Terça-feira, 19 de Dezembro de 2023

Que Natal poderá ser este Natal de 2023?

 

Mensagem Natal 2023.png

publicado por Isabel A. Ferreira às 18:34

link do post | Comentar | Ver comentários (5) | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2023

Blogue «Identidade de Género - Ideologia ou ciência? - O que se está a fazer às crianças é criminoso»

 

DECLARAÇÃO:

Não apoio nenhum partido político. Sou convictamente apartidária, mas não, apolítica. Não concordo com a partidocracia  instalada em Portugal, o que me dá o privilégio de poder aproveitar o que cada partido apresenta de racional, para fazer evoluir a sociedade. Leram bem: fazer evoluir. E voto em pessoas, mas NUNCA, em bandeiras. E se nenhuma pessoa merecer o meu voto, voto em branco. Por isso, dou-me o direito de partilhar a publicação do Blogue da Ana Maria Costa, porque comungo da ideia de que o que estão a fazer com as nossas crianças é criminoso, até porque já fui (digo já fui, porque lhe perdi o rasto, não sei se é vivo ou morto) a melhor amiga de um transexual brasileiro, e o sofrimento dele  fez-me doer a alma.

 

E mais: concordei, na íntegra, com o discurso  da "Política da Retrete", da Deputada da Assembleia da República, Rita Matias. Já temos demasiados tarados e violadores à solta por aí. Não queiram os políticos ser coniventes com este tipo de crimes. Este é um assunto demasiado sério, para ser tratado levianamente por gente, que, sem a mínima competência na matéria, com certeza, gostaria de ver o circo a arder. As crianças e os jovens portugueses merecem RESPEITO


Aproveito para deixar aqui um link para o excelente artigo de Teresa de Melo Ribeiro sob o título «A promoção da ideologia de género nas escolas e o abuso de menores -  A legalização da imposição e promoção da (totalitária) Ideologia de Género nas escolas portuguesas constitui um inadmissível abuso da especial fragilidade e vulnerabilidade das crianças e dos jovens», com o qual estou inteiramente de acordo:

https://observador.pt/opiniao/a-promocao-da-ideologia-de-genero-nas-escolas-e-o-abuso-de-menores/

 

O que pretendem os deputados da Nação? Castrar as nossas crianças e jovens, ou haverá gato escondido com o rabo de fora, nesta ingerência na vida pessoal e familiar das crianças e jovens portugueses?

Isabel A. Ferreira

***

 

Dezembro 18, 2023

Maria Helena Costa

Todos os alunos e professores estão a levar com políticas ideológicas de género que anulam protecções baseadas no sexo ao dar prioridade aos sentimentos em vez da biologia.

Estreou ontem, às 21h, a apresentação do documentário "No Way Back" legendado em Português [*] com importantes testemunhos, não só de "detransicionados" como de profissionais de saúde. Numa altura em que vemos aprovadas, nas nossas costas, leis que promovem a confusão de crianças e prevêem a perseguição aos pais que questionem isto, urge ver este documentário e fazê-lo chegar ao maior número de pessoas possível.

Maria Helena Costa

 

Este documentário sobre "detransição" conta com a participação de 05 pacientes, 12 especialistas e 45 artigos médicos académicos. Uma onda de arrependimento está a vir na nossa direcção. Estará a nossa sociedade equipada para enfrentar os danos dos chamados cuidados de afirmação de género e para reconhecer o que a classe médica tem feito aos detransicionistas? Saiba pelo que estas almas corajosas passaram e como pode ajudar. Veja o nosso filme "No Way Back: A Realidade dos Cuidados de Afirmação de Género", anteriormente conhecido como "Affirmation Generation". Este documentário é uma produção independente, com recurso à boa vontade de voluntários e de pessoas que fizeram pequenos donativos. Não houve qualquer subsídio estatal nem apoio institucional. Muita gente trabalhou arduamente de forma gratuita ou por um valor simbólico. A distribuição do filme foi deveras difícil porque em vários cinemas a exibição chegou a ser cancelada depois de violentos protestos de transactivistas. A larga maioria das pessoas responsáveis por este filme são elas mesmas consideradas parte daquilo que se chama "comunidade lgbt+" e que se horrorizam com o alcance que a Ideologia e Género está a ter na vida de tanta gente. A maré está a mudar! Mais informação em: nowaybackfilm.com

***

[*]  O documentário está legendado em Português híbrido: ora grafia portuguesa, ora grafia brasileira. O texto de apresentação do documentário, igualmente. Neste caso, «O Lugar da Língua Portuguesa» accionou a correcção automática, conforme consta na componente AO90, no lado esquerdo do Blogue. (Isabel A. Ferreira)

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 16:06

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2023

E assim vai Portugal: «um País com 10 milhões de habitantes, em que dois milhões deles são pobres, enquanto 18 milhões de Euros são gastos, por ano, em viagens presidenciais completamente inúteis», por Manuel Damas

 

Em Portugal, a política é a política da treta, e os políticos são uns refinados treteiros. É o que me apraz dizer, depois de ler este texto de Manuel Damas.(Isabel A. Ferreira)

 

Pobreza nas ruas.jpg

Por Manuel Damas

 

Há cada vez mais pessoas a viver nas ruas, em tendas e cartões.
Os dados oficiais mais recentes apontam para 10.773 pessoas sem-abrigo em Portugal, o que representa um aumento de 78% em quatro anos.
Em 2018 eram 6.044...


Passou para 10.773...


Os números podem, no entanto, ser ainda maiores, dado que a contabilidade oficial reporta a 31 de Dezembro de 2022 e os últimos tempos foram de uma subida astronómica.


E o único dinheiro que existe...é para respostas de emergência e temporárias.
Na passada terça-feira, Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza, Marcelo Rebelo de Sousa pediu novas abordagens e modelos de acção no combate à pobreza, alegando que o país não se pode conformar com quase dois milhões de pobres.


É, pois, importante, que esta data sirva para reforçar o alerta face às novas realidades que têm agravado as condições de pobreza, exigindo novas abordagens e modelos de acção para o seu combate”, alerta o Presidente da República.


Novas abordagens e novos modelos...
Ou, como soi dizer-se...


Um enorme e vazio blá, blá, blá, apenas com o intuito de ser notícia.


Basta lembrar o orçamento de 18 milhões de euros, por ano, da Presidência da República, para viagens absolutamente desnecessárias, infrutíferas, estapafúrdias e sem qualquer retorno, apenas para alimentar o egocentrismo e o narcisismo de "sua insselência"...o Grão Mestre da Carica Tonta.


Um País com 10 milhões de habitantes em que, 02 milhões deles são pobres...
É uma incomensurável e infinda...
Vergonha!

 

Fonte: https://www.facebook.com/photo/?fbid=6983112368377332&set=a.133659383322699

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 17:02

link do post | Comentar | Ver comentários (6) | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2023

Isabel Lhano (Vila do Conde, 1953-2023) - Até sempre!...

 

Natural de Vila do Conde, Isabel Lhano faleceu no passado dia 10 de Dezembro, de madrugada, vítima de um aneurisma, informou a sua irmã, Graça Martins. A celebrar 50 anos de carreira e sete décadas de existência, a artista plástica tem patentes várias exposições até ao final do ano, quer na terra natal, quer na Póvoa de Varzim.

 

E uma delas foi inaugurada no Teatro Garrett, na Póvoa de Varzim, no dia 07 de Outubro, do corrente ano,  a segunda exposição antológica " Império da Beleza " com desenhos e pinturas que percorrem várias fases e séries da sua vasta e fabulosa obra. A pintura que consta da imagem, mais abaixo, à direita, é uma delas, realizada no passado mês de Setembro. À esquerda, vemos Isabel Lhano em todo o esplendor da também sua beleza.

***

A vida uniu-nos através da Arte.
Da tua Arte.


Da Arte onde manifestavas as tuas emoções, a tua visão da vida, os teus sonhos, com pinceladas que nos diziam do teu Imo, da tua alma.


No passado domingo, ao cair da tarde, fui surpreendida com a notícia da tua tão inesperada morte.


A tua alma partiu para outra eternidade. Mas a tua fabulosa obra ficou para a eternidade terrena, e será através dela que viverás para sempre, entre nós...

Até sempre querida amiga! Até sempre!... ❤

Isabel A. Ferreira

 

LHANO.png

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 18:13

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 8 de Dezembro de 2023

«Assunto: António Costa demite-se do Governo e deixa...»

 

Recebi o texto, que se segue, via e-mail, e sobre ele tenho a dizer o seguinte:

Quem é bom observador e seguiu a carreira política de António Costa, sabe que ele, além de não ser uma pessoa que dá um ponto sem nó, tem algo em mente que vai muito para além de um sair de cena, na hora H. Não tendo talento para aproveitar a maioria absoluta, que uma minoria do povo português votante lhe deu, deixou Portugal de calças na mão, com um obviamente apresentei a minha demissão...  

Só faltou dizer: antes que o barco se afunde ainda mais...  

Quem não o conhecer, que o compre!

