Quinta-feira, 31 de Janeiro de 2013

Um apelo ao ex-forcado Nuno Carvalho, em nome da Humanidade

 

A iniciativa do dia 17 de Fevereiro no campo pequeno, é um monstruoso insulto ao Nuno de Carvalho Mata
 
 

 

Nuno de Carvalho, como gostaria de te ver assim, de pé, a receber aplausos, num outro lugar, que não numa arena de tortura, por teres feito algo inerente à condição HUMANA.

 

Mas optaste por ser torturador, e o destino marcou-te.

 

Dizem que no dia 17 de Fevereiro de 2013 (ano azarento para os tauricidas) estás disposto a aceitar uma homenagem com TORTURA de seres vivos, e a receber ajuda monetária manchada com o sangue desses mesmos seres vivos.

 

Entrarás na arena do campo pequeno numa cadeira de rodas. Lamento, muito sinceramente. Como lamento que não tivesses aprendido nada, com a desgraça que se abateu sobre ti.

 

Tens uma boa oportunidade de optar por seres um SER HUMANO, mas continuarás a querer ser TORTURADOR?  Isso não fará com que recuperes do teu azar.

 

Poderias tornar-te um símbolo para a Humanidade, tal como Álvaro Múnera. Esse aprendeu a lição. E  tu não?

 

Põe a mão na tua consciência (se a tiveres) e pensa na razão de hoje estares tetraplégico.

 

Diz-me, valeu a pena seres torturador de Touros moribundos, para agora estares confinado a uma cadeira de rodas?

 

Não, não és o "herói" que querem fazer de ti. Os HERÓIS não torturam seres vivos, para divertir sádicos e psicopatas. Os HERÓIS salvam vidas e fazem coisas humanamente grandiosas em PROL da Humanidade.

 

Se achares que valeu a pena, então deixa que torturem mais seres, que sofrem a dor tal como tu.

 

Deixa que outros forcados fiquem tetraplégicos ou morram, por um motivo tão fútil, tão inútil, tão bárbaro. 

 

Dizem que a homenagem que te querem fazer será no funesto dia 17 de Fevereiro de 2013. Num Domingo.

 

Chamam-lhe “Festival de Homenagem”. "Festival" Taurino.

 

Ainda faltam alguns dias para esse SINISTRO dia 17.

 

Pensa bem.

 

Podes escolher entre dois caminhos: recusares-te a ser USADO nessa desprezível homenagem (não penses que é por ti que o “festival” taurino vai realizar-se, não te ILUDAS, pois é pelo interesse dos ganadeiros mercenários, e dos “donos” do campo pequeno) e tornares-te um símbolo para a Humanidade, ou aceitares ser o ISCO de uma falsa homenagem para que outros lucrem, e continuares a ser torturador de Touros, ainda que em cima de uma cadeira de rodas, por permitires que seres vivos sejam massacrados em teu nome.

 

Pensa bem.

 

Ao ficares tetraplégico, a vida deu-te uma oportunidade de te tornares ÚTIL à Humanidade, por mais paradoxo que isto possa parecer. Um forcado não passa de uma criatura INÚTIL e COBARDE.

 

Se não retrocederes, se não rejeitares esta FARSA continuarás a ser um INÚTIL, não por seres tetraplégico, mas por não optares por te ajudares a ti próprio e fazeres a Humanidade evoluir.

 

O que querem fazer contigo nesse funesto dia 17 é IMORAL e DESPREZÍVEL, porque pretendem ganhar dinheiro à tua custa (dar-te-ão apenas uma pequena percentagem daquilo que os ganadeiros mercenários ganharão com este “festival macabro”, e que poderá ser uma boa maquia). E um dia, abandonar-te-ão.

 

Pensa bem.

 

O apelo que te faço é sincero.

 

Gostaria que te tornasses num ser humano venerável, por ter aprendido a lição, e não aquela criatura que se regozija com a tortura de animais, que tal como tu, também ficariam tetraplégicos (com a tortura que sofrem na arena), se não os matassem.

 

E tu sabes o que sofreste.

 

Eles, os Touros, até psicologicamente TAMBÉM SOFREM COMO TU.

 

Espero que aceites o meu apelo, e te transformes num HOMEM que todos respeitem, por teres tido a CORAGEM de te tornares ÚTIL à Humanidade.

 

Com a minha solidariedade, aguardo que faças a opção que o Mundo espera que faças.

 

Milhares de olhos estão postos em ti, neste momento. Queremos ver até que ponto és um HOMEM.

 

Isabel A. Ferreira

 

(Este texto foi enviado ao Nuno Carvalho, que optou não por não querer ser herói, mas por continuar a ser cobarde).  

***

 

Nuno Carvalho, peço-te que tenhas em conta os dois comentários que se seguem, pois depende apenas de ti ficares para a História como um HOMEM, ou ficares para a História como um COBARDE.

 

Jay Nandi disse sobre Um apelo ao ex-forcado Nuno Carvalho, em nome da Humanidade  na Sexta-feira, 1 de Fevereiro de 2013 às 13:04:

«O que aconteceu ao Nuno foi muito recente e a indústria tauromáquica, fruto do mediatismo do caso, por enquanto vai fazer de conta que se rala com o Nuno e o apoia. Mas com o tempo vem o esquecimento e o Nuno vai ficar sozinho e ter de enfrentar o elevado preço por ter entrado num jogo cruel, estúpido e inútil. Esperemos que o Nuno seja um novo Álvaro Munera e que contribua para que não aconteçam mais desgraças destas com outros jovens

 

***

Vai acabar sozinho e desgraçado como todos os outros, Jay, a não ser que faça algo por si próprio: REJEITE ESTA FARSA no dia 17 de Fevereiro.

