Comentários:
De Ana a 20 de Fevereiro de 2013 às 08:52
Ai valha-me Deus, só li barbaridades.... Gostava de saber o que é que a senhora tem a ver com a fonte de onde veio o € angariado para ajudar o Nuno... Só mais uma coisa, a senhora cheia de moral é Vegan não é?
De Isabel A. Ferreira a 20 de Fevereiro de 2013 às 09:05
VÁ ESTUDAR, ANA.
VÁ INSTRUIR-SE.
LEIA, LEIA MUITO, PARA SAIR DESSA IGNORÂNCIA QUE INCOMODA ATÉ AS PEDRAS.

E O QUE EU SOU OU DEIXO DE SER NÃO LHE INTERESSA.

VIVO O QUE ESCREVO. SE ASSIM NÃO FOSSE, NÃO ESCREVERIA.

De Ricardo a 20 de Fevereiro de 2013 às 10:51
Andas a fumar umas cenas estranhas não?
De Isabel A. Ferreira a 20 de Fevereiro de 2013 às 11:06
LIVRA!

Está aconfundir-e com os psicopatas da tauromaquia?

Esses é que devem FUMAR UMAS CENAS par ficarem tão ALIENADOS.
De Frederico Barreiros Mota a 20 de Fevereiro de 2013 às 14:22
A sra. arauto da Verdade Suprema, ungida pelo toque indelével da Sabedoria Universal, defensora paulatina da Humanidade, é tão demagoga quanto falaciosa. Os traços civilizacionais primeiro mundistas que a sra. tanto apregoa são, nem mais nem menos, que o reflexo da sua própria idiossincrasia e, por isso, a sua visão, fruto do seu desenvolvimento social e intelectual. Reitero o "seu" e o "sua". São tão pessoais quanto universais e, por isso, merecem o mesmo respeito que todas as outras opiniões, sempre que devidamente fundamentadas.
O "Nuno", que a sra. pelos vistos tão bem conhece, dado o tratamento de proximidade, tem por isso, o Direito e a Liberdade de exercer a sua vontade, do modo que melhor lhe aprouver, e tem também o Direito de não ser publicamente enxovalhado, por "seres superiores" que do alto dessa superioridade agem na bestialidade, dos tais "cro-magnons". A Liberdade de Abril, tão falada, tão proclamada, tão reivindicada, tem dois sentidos, que não são infinitos. Naturalmente que é mais fácil apercebermo-nos quando ultrapassam a nossa fronteira, ou zona de conforto, do que fazê-lo, quando ultrapassamos a dos que nos rodeiam, reiteradamente, na cegueira pela subjugação dos "mais fracos".
Por isso, peço-lhe só que tenha mais respeito. Se quiser não pelo "Nuno", mas pelo Ser Humano que ele é, e que estando no mesmo patamar que a sra., a sra. deve, pelo menos até conhecê-lo pessoalmente.

Cumprimentos,
Frederico Barreiros Mota
De Isabel A. Ferreira a 20 de Fevereiro de 2013 às 16:25
Ora aqui temos um comentário pretensioso do Frederico Barreiros Mota.

Vou dar-me ao trabalho de responder, porque ao responder faço EXERCÍCIO DE ESCRITA CRIATIVA.

Tenho de lhe tirar o chapéu. Esmerou-se bem. Foi ao dicionário e apanhou umas palavras difíceis, para aplicar no seu comentário, que espremido não diz quase nada.

Quanto ao "Nuno", (parece que o Nuno não será Nuno, pois já me apareceu várias vezes entre aspas, e não entendi porquê) «ter o Direito e a Liberdade de exercer a sua vontade, do modo que melhor lhe aprouver» ALTO LÁ! O Nuno pode exercer a vontade e a liberdade dele no que ele quiser: malhar na mãe, na filha, na namorada, no pai, nos amigos, nos inimigos, em você… à vontade.

Mas NÃO TEM O DIREITO nem a LIBERDADE DE TORTURAR TOUROS MORIBUNDOS, seres INDEFESOS e INOCENTES. Essa LIBERDADE ele NÃO TEM.

Se tem assim tanta VONTADE de torturar, que vá torturar gente que possa DEFENDER-SE. Não animais moribundos e indefesos. Isso é COVARDIA PURA.

Quanto ao ENXOVALHO quem o ENXOVALHOU foram os FALSOS AMIGOS. Não eu. E até ele próprio se enxovalhou, expondo-se, como se expôs, ao ridículo de se deixar homenagear com TORTURA.

Quanto à LIBERDADE DE ABRIL foi mal interpretada por gente como você.

LIBERDADE não significa TER O DIREITO DE TORTURAR SERES VIVOS.

A LIBERDADE é outra coisa, bem mais sublime, e que vocês deturpam, por pura IGNORÂNCIA.

Quanto ao que diz nesta frase: «Por isso, peço-lhe só que tenha mais respeito. Se quiser não pelo "Nuno", mas pelo Ser Humano que ele é…» (outra vez o “Nuno” entre aspas???) pelo que vejo são dois indivíduos diferentes: o “Nuno” e o “ser humano”, o que só me vem dar razão.

A este respeito devo dizer que o “Nuno” é um animal humano predador, porque escolheu ser FORCADO; e um forcado, quer gostem, quer não gostem, não passa de um grande covarde.

Para SERMOS HUMANOS, não basta dizermos que o somos. Temos de MOSTRAR que o somos. Porque ser humano não é matéria. É essência.

E o RESPEITO que queremos para nós, temos de CONQUISTÁ-LO. Só merece respeito quem se dá ao
respeito.

E ATENÇÃO! Nunca desrespeitei o “Nuno”.

Tentei (está num texto algures neste Blog) trazer o Nuno para o HUMANISMO, mas ele disse em público que VOLTARIA A FAZER TUDO OUTRA VEZ, isto é, voltaria a TORTURAR TOUROS MORIBUNDOS… porque é essa a VONTADE dele.

Acha que isto merece o meu aplauso?

Claro que não!

Fico do lado dos TOUROS E DOS CAVALOS. Estes nunca diriam uma desumanidade destas.
De Irina a 20 de Fevereiro de 2013 às 22:26
Daqui escreve uma "tauricida", ignorante, aficcionada fanática, inculta (e tudo mais que me queira chamar!) e por sinal também médica neurologista... Apesar de ser com enorme desagrado que comento este lamentável post, creio que a Exma. Sra. D. Isabel A. Ferreira, tem muito por hábito insultar as pessoas ao chama-las de ignorantes, mas neste caso a ignorante é a Sra. Falo daquilo que sei e infelizmente o Nuno ficou realmente paraplégico, sofreu uma lesão entre as vértebras C2 e C3. Da próxima vez que se lembrar de falar de difamar alguém como fez com o Nuno, lembre-se que o Google não é de todo a melhor fonte para ir buscar os seus "argumentos".
É nestas alturas que eu em vez de ser ignorante gostaria de ser analfabeta para não ter de ler estas coisas... Acho incrível como é que uma pessoa que se diz tão amiga dos animais irracionais, seja uma verdadeira BESTA em relação aos racionais.
Queira DEUS que a Sra. nunca tenha de passar por aquilo que o Nuno e a sua família estão a neste momento a passar, caso aconteça, cá estaremos para ajudar.
O MATA foi, é, e sempre será um GRANDE FORCADO!
Seja muito feliz!
Bem haja
Dra. Irina Rodrigues Alemão
De Isabel A. Ferreira a 21 de Fevereiro de 2013 às 09:35
Pois, DOUTORA Irina Rodrigues Alemão, é tanto médica neurologista, como eu sou o Papa.

Porque a ser neurologista seria a VERGONHA da classe.

Primeiro porque leu o meu post e não percebeu nada. Leia outra vez e veja lá o que eu digo de ser ou não ser paraplégico.

Segundo, porque nunca seria uma BOA neurologista, sendo uma aficionada sádica.

Terceiro não sabe distinguir INSULTOS e DIFAMAÇÃO de FACTOS REAIS. O que é lamentável numa neurologista que devia ter frequentado o ENSINO SUPERIOR (ou tirou o curso à Relvas?)

Eu não INSULTO ninguém. Limito-me a apresentar os factos tais como eles são. Não posso chamar deus ao diabo. E se chamo diabo ao diabo, não estou a insultá-lo, nem a difamá-lo, estou a dizer simplesmente o que ele é, coisa a que os aficionados não estavam habituados, por isso são tão ignorantes. Percebeu?

Pois também lamento que não seja analfabeta, pois os analfabetos são mais inteligentes e percebem melhor as coisas da VIDA do que os pretensos “instruídos”.

Também lhe digo que não é digno de uma “neurologista” ir ao Google procurar nomes de neurologistas, tirar-lhe um e apoderar-se dos restantes. Tenha vergonha. Ou assumia o nome todo, ou não assumia de todo, se na verdade fosse a neurologista Irina Rodrigues Alemão.

Pois sou AMIGA dos ANIMAIS NÃO HUMANOS, que não têm nada a ver com IRRACIONAIS. Os IRRACIONAIS são aqueles que vão para uma arena TORTURAR seres vivos para se DIVERTIREM SADICAMENTE e encherem os bolsos de mafiosos.

Que o MATA viva muitos anos. O que está a passar neste momento faz parte da ESCOLHA DELE. Não foi acidente. Ele ESCOLHEU o caminho ERRADO. Agora o ser um GRANDE FORCADO é outra história.

Os forcados são UNS GRANDES COVARDES.

E a “SENHORA DOUTORA NEUROLOGISTA” deve ter o seu “consultório” tão vazio, como a sua alma.
De vera a 20 de Fevereiro de 2013 às 22:30
devia ter vergonha em falar assim, eu fui apoiar o nuno e sempre que me for possivel assim o farei. Concerteza a sr.a ainda nunca matou uma mosca, ou as moscas nao sao seres vivos. Na minha terra diz-se que quem cospe po ar, acaba por lhe cair na cara, pense bem antes de falar, ate porque devia ter mais respeito, pelo nuno e por quem gosta da maior tradição portuguesa. A sr.a nao gosta? Não va.
De Isabel A. Ferreira a 21 de Fevereiro de 2013 às 12:16
Lá vem esta com a lengalenga dos aficionados. Mudem o disco. Este já está GASTO.

Não mato moscas, não. Abro as janelas para elas irem à vidinha delas, sabia?

E eu não “cuspo po ar” porque aprendi que quem “cospe po ar” é parvo. E eu parva não sou.

Devia ter mais respeito pelo “nuno”…

É?

Não respeitei o “nuno”? Engana-se.

E ELE RESPEITOU-SE A SI PRÓPRIO?

… E por quem gosta da maior tradição portuguesa?

MAIOR TRADIÇÃO PORTUGUESA??????

Você quer dizer MAIOR ESTUPIDEZ PORTUGUESA.

Essa não respeito, mas nem que me enforquem.

TORTURAR SERES VIVOS NÃO É DE GENTE CIVILIZADA.

Não gosto, não vou?

Não gosto de quê?

TORTURAR SERES VIVOS É LÁ COISA DE SE GOSTAR?

VÁ ESTUDAR. CIVILIZE-SE. EVOLUA.

O que vale hoje estou com pachorra…
De Irina a 21 de Fevereiro de 2013 às 11:19
Óptimo, ja podem lançar fumo branco, porque aparentemente já temos Papa... Se acha mesmo que eu me daria ao trabalho de procurar o nome de outra pessoa e abrir uma conta de e-mail pura e simplesmente para lhe responder à sua VERBORREIA, é ainda mais RIDÍCULA do que eu já a considerava. Acho incrível como, em toda a sua inteligência e superioridade é incapaz de ter um mínimo de flexibilidade mental e e humildade para aceitar que existam pessoas realmente mais QUALIFICADAS que a Sra. para falar de certos e determinados assuntos, não tem sequer a capacidade não de aceitar, mas sim de respeitar os outros. Não so falou de um assunto que aparentemente desconhece por completo, como realmente difamou o Nuno...
A Sra. é realmente de uma CRUELDADE indiscritível. Como aconselha tanta gente a instruir-se eu aconse-lho-a vivamente a rever os seus valores!
A minha única ignorância no que respeita a este assunto foi realmente o facto de lhe ter dado a mínima importância.
Passe bem!

Bem haja

DOUTORA Irina Isabel Rodrigues Alemão
De Isabel A. Ferreira a 21 de Fevereiro de 2013 às 12:01
Daqui fala o PAPA à DOUTORA Irina Isabel Rodrigues Alemão, neurologista AFICIONADA.

Pode crer, o seu DIPLOMA vale ZERO.

Senhora “neurologista”, não é preciso ser especialista de nada para deitar os seus argumentos por terra. Mas não o farei porque já estou farta de IGNORANTES.

Pois além de ser aficionada, você é sádica, por GOSTAR DE VER TORTURAR SERES VIVOS.

E CRUÉIS são aqueles que os TORTURAM.

Como não sou nada disso, pode cuspinhar o seu rancor à vontade, que não me atinge nem um milímetro.

Isso queriam vocês.

Pois a vossa IGNORÂNCIA está precisamente em vir ao meu BLOG, OLHAR e NÃO SABER INTERPRETAR O QUE ESTÁ ESCRITO. Isso chama-se ILITERACIA.

Vá estudar, SENHORA DOUTORA NEUROLOGISTA.

Se, de facto, frequentou uma UNIVERSIDADE … a sua atitude deixa muito a desejar: NÃO APRENDEU NADA.

COITADOS DOS SEUS "DOENTES".
De Luís a 21 de Fevereiro de 2013 às 13:54
Devo dizer que fico incomodado, realmente incomodado quando alguém se diz tão defensor dos animais e no final despreza os próprios animais humanos.

Ao fim e ao cabo são estes que são da mesma espécie que a Srª, não se esqueça disso. Estes a quem a Srª ofende, chamando-lhes "cobardes", "tauricidas", isto e aquilo, numa chuva de impropérios sem fim.

Não é isso também ofensa a animais, mas neste caso humanos?

É a vida de um animal mais valiosa do que a de outro animal, mas neste caso, humano (tal como os apoiantes da "causa" teimam em chamar-lhe)?

Desconfio que agora me vá chamar inculto, me vá mandar estudar, ler e informar-me. Acredito e assim o farei. Como a aconselho a si a fazer o mesmo acerca da Tauromaquia.

Procure ter a certeza daquilo que diz, não entre em demagogias bacocas e fáceis como por exemplo: "[os toiros] também ficariam paraplégicos (com a tortura que sofrem na arena), se não os matassem.". Não raros são os casos em que aos toiros é poupada a vida e que recuperam normalmente, não ficam paraplégicos como a Srª afirma.

Comparações de aficionados com Hitler, argumentando que Hitler tinha a vantagem de ser vegetariano, que gostava de animais e não os matava? Está, por acaso, esquecida dos mais de 6 milhões de animais humanos (também conhecidos por pessoas) que o citado matou?

Mas então estamos perante uma incompatibilidade lógica no seu raciocínio. Defende animais, mas não se importa com os animais da sua espécie?

Cumprimentos

LS
De Isabel A. Ferreira a 21 de Fevereiro de 2013 às 15:58
A resposta a este comentário está no seguinte link:

http://arcodealmedina.blogs.sapo.pt/234612.html
De Jose Clerigo a 24 de Fevereiro de 2013 às 16:52
Isabel Ferreira,
Que raio de bicho tu es para fazer este tipo de observações?
Es com certeza alguém muito mal amado para ficar feliz com a desgraça alheia.
Envergonhas-me como pessoa e como Portugues.
De Isabel A. Ferreira a 24 de Fevereiro de 2013 às 17:42
Jose Clerigo, que raio de bicho tu és para fazer este tipo de observações?

És com certeza alguém muito mal amado para ficar feliz com a TORTURA DE TOUROS, que os forcados covardes efectuam, estando já eles feridos de morte, moribundos, cheios de uma dor imensa, e têm de levar com uns tantos covardolas em cima.

ENVERGONHAS-ME como pessoa (que não é de certeza da minha espécie), e como Portuguesa, pois esse não é o carácter de um português que se preze.

Um português a sério ABOMINA a TORTURA DE SERES VIVOS PARA DIVERTIR SÁDICOS.

E ao que parece, o ex-forcado Nuno vai continuar a receber ajuda à custa de TORTURA

E eu é que estopu errada.
Prefiro ser BICHO, do que ser FORCADO COVARDE.
De ana pereira a 26 de Fevereiro de 2013 às 21:42
quando alguém publica um estado destes , não pode dever muito à inteligência, é de uma racionalidade comparada à dos animais. pode não gostar de touradas mas isso não lhe dá o direito de de se gloriar de uma fatalidade de um menino na flor da sua vida.
De Isabel A. Ferreira a 27 de Fevereiro de 2013 às 12:13
A resposta a este comentário está no seguinte link:

http://arcodealmedina.blogs.sapo.pt/237733.html
De Maria do Carmo Silva a 16 de Março de 2013 às 12:57
Realmente não ajuda nada a causa anti -tourada este tipo de posts em que nem de procura confirmar informações. O Nuno está TETRAplégico. Não meze os braços e pernas. Respira sozinho assim parece, tem mobilidade dos ombros.
Não sei qual a vértebra partida mas parece ter sido umas das cervicais , claramente. A colhida também mostra isso. Tem sorte de ainda estar vido ou não. Respeito pela desgraça alheia é um princípio que não abandonarei só porque o jovem cresceu no meio de tarados que nem sentem que o touro sofre e tornou-se num deles, infelizmente.
De Isabel A. Ferreira a 18 de Março de 2013 às 09:52
Se o Nuno está tetraplégico, ainda é pior do que o que se diz por aí, e do que eu pensava. Obrigada pela informação. É que circulam as duas versões. EU tinha esperança de que fosse apenas paraplégico.

Mas se a Maria do Carmo Silva diz que é TETRAPLÉGICO, passarei a usar este termo (muito mais triste, muito pior).

E o Nuno não aprendeu NADA.
Continua a contribuir para que outros possam ficar tetraplégicos ou mesmo morrer.

Eu não aplaudo o que aconteceu ao Nuno, como os sádicos fazem quando aplaudem o que acontece aos TOUROS, QUE SÃO TÃO ANIMAIS COMO EU OU COMO O NUNO, E SOFREM DE IGUAL MODO.

Eu apenas LAMENTO que um governo permita que jovens fiquem nesse estado, por interesses económicos obscuros.

Eu LAMENTO que o Nuno ficasse TETRAPLÉGICO, e que esse FACTO não tivesse EFEITO ALGUM na sua mente.

Eu LAMENTO que ele diga que se pudesse FARIA TUDO OUTRA VEZ.

Eu LAMENTO que o Nuno depois de ter ficado TETRAPLÉGICO diga alto que se pudesse candidatava-se novamente a FICAR TETRAPLÉGICO.

É esta mente distorcida que EU LAMENTO no Nuno. Entende Maria do Carmo Silva?

Não estou no rol dos sádicos para aplaudir o que de mal aconteceu ao Nuno, ainda que por livre e espontânea vontade dele.

Lamento o que acontece aos Touros, que vão para a arena FORÇADOS por energúmenos.
De Maria do Carmo Silva a 18 de Março de 2013 às 19:40
Estamos de acordo em tudo. A minha informação sobre o estado do Nuno vem de ter visto um documentário da TVI ,salvo erro,uma reportagem feita no Alcoitão onde estavam a fazer a recuperação para lhe proporcionar maior autonomia.
Tudo isto é muito triste, mas há muita vida à frente do Nuno. Daqui a uns anos , depois de verificar quem está ainda com ele, quando entrar no esquecimento dos media, talvez mude de opinião e se junte àqueles que não querem torturar animais. Tenho esperança, com a experiência que teve, vindo de meios pró tourada ou seja pró tortura, a opinião dele seria decisiva, ele poderia salvar vidas , as de toureiros e as dos touros e cavalos.
De Isabel A. Ferreira a 19 de Março de 2013 às 09:29
Exactamente, Maria do Carmo Silva.

É triste, muito triste, tudo o que aconteceu com o Nuno, e o que acontece com os desventurados animais, que sofrem tanto como nós.

É bem verdade que quem nasce nestes meios não conhece mais nada. Mas se tentamos mostrar-lhes outro caminho, se tentamos mostrar-lhes a verdade, não aceitam. E isso é muito lamentável.

Um dia, talvez, quando se vir só, o Nuno caia em si. Mas entretanto, para ganhar dinheiro, permite que seres magníficos sejam torturados, e outros jovens como ele, se candidatem a ficar tetraplégicos também.

Tudo isto me incomoda Maria do Carmo Silva.

Comentar post