Isabel A. Ferreira

 

Demissão de A. Costa.png

 

(Para os portugueses analisarem a situação; analisarem as propostas alternativas e …)

 
 António Costa demite-se do Governo,  após 08 anos de 1º Ministro e deixa: 

 

- A maior carga fiscal de sempre: 36,4% do PIB

- A maior dívida pública de sempre: 276 mil milhões de euros

- O maior número de portugueses sem médico de família de sempre: 1,7 milhões de portugueses

- 42,5% dos portugueses em risco de pobreza antes de transferências sociais 

- O menor número de processos findos nos tribunais portugueses desde 1985: 524 mil (com exceção de 2020, ano de maior impacto da pandemia)

- O ano de menor acesso dos cidadãos à Justiça desde 1979: 484 mil processos entrados nos tribunais portugueses 

- O pior mês da história do Serviço Nacional de Saúde, nas palavras do próprio Governo 

- 583 mil utentes em lista de espera para consultas 

- 235 mil inscritos em lista de espera para cirurgias 

- 32% dos utentes a serem atendidos para lá do tempo recomendado 

- Médicos e enfermeiros em guerra 

- Professores e auxiliares em guerra 

- Forças Armadas em processo de falência e com níveis operacionais em risco 

- Crise total na habitação, impossibilidade de os portugueses conseguirem casa para morar´

- A própria Economia a começar a definhar, o último trimestre já foi de contração 

- Esta é uma fotografia real, com dados oficiais, de alguns dos mais importantes indicadores da sociedade que somos

- É neste quadro que António Costa se demite!!!

***
 

publicado por Isabel A. Ferreira às 17:25

link do post | Comentar | Ver comentários (4) | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 6 de Dezembro de 2023

E assim vai o mundo...

 

A falta de conhecimentos é algo muito sinistro, porque compromete a evolução da vida e o futuro do próprio Planeta. Mas como progredir, quando as políticas se baseiam nas Leis do Saber Menor e do Bolso Cheio?

 

A quem interessa um povo culto, esclarecido e com poder de discernir? Não certamente aos desgovernantes que, promovendo a ignorância, a incultura, a mediocridade, podem mais facilmente manipular um povo assim. Ninguém mais submisso do que um povo inculto.

 

A Humanidade transformou-se numa grande mentira, assente numa visão hipócrita dos poderes podres que a desgovernam. E quando os homens se transformam em meros “produtos” da História dos próprios países, significa que nada valem como homens. Então há que mudar os conceitos para que se dê um novo rumo à História.

 

Mas quem está interessado em mudar o rumo da História? Os ricos e os desgovernantes, ao fim e ao cabo, os donos do mundo, têm tudo o que querem para gozar a vida, de um modo irresponsável.

 

Os outros... Quem são os outros? Simples marionetas, que esses mesmos ricos e desgovernantes manipulam a seu bel-prazer, num jogo sádico e idiota, mas muito eficaz.

 

***

As democracias modernas

 

As mal denominadas “democracias modernassão uma forma de ditaduras institucionalizadas. O povo escolhe homens para que governem de acordo com as necessidades colectivas, as do Povo, e os eleitos, quando se vêem no Poder, desgovernam segundo os seus interesses privados, conforme os interesses particulares dos seus amigos, e dos amigos dos seus amigos. E das suas famílias. E do vizinho do lado. E dos amigos do vizinho. Que restará do poder político do Povo? Absolutamente nada. Além disso, os mandatos prolongados dos desgovernantes criam indesejáveis e intoleráveis ditaduras. Inevitavelmente.

 

in «A HORA DO LOBO» © livro de Josefina Maller  

 

***

 

Em Portugal os portugueses de 1.ª categoria são os vigaristas, os corruptos, os ladrões, os carrascos e os que ganham muito dinheiro para governar, chefiar e dirigir bem o País, e governam, chefiam e dirigem mal o País.

 

Josefina Maller

 

Povo.jpeg

Fonte da imagem: https://www.facebook.com/raphaelgouveamonteiroescritor

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 16:50

link do post | Comentar | Ver comentários (4) | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Fevereiro 2024

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
21
22
23
25
26
27
28
29

Posts recentes

Dois anos de guerra na Uc...

«Bicadas do Meu Aparo: “P...

Na passagem do 97º aniver...

Aleixei Navalny, um símb...

Os Defensores dos Direito...

Legislativas 2024 - Movim...

Os Polícias são traidores...

João Moura condenado: jus...

24 de Janeiro de 1944: ao...

«Bicadas do meu aparo: “S...

Arquivos

Fevereiro 2024

Janeiro 2024

Dezembro 2023

Novembro 2023

Outubro 2023

Setembro 2023

Agosto 2023

Julho 2023

Junho 2023

Maio 2023

Abril 2023

Março 2023

Fevereiro 2023

Janeiro 2023

Dezembro 2022

Novembro 2022

Outubro 2022

Setembro 2022

Agosto 2022

Junho 2022

Maio 2022

Abril 2022

Março 2022

Fevereiro 2022

Janeiro 2022

Dezembro 2021

Novembro 2021

Outubro 2021

Setembro 2021

Agosto 2021

Julho 2021

Junho 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

AO90

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, nem publica textos acordizados, devido a este ser ilegal e inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais. Caso os textos a publicar estejam escritos em Português híbrido, «O Lugar da Língua Portuguesa» acciona a correcção automática.

Comentários

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. 1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome. 2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas". 3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt