos e tal são taurinos ferrenhos e terras atrasadas.

Isto é um FACTO.

Critico o que tenho de criticar no meu País. Quero-o LIVRE de barbáries. Quero que seja um país evoluído e culto em todos os aspectos.

Emigrem vocês que não fazem cá falta nenhuma. Era um favor que faziam a Portugal. Aqui só lhe SUJAM o nome com a vossa barbárie.

Eu não preciso de emigrar. Não sou eu que conspurco o meu País com actos primitivos, grosseiros e sanguinários.
De Luis Soares a 20 de Junho de 2013 às 17:50
Hum.. o touro nem sequer sangra no Canadá. É protegido. Caso sangrar é logo recolhido. Vê se bem que sabe do que fala. E para o grupinho jovem contra as touradas. Eles que pesquisem no youtube que encontram muitas pegas à gaiola. Uma delas até creio que é pelos forcados de coruche! Antigamente até se faziam pegas dedicadas a Deus! Bem perigosas. Pesquisem..
uma coisa é não gostar. Se não gostam não gostam. Respeito isso. Mas chamar os forcados de covardes.Isso não posso aceitar.
De Isabel A. Ferreira a 20 de Junho de 2013 às 18:07
Lamento muito, Luís Soares, mas tem de aceitar que os FORCADOS SÃO UNS GRANDES COVARDES.

Nunca ninguém vos tinha dito isto, assim, nua e cruamente.

Mas agora já sabem o que é um forcado: UM GRANDE COVARDE.

Quando o Nuno Carvalho, caiu no chão, atingido pelo Touro que, numa derradeira tentativa de se defender dos seus carrascos, reuniu as poucas forças que já lhe restavam, e fez justiça pelos própios cornos, queria ver o que sentiria o Nuno, se um grupo de sádicos se atirassem para cima dele e lhe puxasse as orelhas, os braços, as pernas, e ele ali, todo torcido de dores...

O "espectáculo" é o mesmo. A dor é a mesma. A COVARDIA seria a mesma.

Parem para pensar, se é que conseguiem pensar com o cérebrozinho que têm...
De Jorge Sapinho a 20 de Junho de 2013 às 20:18
em Coruche é assim: http://entrelinhasentregente.blogspot.pt/2013/06/cmc-paga-viagem-dos-forcados-ao-canada.html
De Isabel A. Ferreira a 21 de Junho de 2013 às 09:35
http://entrelinhasentregente.blogspot.pt/2013/06/cmc-paga-viagem-dos-forcados-ao-canada.html

Em Coruche é assim?

E o povo de Coruche CONSENTE?
O homem é recandidatável?
Porque se for... tem de ser corrido daí para fora.
E aí então vamos ver o valor dos coruchenses.

Todo o município tem os governantes que merece, pois é o povo que os colocam no poleiro.
A primeira vez... vamos ver.

Saiu um estoira-vergas se for para o poleiro novamente a culpa já é do povo.

Obrigada, Jorge Sapinho.
De anónimo a 20 de Junho de 2013 às 20:43
Cara Isabel A. Ferreira,
tem todo o direito em criticar e em defender as suas convicções, mas por favor informe-se sobre aquilo que vai criticar. Já que se diz tão culta, deveria saber que forcados ou “forçadinhos” como lhe chama, não “usam collants, sabrinas e coletinhos e lantejoulas”, usam calções, meias e jaqueta! Depois como é que sabe que a CMC pagou a viagem? Ainda para mais 4075€? Não fale daquilo que não sabe…
“Um forcado é o maior covarde da corrida”? Então já pensou nos cavaleiros que só vão para a arena montados num cavalo? e ainda para mais são eles que colocam as farpas… ou os capinhas que só lá andam porque têm uma capa com que enganar o touro?
Não desfazendo no trabalho e na valentia destas pessoas, o FORCADO é o que tem mais CORAGEM, pode enfrentar o touro já cansado e ferido, mas vai lá sem temer e sem nada para o proteger, não sendo culpado deste já se encontrar nessas condições. Por isso, porquê tanta raiva aos forcados?
Não gosta, não come! Pode defender aquilo em que acredita, mas teria muito mais valor se argumenta-se sem difamar pessoas ou o que estas fazem!
OLÉ…
De Isabel A. Ferreira a 21 de Junho de 2013 às 09:57
Não devia responder a gente que não tem nome, mas tenho um recadinho a dar, e vou aproveitar.

Tem razão ó ANÓNIMO, os forcadinhos não usam essas lantejoulas de que o texto fala (mas não fui EU que o disse, apenas limitei-me a transcrever um comentário), mas para o caso NÃO INTERESSA A ROUPA.

Quanto à viagem… veja aqui:

http://entrelinhasentregente.blogspot.pt/2013/06/cmc-paga-viagem-dos-forcados-ao-canada.html

Chegado há bocadinho, mas está em muitos outros sítios de informação na Net.

O FORCADO É O MAIOR COVARDE DA CORRIDA.

Sem dúvida. Se não o fosse não se atiraria a um SER VIVO mais morto do que vivo. Isto, além de covardia é sadismo puro. É estupidez. É ignorância. É tudo o que de mais baixo existe no carácter de alguém que faz questão que lhe chamem “ser humano”.

Mas isto de humano não tem nada.

Os cavaleiros e todos os outros psicopatas que torturam Touros e Cavalos numa arena não passam de COVARDES também. Estão ali apenas para mostrar que são “machos” e só o conseguem desse modo boçal (assim como os forcados necessitam de ir mostrar a sua macheza a torturar um Touro já massacrado).

Isto não é de HOMENS INTEIROS. Há uma ENORME diferença entre machos e HOMENS. E não são uns pingarelhos que fazem um HOMEM.

E a FESTA DOS BRONCOS (tourada) não é laranjada ou pão-de-ló para se gostar ou não gostar.

A FESTA DOS BRONCOS implica o sacrifício de um SER VIVO, e só os sádicos tiram PRAZER nessa TORTURA.

E isto não é opinião. É FACTO.

Quanto ao difamar… O que é difamar?

Chamar COVARDE a um COVARDE não é difamar. É DIZER A VERDADE.

E a VERDADE custa a engolir.

Nunca ninguém vos tinha dito a VERDADE, assim, tão nua e cruamente, e fizeram da forcadagem um mito de “valentia”.

Pobrezinhos!
De João Pedro a 20 de Junho de 2013 às 21:56
Caríssima Isabel A. Ferreira,
Tenho de confessar que não conhecia o seu blog mas que fiquei a conhecer e vou passar a seguir com atenção.
Gosto da forma como mete o dedo na ferida sem qualquer problema e isso nota-se na forma como os 2 ou 3 neandertais pró-touradas ficam logo ofendidos e atacam logo a sua liberdade de expressão.
Continue assim e ignore os menos afortunados para os quais a evolução natural tarda em chegar.
De Isabel A. Ferreira a 21 de Junho de 2013 às 10:19
Esses Neandertais, de que fala, João Pedro, são muitos.

Hoje, ao abrir o meu correio electrónico tinha 16 comentários de caçadores e forcados.

Pela "conversa" de uns e outros (que em termos de psicopatia estão ao mesmo nível) estão completamente desorientados.

Quase todos (e esses comentários não posso publicar por serem obscenos) têm uma ideia fixa: o sexo.

Então tudo para eles funciona à base disso, o que demonstra a teoria de terem de MATAR ou TORTURAR um ser vivo indefeso e inofensivo, para mostrarem que são "machos".

Não estavam habituados a ser confrontados com a verdadeira realidade do mundinho deles.

Não serão esses que me farão calar.

Obrigada pelas suas palavras.
De Carlos Ricardo a 23 de Junho de 2013 às 02:56
É com imensa tristeza que vejo que no meu país ainda existe tanta gente que sendo possuídos de malvadez para com os animais (neste caso os touros), têm a lata de passar a escrito tal desumanidade.
Sobre o Sr. "Kaka", realmente não podia ter outro alcunha. Penso que será alcunha, porque está condizente com o que escreveu !!
Sobre outros comentários, apenas me refiro a Helena Oliveira que como Coruchense não reconhece legitimidade a ninguém para falar das pessoas de Coruche... Essa é boa "Exma Srª D." Helena Oliveira. A frase "não reconheço a si nem a ninguém" tem que ser explicada: porque "a si" está identificado - é a Isabel A. Ferreira; Mas o "ninguém"... serão os Coruchenses ? Se são, que maneira horrível de tratar os seus conterrâneos - NINGUÉM !!. A não ser que se refira só aos toreiros e forcados...
Mas, àqueles que defendem a tortura do touro e que acham que essa opinião deve ser respeitada, então o que diriam se nós defendessemos a tortura de vocês... também acham que essa opinião devia ser respeitada e tornada uma realidade sem possibilidade de defesa?
De Isabel A. Ferreira a 24 de Junho de 2013 às 09:54
Pois, Carlos Ricardo, essa "dama" deve ser a instigadora maior da ignorância lá da terra.

Só fala assim quem é inculto.

Comentar post