Quarta-feira, 15 de Maio de 2013

«AFICIONADOS: OS VICIADOS QUE ABUSAM DO SNS» (SERVIÇO NACIONAL DE SAÚDE)

 

O governo corta na educação e na assistência social e na saúde dos que realmente precisam, e para estes sádicos, que GOSTAM de ser marrados, há tudo e mais alguma coisa…

 

 

 

Esta imagem é brilhante e diz da mentalidade desta espécie de gente: um Touro está a investir contra um sádico, que está ali porque escolheu estar, e um outro, protegido em cima do camião, olha, impávido e sereno, o "espectáculo", e tanto se lhe dá, como se lhe deu que o outro seja ferido ou mesmo dilacerado. Se a vida de um semelhante não vale nada, o que poderá valer a vida de um Touro para gente assim?

 

 

«Para os aficionados, as touradas e quejandos, são um vício e nem eles o escondem, antes pelo contrário. Afirmam com orgulho e altivez que tal é algo do qual não podem prescindir, tal como os viciados em drogas.

 

No entanto, existe uma diferença entre o viciado em drogas e o aficionado, enquanto que o primeiro só prejudica a sua saúde pelo consumo de tais substâncias, o segundo com o seu vício contribui para a tortura e morte de animais.

 

De um ponto de vista clínico, é óbvio que os aficionados precisam de ser tratados tal como os consumidores de drogas. Ambos sofrem de uma dependência que os debilita e que os faz ser incapazes de conviver numa sociedade que se quer sã.

 

Num país onde o Estado se arroga de mãezinha de todos os portugueses, onde dita leis do que se deve e não deve fazer em termos de saúde, estas pessoas são um custo acrescido para o sistema.

 

Sim porque vejamos quanto custa ao SNS o tratamento de aficionados que se põem à frente de touros em touradas à corda, largadas de touros e etc. e que acabam no hospital?

 

Ninguém apresenta essas contas mas todos nós pagamos. Que raio de país é este que abandona as pessoas de terceira idade à sua sorte, corta nos seus tratamentos e medicamentos, só para citarmos um exemplo e gasta rios de dinheiro a tratar pessoas que se feriram porque estes espectáculos bárbaros continuam a existir e a ser permitidos?

 

Só num país governado por acéfalos se permite que esta gente continue a beneficiar do sistema.

 

Prótouro

Pelos touros em liberdade»

 

http://protouro.wordpress.com/2013/05/15/aficionados-os-viciados-que-abusam-do-sns/

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 18:05

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Comentários:
De Luis Soares a 17 de Maio de 2013 às 11:01
Aquele senhor também faz os seus descontos!... E não tem culpa de alguém jogar basket ou outro tipo de actividade, e partir um pé... E nós todos é que pagamos, incluindo ele. Não vamos por aí...
De Isabel A. Ferreira a 17 de Maio de 2013 às 12:14
Aquele "senhor" até pode fazer os seus descontos, mas só devia ter direito a ser tratado por algo que não fosse provocado POR SE TER ATIRADO a um Touro, propositadamente.

E que comparação mais infeliz!
Um jogador de Basket pode até magoar-se, mas NÃO NA FUNÇÃO DE TORTURAR UM ANIMAL.

Não consegue ver a diferença?

ARRE! Luís Soares!
Não há mesmo jeito de entender que TORTURAR TOUROS PSICOLOGICAMENTE OU FISICAMENTE É UMA ACTIVIDADE DE PSICOPATAS.

Comentar post

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Outubro 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
15
16
19
20
22
23
26
27
28
29
30
31

Posts recentes

Discurso colonial portugu...

Denúncia às autoridades p...

A crueldade das touradas

«O sucesso da campanha do...

Em Alcochete, 17 de Outub...

A maior prova do mal que ...

Ganância: emissões climát...

Conselho de Ministros apr...

A tauromaquia assemelha-s...

Arquitectos da Natureza

Arquivos

Outubro 2021

Setembro 2021

Agosto 2021

Julho 2021

Junho 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

Acordo Ortográfico

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, devido a este ser inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais.

Comentários

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. 1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome. 2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas". 3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt