Quarta-feira, 19 de Junho de 2013

Os forcadinhos de Coruche a afrontar o povo com dinheiros públicos

 

"A Câmara Municipal de Coruche desviou € 4.075,00 do erário público para pagar a viagem dos Forcados de Coruche ao Canadá, nos dias 15 e 16 de Junho. Foram atacar bovinos e envergonhar a imagem de Portugal e ainda por cima à custa dos contribuintes!"

 

Foto mais gay - forcados.jpeg

Foto do Grupo Forcados Amadores de Coruche, no bem-bom à custa do povo, que só tem de correr com quem permite este insulto.

 

 Nem os Coruchenses gostam!

 

Alguns comentários publicados no Facebook:

 

- «Para além de tudo isso, ainda tomam banho todos juntos, usam collants, sabrinas e coletinhos e lantejoulas???? Tem pai que é cego...»

 

- «Tão ridículos quanto esses imbecis são os políticos que liberam recursos para viagem e essa apresentação»

 

- «Esse é mais um mito urbano em que só embarca quem quer desculpar os bandidos da quadrilha e só quer ver parte ínfima do tema. Também porque evitam que se mostre tudo.

 

A forcadagem salta para a areia para participar na humilhação simbólica dum pobre animal e em não é por fazerem aqueles salamaleques rituais que são menos cruéis do que os que espetam. O mesmo para os peões que lá andam com os capotes, o gajo da corneta, o director de corrida e o prior que os abençoa, etc.

 

Um forcado para chegar a cabo de touros + de 450 Kg  à volta de 1/2 tonelada, já levou muita costela magoada, já deu muita cabeça, muita queda e já levou muito nos cornos, não está bom da cabeça. Não mede o que está a fazer quem alinha em fazer pegas de caras.

 

Uma cena que nunca se irá ver é uma Pega à gaiola de modo a o touro sair do curro à arena directo para os braços dum cabo de moços forcados, com todos alinhados, à espera dele a sair fresquinho, isso é que ia ver homens a voar até aos candeeiros!!!

 

 fazem a pega ao touro depois de sangrado e enfraquecido de cansaço»

 

Juventude Anti-tourada Portugal & Mundo

 

Fonte:

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=451439841618025&set=a.310865805675430.67435.305023079593036&type=1&theater

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 11:56

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Comentários:
De Luis Soares a 19 de Junho de 2013 às 13:35
Para o bloco de esquer... Peço desculpa, para os jovens anti touradas, aqui fica um link. Para eles verem.

https://www.youtube.com/watch?v=feERg2LVYRk&feature=youtube_gdata_player
De Isabel A. Ferreira a 19 de Junho de 2013 às 18:01
O que quer dizer com isto, Luís Soares?

Quer enterrar ainda mais os forcadinhos?

Então vem para aqui mostrar um bando de COVARDES a massacrar um Touro já mais morto do que vivo?

Que eu mostre a COVARDIA desses, desses, desses...
ainda vá que não vá.

Mas que seja o Luís Soares (um deles) a fazê-lo, estou muito admirada.

Passou para o nosso lado, foi?
Obrigada, por ter colaborado com a Causa da Abolição das Touradas.
Venham mais destas.
De Joao Cabrita a 19 de Junho de 2013 às 17:25
Depois do que tem sido enxovalhada e gozada ainda continua???
De Isabel A. Ferreira a 19 de Junho de 2013 às 17:56
Enxovalhada? Gozada?

Ó santinho, eu só sou enxovalhada e gozada SE EU QUISER. Percebeu?

E se quiser saber mais vá ao Facebook ler os comentários que por lá circulam a propósito da viagem dos forcadinhos.

Depois fale-me em enxovalho e gozação.
Continuar é o meu lema.





De Anónimo a 19 de Junho de 2013 às 18:51
Só mete aqui os comentarios que lhe convem!!e ja que tem tanta a certeza disso amostre-nos provas...
deixe-se mas é tar calada
De Isabel A. Ferreira a 19 de Junho de 2013 às 20:56
Um anónimo a mandar-me calar?

Nem o Presidente da República tem esse poder, quanto mais um anónimo.

Quanto ao "meter" aqui os comentários que me convém alto lá!

Só não "meto" aqui os comentários OBSCENOS (que são mais que muitos, o que prova o baixo nível moral, cultural e social dos aficionados), os que nem lendo de trás para a frente e da frente para trás se percebem, ou seja, os comentários ESTÚPIDOS, e os comentários PARVOS, como este.

Mas este "meti" porque tinha de deixar aqui este recado, que já queria dar há muito.

Não adianta escreverem comentários OBSCENOS, ESTÚPIDOS e PARVOS, porque não os "meto" aqui.
De anti-boiolas a 20 de Junho de 2013 às 04:21
amostre-nos é lindo
De Isabel A. Ferreira a 20 de Junho de 2013 às 10:03
Lindíssimo.

Soa como um trombone desafinado aos nossos ouvidos.
De anonimo a 19 de Junho de 2013 às 18:02
AS VERDADES DOEM! DAI APARECEREM CRITICAS

Excelente trabalho neste blog! Continua.


De Isabel A. Ferreira a 19 de Junho de 2013 às 20:48
Pois, as verdades doem.
Mas as críticas que aparecem, não.

Por isso, continuarei a fazer o meu DEVER: denunciar nua e cruamente os descalabros que fazem do meu país um país terceiromundista.

E nós queremos EVOLUÇÃO.
De kakaka123 a 19 de Junho de 2013 às 19:23
Posso não ser a favor de touradas, mas não podia ignorar tal post. Engraçado, é que esses "forcadinhos" como lhe chama têm tomates para se meter à frente da cara do toiro, que, mesmo a sangrar tem força para fazer estragos. Já você, só tem cara para escrever atrás de um computador. Você sim, reflete a cobardia do estado da sociedade, não eles. Se não gosta da cultura da sua terra, tem bom remédio, mude-se. Cumprimentos
De Isabel A. Ferreira a 19 de Junho de 2013 às 21:05
Este comentário é para rir?

Falou em tomates? Onde? Na horta do Sr. António?

Um forcado é o maior covarde da corrida. Só se mete à frente de Touros feridos e já mais mortos do que vivos.

Tomates? Queria vê-los a pegar um Touro com os cornos livres, e a entrar na arena com toda a força, sem furos no corpo, sem sangue a escorrer, um Touro saído de um campo, livre, e sem manipulação alguma. Isso é o que eu queria ver.

Bahhhh! Tomates! Da horta, acredito que tenham.

Cultura da minha terra?
Mas que cultura? A tortura de seres vivos? Isso nem sequer cultura de estrume é. É a maior rasquice que o país tem.

A cultura CULTA do meu país é riquíssima. Não preciso mudar-me. Vocês é que têm de mudar-se para uma ilha deserta e ficar lá a escavar o chão.

Ninguém, com dois palmos de testa, vos quer a fazer parte de uma sociedade CIVILIZADA.
De anonimo a 19 de Junho de 2013 às 21:09
Para ti ter tomates é meteres-te a frente de um toiro? LOOOOL Mata-te boy.
De anonimo a 19 de Junho de 2013 às 21:11
Se para ti ter tomates é meter-se à frente de um toiro...

Estás apresentado! E atrasado mentalmente.

Tambem te injectas para teres musculos ?

De kakaka123 a 19 de Junho de 2013 às 22:55
Mostram mais coragem do que muitos de vocês, "anónimos". Felicidades para as vossas críticas, a tradição mantém-se.
De Isabel A. Ferreira a 20 de Junho de 2013 às 09:47
Mostrar mais coragem?

Só se for para os pategos que não sabem o que é coragem.

A estupidez nunca foi tradição. Quando muito é um HÁBITO de australopitecos.

EVOLUAM!
O maior ignorante é aquele que não quer sair da ignorância.
Arre! É difícil compreenderem. Uma parede4 aprende mais depressa.
De Anónimo a 20 de Junho de 2013 às 01:09
"Cultura"?!... Kakaka!!! :D
De Isabel A. Ferreira a 20 de Junho de 2013 às 09:59
CULTURA DO ESTRUME.
De Andreia Graça a 20 de Junho de 2013 às 22:08
"tomates"?? comentário digno de uma pessoa com pouca educação!
Ainda acha que os forcados são vistos como algo corajoso?! Forcados = cobardia!!

Ao blog agradeço o excelente trabalho!
De Isabel A. Ferreira a 21 de Junho de 2013 às 10:25
Andreia Graça, é a linguagem desta gente, que mostra o que na realidade é.

Na verdade o termo forcado é sinónimo de covarde. Não haja dúvidas.
E eles nunca se deram conta disso.

Espero que ACORDEM para a realidade.
Obrigada pela sua intervenção.
De Forcado da Isabelinha a 19 de Junho de 2013 às 23:00
ahahah isabelinha não sejas ma!!! quem te dera... mas risca uma região do teu destino turístico , O HONROSO RIBATEJO, terra de toiros e de touradas , de homens de coragem e estes Bravos foram representar um Tradição Portuguesa , se estas mal Emigra sua parasita , a tua vida não te chega???
De Isabel A. Ferreira a 20 de Junho de 2013 às 09:53
Os forcadinhos foram representar uma tradição portuguesa?

Coitado, nem sequer sabe o que é tradição.

O que foram fazer foi SUJAR O NOME DE PORTUGAL COM UMA PRÁTICA PRIMITIVA E IMBECIL, DE PSICOPATAS PARA SÁDICOS.

Sois a VERGONHA do meu país.
E se alguém tem de sair do país e ir para uma ilha deserta são os forcadinhos covardes e todo o restolho da tauromaquia.

Ninguém vos aceita como GENTE, na SOCIEDADE PORTUGUESA. Torturar seres vivos para diversão?

Sois o REBOTALHO de um país.

EVOLUAM.

Já tiveram tempo para evoluir e aprender que a tauromaquia é uma psicopatia.
De João Filipe a 19 de Junho de 2013 às 23:44
Acho estranho uma pessoa que se intitula culta "moderna" civilizada...não entender o conceito de respeitar cada um e cada qual conforme o é...Eu sou aficionado...sim sou mesmo...embora condene claro eu estar a pagar para os meninos bem irem para o Canada terem experiencias gay para meter no Facebook ...Voltando ao tema...Conforme eu respeito quem não gosta de Touradas ou festa brava, acho que se deve respeitar quem gosta...seria discutir o sexo dos anjos...razões argumentos e tal e tal...para quê? Numa sociedade dita civilizada e que aqui é tão falada...respeito seja por quem for é uma das bases...liberdade de escolha é outra...ninguém obriga a ir ver uma corrida...não veja...acha que o touro isto e o touro aquilo? Pois pergunto e se na fosse a tourada...ficava melhor sabendo que uma raça de animal foi extinta?Tenha calma no que diz...Não é dona da razão...assim como eu não o sou...mas esta a perder toda ao baixar de nível um tema que poderia ser bastante interessante de debater...claro com pessoas cultas, civilizadas e que mm não aprovando respeitam a opinião de cada um! Quantos aos meninos na foto mais gay que já vi de alguém de Coruche.. epá ganhem juízo e vejam lá se acham justo que quem tem dificuldades ate para comer veja onde é "afogado" o dinheiro que é "roubado" em impostos e afins...Sendo meninos bem, deveriam ser os primeiros a recusar esse dinheiro dos contribuintes...muito de vós nunca contribuíram em nada para a sociedade, mas tenham valores...Ser forcado é bonito, é de valor...há a camaradagem e amizade dignas de grandes senhores.. SFF portem-se como tal! Mais uma vez digo que so escrevo uma opinião, não crendo criticar directamente seja quem for...e uma opinião vale pelo que vale! Sem mais os meus cumprimentos
De Isabel A. Ferreira a 20 de Junho de 2013 às 16:46
A resposta ao comentário do João Filipe está no seguinte link:

http://arcodealmedina.blogs.sapo.pt/291786.html
De Rui a 20 de Junho de 2013 às 01:10
"Amostre-nos " é de rir
De Isabel A. Ferreira a 20 de Junho de 2013 às 10:02
É mais para chorar do que para rire, Rui.

Isto só mostra a INCULTURA desta gente.

E enquanto esta ignorância existir, Portugal estará na cauda dos países subdesenvolvidos culturalmente.
De Anónimo a 20 de Junho de 2013 às 12:10
És mesmo muito ignorante, tu és capaz de ser a pessoa mais inculta deste blog. Portugal é um dos países com mais cultura, e de cultura rica. Nós temos sorte é de ainda ter alguma cultura, porque se dependesse de pessoas como tu, já não havia tradição, ou seja cultura.
"Portugal estará na cauda dos países subdesenvolvidos culturalmente": não está, não esteve e nunca estará
De Isabel A. Ferreira a 20 de Junho de 2013 às 14:11
Portugal é um pais com mais cultura...

Vê-se por aqui, quão "cultural" é Portugal:

http://arcodealmedina.blogs.sapo.pt/289869.html

EVOLUAM!
De joao silva a 28 de Junho de 2013 às 11:43
"rire" também é lindo..
De Lucilia Ribeiro a 20 de Junho de 2013 às 08:02
Mas em que mundo é esta gente vive!!! realmente acham que o 4075€ que a câmara comparticipou a viagem do Grupo de Forcados de Coruche, dá para muito mais do as viagens de ida e volta do grupo ao Canadá? è muito triste quando em campanha eleitoral vale tudo... 4075,00 foi só o que a Câmara pagou...è muito triste ver gentes de Coruche a maltratar os seu conterraneos, ou então é só dor de cotovelo.....
De Isabel A. Ferreira a 20 de Junho de 2013 às 10:08
Maltratar conterrâneos? Dor de cotovelo?
Só uns dinheirinhos?

Quantas pessoas em Coruche passam fome?

As Câmaras Municipais não existem para "ajudar" um grupinho a ir a um país estrangeiro, levar o que de mais RASCA temos no país.

Tanto é rasca quem vai como quem ajuda.

Quanta cegueira mental!
De Lucília Ribeiro a 20 de Junho de 2013 às 22:22
Cegueira mental?

Quem é V. Exa. para falar de mentalidade?

Depois se alguém passa fome em Coruche é porque não quer trabalhar, há muita terra para cultivar e tirar de lá comida...

e com isto acabo as discussões, porque há coisas com que não se deve desperdiçar tempo desta vida tão curta...

De Isabel A. Ferreira a 21 de Junho de 2013 às 10:30
Sij, Lucília Ribeiro, uma tremenda CEGUEIRA MENTAL.

Quem sou eu? Sou alguém que está atenta às barbaridades que se cometem no meu País, nas barbas das autoridades, que são tão cegas mentais como os outros, ou ainda piores.

Pois... preferem passar fome e ir ver touradas do que trabalhar e cultivar a terra.

Isto é de mentalidadezinhas pequeninas, mas não acontece só em Coruche. Infelizmente ainda há umas poucas terrinhas atrasadas, que não EVOLUEM enquanto fizerem da TORTURA a sua bandeira.
De João Chamiço a 20 de Junho de 2013 às 08:19
Concordando com o tema, sugiro a revisão do português aqui escrito. Por exemplo: é espetam e não espetão.
De Isabel A. Ferreira a 20 de Junho de 2013 às 10:19
Tem toda a razão João Chamiço.

Nas escolas o ensino da Língua Portuguesa é um caos.

E agora com o Acordo Ortográfico cada um escreve como fala.

É um autêntico desastre.