 

***

 

Jay Nandi, deixou um comentário ao post Um apelo ao ex-forcado Nuno Carvalho, em nome da Humanidade às 12:49, 2013-02-01.

 

Comentário:

 

«E a câmara da Moita onde é que fica nisto tudo? A câmara deu medalhas de mérito e dá milhares de euros em subsídios aos grupos de forcados da Moita, incentivando a que jovens saudáveis arrisquem a saúde e a vida em ataques a bovinos feridos, por isso é corresponsável moral e financeiramente pelo que aconteceu ao Nuno Carvalho. A indústria tauromáquica e a câmara da Moita devem ser responsabilizadas e condenadas e indemnizar o Nuno Carvalho. E não é com tampinhas de plástico ou com mais tortura de bovinos, é com dinheiro do bolso deles

 

***

Muito bem, Jay. Plenamente de acordo.

Esqueci-me desse pormenor importantíssimo. A Câmara Municipal da Moita e os ganadeiros gananciosos, enfim, a indústria tauromáquica são os principais CULPADOS da SITUAÇÃO do Nuno.

Esta iniciativa do dia 17 de Fevereiro é um monstruoso INSULTO ao Nuno Carvalho.Mas ele lá saberá como quer ser recordado: um herói, por ter aprendido a lição e rejeitado a selvajaria tauromáquica?  Ou um cobarde, por nada ter aprendido e continuar a aplaudir e a apoiar esta prática cruel e medievalesca, uma vez que já não pode praticá-la?

Isabel A. Ferreira

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 18:10

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Comentários:
De Carlos Ricardo a 1 de Fevereiro de 2013 às 02:37
Tudo o que tenho a dizer e espero, é que este apelo à sensatez não caia em saco roto.
De Isabel A. Ferreira a 1 de Fevereiro de 2013 às 09:23
Também espero, Carlos Ricardo.

São nestes momentos que ficamos a conhecer os VERDADEIROS HOMENS.

Errar, todos erramos, pelo menos uma vez na vida. Insistir no erro tem um nome.

Vamos ver se o Nuno se deixa arrastar na lama e cai na armadilha dos energúmenos, ou se toma uma atitude de HOMEM e passa para o lado dos verdadeiros HERÓIS, ou seja, daqueles que são capazes de grandes gestos, em prol da evolução da Humanidade.

Se o meu apelo à sensatez cair em saco roto, Ricardo, o Nuno terá perdido a oportunidade de deixar de ser covarde, pois será como covarde que ficará na História.
De Jay Nandi a 1 de Fevereiro de 2013 às 12:49
E a câmara da Moita onde é que fica nisto tudo?
A câmara deu medalhas de mérito e dá milhares de euros em subsídios aos grupos de forcados da Moita, incentivando a que jovens saudáveis arrisquem a saúde e a vida em ataques a bovinos feridos, por isso é corresponsável moral e financeiramente pelo que aconteceu ao Nuno Carvalho. A indústria tauromáquica e a câmara da Moita devem ser responsabilizadas e condenadas e indemnizar o Nuno Carvalho. E não é com tampinhas de plástico ou com mais tortura de bovinos, é com dinheiro do bolso deles.
De Isabel A. Ferreira a 1 de Fevereiro de 2013 às 14:01
Muito bem, Jay.
Plenamente de acordo.

Esqueci-me desse pormenor importantíssimo.
A Câmara Municipal da Moita e os ganadeiros gananciosos, enfim a indústria tauromáquica são os principais CULPADOS da SITUAÇÃO do Nuno.

Esta iniciativa do dia 17 de Fevereiro é um autêntico INSULTO ao Nuno Carvalho.
De Jay Nandi a 1 de Fevereiro de 2013 às 13:04
O que aconteceu ao Nuno foi muito recente e a indústria tauromáquica, fruto do mediatismo do caso, por enquanto vai fazer de conta que se rala com o Nuno e o apoia. Mas com o tempo vem o esquecimento e o Nuno vai ficar sozinho e ter de enfrentar o elevado preço por ter entrado num jogo cruel, estúpido e inútil. Esperemos que o Nuno seja um novo Álvaro Munera e que contribua para que não aconteçam mais desgraças destas com outros jovens.
De Isabel A. Ferreira a 1 de Fevereiro de 2013 às 14:22
A resposta a este comentário encontra-se no seguinte link:

http://arcodealmedina.blogs.sapo.pt/225621.html

Comentar post

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Setembro 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
17
18
19
20
22
23
26
27
28
29
30

Posts recentes

Num Planeta devastado pel...

O escritor russo Liev Tol...

Nem tudo foram rosas na p...

Líder do PAN insultada e ...

«Querido Touro…Eu respeit...

População das Ilhas Faroé...

Um recado de Paz Romero, ...

Dizem que amanhã, na Figu...

Cristina Rodrigues, depu...

Denúncia – Animais de qui...

Arquivos

Setembro 2021

Agosto 2021

Julho 2021

Junho 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

Acordo Ortográfico

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, devido a este ser inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais.

Comentários

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. 1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome. 2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas". 3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt