Comentários:
De jose manuel a 17 de Fevereiro de 2013 às 00:08
Cara Isabel, admiro muito a sua coragem em dar a cara por esta causa, em afrontar gente muito perigosa e sem escrúpulos mas que são poderosos e influentes sobretudo junto da comunicação social e poder politico. A senhora é a voz e a força da razão contra a imbecilidade. Gostaria de ver referidos no seu blog muitos outro nomes e situações. Por exemplo o que pensa de artistas como Camané, que é neste momento o novo ídolo da Prótoiro?
De Isabel A. Ferreira a 17 de Fevereiro de 2013 às 11:44
Há muitos anos que luto pela Causa dos ANIMAIS HUMANOS e NÃO HUMANOS.

Diz que afronto gente perigosa e sem escrúpulos? Talvez. Mas afronto sobretudo COVARDES, que apesar de terem influência junto aos meios de comunicação social e poder político (ainda mais covardes do que esses covardes), não passam de gentinha que será esmagada pela DERROTA que sofrerão brevemente.

Claro que faltam muitos nomes. Mas estão sinalizados, para uma oportunidade que surja.

Quanto ao Camané, é tão psicopata, tão sádico e tão ignorante como a prótoiro, os tauricidas, os torcionários, a forcadagem, os ganadeiros mercenários, porque sendo um aficionado, mostra não ter escrúpulos, nem carácter, nem honra.

Canta fado? Não lhe servirá de nada, quando a tourada for enterrada.

Entrará para o «Livro Negro da Tauromaquia» como os outros.
De Fausto a 12 de Abril de 2013 às 14:42
Nas poucas linhas que redigiu, torcionária sim mas da língua portuguesa, destila ódio e fel a um universo que rapidamente se percebe que desconhece.
Mas parece perigosa sim, com nomes "sinalizados", com "gentinha para esmagar", e poupo-lhe a enumeração dos restante epítetos que vende de barato. Perigosa pois, mas a senhora, não quem sempre festejou a bravura dos seus num espectáculo sem igual de afronta à morte, com mais nuances menos nuances, mas de afronta à morte.
Beijos e queijos, e destile ódio à vontade mas, por favor, não me venha com moralismos nem me queira cercear as minhas liberdades - usufrua das suas!
De Isabel A. Ferreira a 12 de Abril de 2013 às 16:19
Sabe Fausto, a sua falta de inteligência é tão grande que não consegue discernir: vê ódio e fel onde está apenas indignação (coisa MUITO DIFERENTE).

Sobre o mundo imundo da tauromaquia (qual universo?) vocês pensam que enganam quem? Está tudo mais do que filmado, documentado, e hoje em dia, é IMPOSSÍVEL esconder o lixo tauromáquico.

Os adjectivos que utilizo são adequados às circunstâncias. Se estou a falar de Bailado Clássico, utilizo os mais suaves e belos adjectivos. Mas se estou a falar de TORTURA DE SERES VIVOS tenho de utilizar os mais directos, sem papas na língua, os que condizem melhor com a estupidez e a ignorância dos factos.

Vê-se que o Fausto é um ignorante dos bons: vê bravura, onde há covardia das grandes.

Os Touros e Cavalos que vão para a arena já vão tão enfraquecidos e impossibilitados de se defenderem, que os covardes torcionários e covardes forcados fazem-se de “valentes” com uma perna às costas.

Coitados. Se soubessem a figura de parvos que fazem, ficariam em casa debaixo de uma mesa, bem escondidos, para que ninguém visse aquelas caras deformadas pela estupidez.

Ódio, destilam vocês contra os pobres animais indefesos e inofensivos. Que mal vos fizeram eles? Tudo isso, irão pagar bem caro, um dia. A vida encarregar-se-á de cobrar o preço. Tão certo como o dia se seguir à noite.
M
oralismos, liberdades, vocês merecem é estar na prisão por crime de BIOCÍDIO.

Lá virá o dia em que isso acontecerá (profetizou Leonardo da Vinci).

Evolua, Fausto. Tem uma retórica completamente obsoleta e medieval.
De Fausto a 12 de Abril de 2013 às 14:32
(..)"gente muito perigosa e sem escrúpulos mas que são poderosos e influentes "(..)????
Acha que se o fossem perdiam tempo nas bancadas do parlamento???
A única coisa que nos agonia é não entenderem o limite das vossas liberdades e o inicio dos nosso direitos.
Quanto aos animais?? Não me tenho por santo, sou humano com todos os meus defeitos, e dá-me realmente prazer presenciar a valentia de alguém numa "dança" da morte..., pode achar piroso, mas não me queira proibir.
De Isabel A. Ferreira a 12 de Abril de 2013 às 15:43
Não sei de onde tirou essa da “gente muito perigosa e sem escrúpulos mas que são poderosos e influentes»…

Mas também não interessa. Que lá estão sentados os que apoiam a tauromaquia, ESTÃO.
(Por pouco tempo mais, porém).

“Vossas liberdades” e “início de direitos”? O que é isso?

Liberdades e direitos? Sabe o que isso é ó Fausto?

Não sabe. Porque se soubesse, não viria para aqui dizer tamanha idiotice.

Não há liberdades nem direitos quando está em causa a TORTURA DE SERES VIVOS, sejam eles humanos ou não humanos. Em parte alguma do Universo.

Só nas mentezinhas tacanhas é que essa ideia existe.

Quanto ao que diz sobre os animais, lembre-se de que o Fausto é um animal humano irracional, pelo que aqui vejo. Com bastantes defeitos, sádico, a abeirar o psicopata.

Tem “prazer” em presenciar a “valentia”? Qual valentia? A do Touro e do Cavalo, que são os únicos e verdadeiros valentes e heróis de uma tourada? O resto é um bando de COVARDES e MARICAS.
Gosta de ver “danças da morte”?, Aí está o indício da sua psicopatia.

E eu não acho PIROSO coisa nenhuma, acho muito pior. Acho DEMÊNCIA.

Proibir o Fausto? De quê? De se atirar a um abismo? Estou-me nas tintas para o que faz.

Mas não me estou nas tintas para o que FAZEM AOS Touros e aos Cavalos. Esses, sim, merecem toda a minha admiração. E é com eles o meu compromisso.

Faustos? Há muitos, como os chapéus. E milhões de Faustos não valem o que vale um só Touro ou um só Cavalo. São uma completa nulidade.

Comentar post