Irei corrigir o erro.
Obrigada pela chamada de atenção.
De Helena Oliveira a 20 de Junho de 2013 às 12:45
Exma Senhora,
Ao contrário de alguns posts que constam do seu blog, não necessito de um nome fictício para assumir aquilo que digo e aquilo que faço; foi com alguma perplexidade que vi o seu post partilhado no FB e me levou a consultar o seu blog para tentar perceber o que era afinal tal coisa.
Quanto ao mesmo tenho a dizer:
*Como coruchense e aficionada não lhe reconheço nem a si nem a ninguém legitimidade para falar em nome das pessoas de Coruche, terra de toiros e toureiros
*Se colocou aqui opiniões, segundo a senhora, de pessoas de Coruche só tinha que as ter identificado.
* Quanto aos "forcadinhos" todos eles são pessoas bem constituídos, portanto não percebi tal referência
Cumprimentos
Helena Oliveira


De Isabel A. Ferreira a 20 de Junho de 2013 às 14:19
Exma. Senhora Helena Oliveira:

Se em Coruche não existem coruchenses cultos e evoluídos capazes de criticarem (não dou opiniões) os hábitos primitivos e grosseiros de Coruche (também não se chama tradição) e o facto de um grupo de forcadinhos (no sentido de nem sequer gente serem, porque GENTE não TORTURA seres vivos FERIDOS e a SANGRAR, mais mortos do que vivos) haja QUEM CRITIQUE, para ver se ACORDAM para a realidade.

ESTAMOS NO SÉCULO XXI DEPOIS DE CRISTO, caso ainda não tenha reparado.

Não estamos na Idade Média.

E ninguém precisa do seu "reconhecimento" para nada.

EVOLUAM, e serão bem-vindos à CIVILIZAÇÃO.
De kakaka123 a 20 de Junho de 2013 às 23:59
Querida Isabel, nem a devia tratar por você porque a sua falta de respeito pela opinião dos outros coloca-a num nível tão baixo que nem devia ser permitido. Você que diz que eles foram sujar o nome de portugal, devia pensar duas vezes. Não se esqueça que se eles foram, foi porque os convidaram, porque os quiseram lá, porque quiseram conhecer a tauromaquia portuguesa. Mas tenho certeza que, na sua profunda visão com palas, não consegue pensar nisso!
"haja QUEM CRITIQUE, para ver se ACORDAM para a realidade", não sei com que moral você diz isto, visto que é aqui tão criticada e ainda não acordou para pensar nesse ponto de vista.
Cumprimentos Coruchences
De Isabel A. Ferreira a 21 de Junho de 2013 às 10:43
Primeiro, não lhe dei a liberdade para me chamar de "querida" porque não sou "querida" de covardes.

A opinião dos outros respeito, mas aqui não se trata de OPINIÂO, trata-se de FACTOS, o que é outra coisa muito diferente.

E os FACTOS SÃO CRITICÁVEIS.
Um bando de covardes pago com dinheiros públicos viaja para SUJAR o nome de Portugal no Canadá.

Estou-me nas tintas para o que os CORUCHENSES pensam ou dizem a meu respeito.

E dispenso os seus cumprimentos "CORUCHENCES".

Comentar post

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Fevereiro 2024

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
21
22
23
25
26
27
28
29

Posts recentes

Dois anos de guerra na Uc...

«Bicadas do Meu Aparo: “P...

Na passagem do 97º aniver...

Aleixei Navalny, um símb...

Os Defensores dos Direito...

Legislativas 2024 - Movim...

Os Polícias são traidores...

João Moura condenado: jus...

24 de Janeiro de 1944: ao...

«Bicadas do meu aparo: “S...

Arquivos

Fevereiro 2024

Janeiro 2024

Dezembro 2023

Novembro 2023

Outubro 2023

Setembro 2023

Agosto 2023

Julho 2023

Junho 2023

Maio 2023

Abril 2023

Março 2023

Fevereiro 2023

Janeiro 2023

Dezembro 2022

Novembro 2022

Outubro 2022

Setembro 2022

Agosto 2022

Junho 2022

Maio 2022

Abril 2022

Março 2022

Fevereiro 2022

Janeiro 2022

Dezembro 2021

Novembro 2021

Outubro 2021

Setembro 2021

Agosto 2021

Julho 2021

Junho 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

AO90

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, nem publica textos acordizados, devido a este ser ilegal e inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais. Caso os textos a publicar estejam escritos em Português híbrido, «O Lugar da Língua Portuguesa» acciona a correcção automática.

Comentários

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. 1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome. 2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas". 3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt