Comentários:
De Carlos Ricardo a 14 de Junho de 2013 às 00:12
Nunca aceitei muito bem pedidos de desculpas por actos que têm mais a ver com o carácter de quem os praticou do que propriamente com um acto impensado e momentaneo.
As desculpas apresentadas por este J. Moura não lhe retiram o arreigado espírito de malvadez que está nos seus genes e, muito provavelmente aumentado por uma educação voltada para a violência.
Não creio que este pedido de desculpas lhe modifique o carácter. Apenas o fez porque viu a sua posição no mundo da tauromaquia ficar abalado. Porque sentiu que estava a dar razão aos que lutam pela defesa dos touros e dos animais em geral.
O carácter de torcionário continua com ele !!!
De Isabel A. Ferreira a 14 de Junho de 2013 às 09:36
Bem, este torcionário pediu desculpa OBRIGADO. Mas nem isso soube fazer.

Enterrou-se ainda mais.
E é como o Carlos Ricardo diz: este nasceu com o genes da malvadez , agravado pela educação que o pai, também malvado, lhe deu, e nunca mais será HOMEM.

Esperemos que seja condenado por este CRIME, e vá para um canto chicotear-se, para exorcisar a maldade que nele existe.

Comentar post