Domingo, 31 de Outubro de 2021

O que vejo nesta imagem?

 

Vejo um ser quase-humano em agonia, e uma muralha de cimento armado com olhos a molestar cobardemente o ser quase-humano em agonia...

 

Touro em agonia.jpg

Origem da imagem:
https://www.facebook.com/photo/?fbid=3159022547667582&set=a.1871471499756033

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 16:48

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Sábado, 30 de Outubro de 2021

Arena d’Évora: vergonha nacional, afinal, NÃO há autoridades em Portugal, e tudo não passa de uma grande FANTOCHADA

 

ARENA D'éVORA.PNG

Fonte da imagem para interagirem com a Arena d'Évora:

https://www.facebook.com/1247201205382503/posts/3775400459229219/

 

Quando se trata de tauromaquia, em Portugal, NÃO HÁ vitórias. Em Espanha há. E evolui-se. Por algum motivo há-de ser.

 

As denúncias dos cartazes para este abominável evento a ter lugar na Arena d’Évora VALERAM ZERO. Houve bastantes denúncias, a várias “autoridades”.

Estas:

igacgeral@igac.pt, sepna@gnr.pt, gabinete.pm@pm.gov.pt, gab.ministro@medu.gov.pt, gabinete.ministro@mc.gov.pt, canal.parlamento@ar.parlamento.pt, gp_ps@ps.parlamento.pt, gp_psd@psd.parlamento.pt, gp_pp@pp.parlamento.pt, bloco.esquerda@be.parlamento.pt, gp_pcp@pcp.parlamento.pt, pev.correio@pev.parlamento.pt, Pan.correio@pan.parlamento.pt, gabinete@ch.parlamento.pt, Gabinete@il.parlamento.pt, gabinetejkm@ar.parlamento.pt, cristina.rodrigues@ar.parlamento.pt, gab.presidente@cm-lisboa.pt, correiopgr@pgr.pt, correio@sg.mj.pt, gfcj@pgr.pt, cnpdpcj.presidencia@cnpdpcj.pt,

 

Eu também denunciei. Até para a PGR, que me respondeu nada ter a ver com isso. Isso é competência da IGAC. Como sabemos, a IGAC é aficionada a 1000%, portanto, as denúncias para a IGAC valem ZERO.

 

A salvação seria uma grande tempestade lá para aqueles lados. Essa é que poderia ser a AUTORIDADE mais competente para salvar as crianças da bárbara lavagem cerebral, que lhes querem fazer. Contudo, dizem-me que a arena foi remodelada e que até podiam chover pedras! A não ser que algum milagre acontecesse, para encher de racionalidade as autoridades a quem o abuso foi denunciado.



Tudo em vão.
Não vivemos num país a sério, nem temos autoridades competentes, para evitar que progenitores sem consciência atirem os filhos para a crueldade das arenas de tortura de Touros. Um crime de lesa-infância. Mas quem para punir este crime?


Tudo não passa de uma grande FANTOCHADA. Até o pedido para fazer as denúncias. Se não servem para nada. Até esta coisa de RECOMENDAR que os menores de 16 anos não devem assistir a touradas, quando existe a possibilidade de elas irem com os progenitores, como se isso tornasse as touradas menos CRUÉIS, e as crianças não possam ser traumatizadas para toda a vida, e virem a ter mentes tão deformadas, como os dos que as obrigam a assistir a estas crueldades.

 

TUDO UMA GRANDE FANTOCHADA!!!!!



E vejam o que fazem ao pobres Touros que são levados para a arena com 20 horas de antecedência e ali ficam, desorientados e maltratados, até à hora de serem TORTURADOS diante de crianças.



Isto revolta até um pedregulho, portanto, nem pedregulhos, nem HOMENS temos no PODER. De que matéria será feito o PODER? Dessa mesmo, que quem me lê e é HUMANO está a pensar.   

Isabel A. Ferreira

Para ver o vídeo clicar em ver no Facebook

publicado por Isabel A. Ferreira às 18:51

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 28 de Outubro de 2021

Se vivêssemos num país a sério, com um governo a sério e evoluído, onde as autoridades cumprem e fazem cumprir as Leis, estes cartazes não andariam a circular por aí…

 

… e mandava-se já reservar celas nas prisões, para quem assim comete um crime por incitação à desobediência das leis vigentes.

 

A ver vamos se temos autoridades competentes.

 

Violação das leis 1.jpeg

Violação das leis 2.png

Ler mais aqui:
https://arcodealmedina.blogs.sapo.pt/denuncia-as-autoridades-portuguesas-de-1100840?tc=85429298209

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 15:08

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 27 de Outubro de 2021

O líder do CDS/PP assiste à tortura de seis Touros e dezenas de Cavalos, na Chamusca

 

Num país a sério, com um governo a sério e evoluído, um líder político ou um deputado da Nação jamais ousaria aplaudir e apoiar a tortura de seres vivos.

 

Francisco Rodrigues dos Santos, líder da bancada do CDS/PP no Parlamento português, foi à praça de Touros da Chamusca assistir e aplaudir a tortura de seis Touros e dezenas de Cavalos, desconhecendo que os Touros e Cavalos são tão animais como as Tartarugas que se encontram num tanque da Quinta Conde dos Arcos, situada nos Olivais, para as quais recentemente o CDS/PP solicitou protecção à Câmara Municipal de Lisboa. Ou uns são mais animais do que outros?


«É sempre importante saber quem está do lado da civilização e do respeito pelos animais e quem está contra eles, ao lado da violência e da crueldade»
(Plataforma Basta de Touradas)

 

Sabemos que a evolução não está ao alcance de todas as mentalidades, mas é inconcebível que não esteja ao alcance de gente que teve a oportunidade de evoluir, frequentando uma Universidade, e não aproveitou essa oportunidade.

 

Isabel A. Ferreira

 

Fonte: https://www.facebook.com/Basta.pt/photos/a.472890756075069/4748753401822095/

 

CDS e a hipocrisia.jpg

 

Em Portugal é isto que se vê, na imagem.

Em Espanha, encaminha-se para a EVOLUÇÃO.

 

«A lenta agonia da tauromaquia em Espanha, ajudada pela covid-19 e por decisões políticas»

 

Eduardo Briones - ERuropa Press - Getty Images.jpg

 

Esta colhida sofrida pelo toureiro Emilio de Justo em Sevilha, em Setembro de 2021, não teve consequências graves. Já o sector tauromáquico vive com dificuldade desde que a pandemia atacou. (Foto: Eduardo Briones/Europa Press/Getty Images)

 

Governo de Pedro Sánchez exclui as corridas de touros do cheque cultural de 400€ que beneficiará os jovens que façam 18 anos em 2022. Sector queixa-se desta decisão, que agrava os males contraídos desde que a pandemia atacou.

 

Ler notícia aqui:

https://amp.expresso.pt/internacional/2021-10-27-A-lenta-agonia-da-tauromaquia-em-Espanha-ajudada-pela-covid-19-e-por-decisoes-politicas-cfbdf62a?fbclid=IwAR2ZQtIalhmq-XgyQ5cDU2jUiMC93xB5FgJIh5z8qxvHV3yrmL2noB4r4fU

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 15:55

link do post | Comentar | Ver comentários (4) | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 26 de Outubro de 2021

Em Espanha como em Portugal as corridas de Galgos são algo absolutamente abominável, onde seres extremamente sensíveis são expostos a uma extrema crueldade, abandono e morte

 

Em Espanha como em Portugal há que ACABAR com esta crueldade.
No entanto em Espanha existe a AnimaNaturalis um organismo que se interessa verdadeiramente por esta questão.

 

Em Portugal não existe nem partidos políticos nem organismos que façam verdadeiras campanhas contra esta barbaridade. E os Galgos são CÃES.  Em contrapartida, em Portugal temos Pedro do Carmo, deputado do PS que preside à Comissão responsável pela apreciação das iniciativas legislativas para o fim das corridas de Galgos, o qual diz ter assistido a uma e disse ser um "extraordinário espectáculo"?



É por estas e por outras, que Portugal continua na cauda da Europa em inúmeras questões cruciais para a Evolução Humana. Em Portugal apenas faz-se-que-faz-se.

 

Mas vejamos o que está a ser feito em Espanha.

Isabel A. Ferreira

 

Salvemos os Galgos.jpg

SALVEMOS OS GALGOS

 

Por AnimaNaturalis

 

A nossa equipa de investigação conseguiu obter imagens de uma corrida de Galgos organizada na Andaluzia (Villarrubia, 11/09/2021). Aceder a esse tipo de evento nunca foi fácil, pois os galgueiros sabem que estão na nossa mira, e que vamos atrás deles.


Estes cães são explorados à exaustão e quando já não servem para correr são abandonados ou simplesmente abatidos da forma mais cruel.

 

O nosso compromisso é lutar até às últimas consequências para que os Galgos usados ​​na caça e nas corridas tenham as mesmas protecções que os demais cães que vivem em nossas casas, pois até agora são considerados meros instrumentos.

 

Mais de 50.000 galgos são abandonados a cada ano, de acordo com dados de várias investigações, incluindo as nossas próprias investigações. Eles são usados ​​como armas para caçar animais como lebres e coelhos, mas também em corridas onde competem por prémios e apostas.

 

Nessas corridas, os Galgos são obrigados a perseguir uma isca que finge ser uma lebre, mas não porque tenham um especial espírito de caçador, mas porque foram treinados desde cachorros para os estimular. Os Galgos excitam-se ficam rapidamente   quando vêem outros a correr. Quem convive com um Galgo sabe que correr os diverte. No entanto, não podem suportar essa velocidade por muito tempo, porque se esgotam rapidamente.

 

Quando competem, substâncias de vários tipos são-lhes aplicadas   para desinchar as  almofadas dos pés ou para tornar a sua recuperação mais rápida. Há relatos do uso de arsénio, estricnina e até mesmo metanfetaminas ou anabolizantes para que atinjam o desempenho máximo, apesar de encurtar as suas vidas.

 

A nossa campanha "Salvemos a los Galgos"  presentemente está a pressionar as autoridades. Estaremos a protestar nas cidades mais importantes da Espanha, aumentando o debate que existe sobre este tema. Continuamos a infiltrar-nos entre os caçadores e os galgueiros, investigando e conseguindo desmascarar sua exploração e abuso.

 

Os Galgos, lebres, cães de caça e todos os outros cães usados ​​em actividades como a caça e corridas devem ter as mesmas protecções dos demais animais, ou até mais. Ao estarem sujeitos a actividades não-naturais e de grande exigência, devem ser continuamente monitorizados por veterinários e ter um controle rigoroso.

 

O nosso objectivo é acabar com essas actividades de uma vez por todas, mas sabemos que esse objectivo não poderá ser imediato. Por isso insistimos numa maior atenção a esses animais, fiscalização permanente e multas altíssimas para todos os abusos, morte ou abandono.

 

Aïda Gascón Bosch
Directora de AnimaNaturalis en España
www.AnimaNaturalis.org
 

publicado por Isabel A. Ferreira às 17:14

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 25 de Outubro de 2021

Discurso colonial português “é errado e continua a existir”, diz Patrícia Lino, docente na Universidade da Califórnia - Los Angeles (UCLA)

 

Esta docente considera que os mitos em que assenta o discurso do colonialismo português continuam a ter impacto na sociedade e precisam de ser desconstruídos.

 

O que me ocorre dizer sobre isto?

 

O que todos os que conhecem a História de Portugal/Brasil dizem: eis mais uma ignorante luso-brasileira a falar do que não sabe. Mas esta gente quer, porque quer, mudar o rumo da História, mas só conseguirá desviá-la do seu próprio caminho, porque existem FONTES históricas fidedignas, as quais esta senhora ignora, porque convém ignorar, não, porque não existam.

 

Contudo, onde a inteligência não medra, a ignorância cresce como uma erva daninha em campo inculto.

 

Já é tempo de abandonarem o complexo de colonizados e aceitarem a História tal como ela aconteceu, porque por muito que queiram, jamais ela será o que esses complexados, maioritariamente (para não dizer totalmente) saídos de uma esquerda ignorante querem que seja. A HISTÓRIA assenta em factos e não em conjecturas delirantes.

 

Quem não aceita o seu passado, jamais conseguirá um lugar no futuro. Por isso o Brasil, passado que são quase 200 anosde indfependência, ainda anda em bolandas, sem rumo certo, e cada vez mais enterrado num lamaçal.



Leiam a notícia aqui, mas leiam principalmente os COMENTÁRIOS que dizem da ignorância que o texto destila:


https://24.sapo.pt/atualidade/artigos/discurso-colonial-portugues-e-errado-e-continua-a-existir-diz-professora

Patricia-Lino.jpg

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 19:14

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Domingo, 24 de Outubro de 2021

Denúncia às autoridades portuguesas de Cartazes de incentivo à presença de menores numa tourada, a ter lugar na Arena d’ Évora, violando as leis vigentes

 

Quando as crianças NÃO TÊM PAIS, mas apenas progenitores incapazes de as EDUCAR para o Bem, para o Bom e para o Belo, a sociedade tem o DEVER de interferir e denunciar esta barbaridade, em DEFESA destas inocentes e indefesas crianças.

 

E as AUTORIDADES têm a obrigação e o dever de as DEFENDER, fazendo cumprir as LEIS, que estão a ser VIOLADAS.

 

Não será impunemente que gente com mentes deformadas formarão os psicopatas e sádicos do futuro.

 

Atentem nas imagens e digam também de vossa justiça. Deixarei mais abaixo os contactos, para fazerem as vossas denúncias.

Se não vivermos num país sem rei nem roque, estas crianças serão poupadas a imagens vionetas e degradantes, indignas de seres humanos.


ÉVORA.jpg

O DESESPERRO é tal, a falta de público é tal, que, sem terem a noção do que fazem, violam as leis dos homens e a LEI NATURAL, pois é da ANORMALIDADE tudo o que vemos e lemos nestes cartazes.

 

Fonte da imagem:

https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=1050553299109995&id=425211521644179

 

CONV. Borla.png

 

Exmas. Autoridades,

 

Este cartaz da Arena d’ Évora, além de constituir uma contra-ordenação punível com multa de 5 a 30 mil euros, constitui um crime de lesa-infância, por expor e incentivar crianças à crueldade, à violência e à tortura infligidas a animais sencientes.

 

Sendo verdade que as crianças podem entrar com os progenitores, também é verdade que não é pelo facto de os progenitores estarem presentes, que a tortura de Touros será mais suavizada: a crueldade e a violência estarão lá, com toda sua CRUEZA.

 

A idade recomendada para a proibição de assistir a touradas é até aos 16 anos (neste momento) e deve constar em todos os cartazes, sendo expressamente proibido incentivar crianças a assistir a estas práticas bárbaras e extremamente cruéis.

 

Os 90% da sociedade portuguesa que abominam esta prática bárbara, espera que as AUTORIDADES façam CUMPRIR A LEI, e que DEFENDAM estas crianças, que não têm culpa de terem nascido no seio de famílias dotadas de mentes completamente deformadas.   

 

Aguardando que a LEGALIDADE seja imposta, e mais do que a legalidade, a SAÚDE MENTAL das crianças seja acautelada, e esperando que as  LEIS de Protecção de MEENORES sejam cumpridas, envio os meus melhores cumprimentos,

 

Isabel A. Ferreira

***

 

ASSUNTO: Denúncia de Cartaz de exposição e incentivo de menores à crueldade e violência tauromáquicas, na Arena d'Évora

PARA:

igacgeral@igac.pt, sepna@gnr.pt,

gabinete.pm@pm.gov.pt

gab.ministro@medu.gov.pt

gabinete.ministro@mc.gov.pt

canal.parlamento@ar.parlamento.pt

gp_ps@ps.parlamento.pt

gp_psd@psd.parlamento.pt

gp_pp@pp.parlamento.pt

bloco.esquerda@be.parlamento.pt

gp_pcp@pcp.parlamento.pt

pev.correio@pev.parlamento.pt

Pan.correio@pan.parlamento.pt

gabinete@ch.parlamento.pt

Gabinete@il.parlamento.pt

gabinetejkm@ar.parlamento.pt

cristina.rodrigues@ar.parlamento.pt

gab.presidente@cm-lisboa.pt

correiopgr@pgr.pt

correio@sg.mj.pt

gfcj@pgr.pt

cnpdpcj.presidencia@cnpdpcj.pt

agencialusa@lusa.pt

publicado por Isabel A. Ferreira às 17:28

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

A crueldade das touradas

 

As imagens dizem tudo  

 

Crueldade, cobardia, estupidez, violência, aberração, psicopatia, sadismo, tudo isto classifica o que se vê neste vídeo. A tourada é uma actividade sanguinária praticada em várias cidades de qpenas oito países terceiro-mundistas, em que Portugal se inclui.

 

Centenas de milhares de Touros morrem todos os anos, em Portugal, na Espanha e França (que pertencem à Europa civilizada, não sabemos como…); e na Venezuela, Colômbia, Peru, Equador e México.

 

Há quem pretenda que isto seja “arte”, “cultura”, “património cultural imaterial”, «bem de interesse cultural" e se perpetue indefinidamente… Mas quem assim pretende, é portador de uma mente DEFORMADA.

 

Mas o ano de 2013 é o ano limite…

 

Vamos ver se entre os governantes dos referidos países tauricidas há Homens Inteiros…  

 

***

 

Arsénio Pires, deixou um comentário ao post A creldade das touradas às 14:42, 2013-01-22.

Comentário:

 

Imagens da realidade tauricida difíceis de contemplar! Imagens de horror que só mentecaptos, psicopatas e sádicos poderão classificar de "cultura"! Quem pode ficar insensível perante tal atrocidade? Quem poderá contemplar tal VERGONHA HUMANA sem se conter e gritar: - ABAIXO com as touradas! Acabemos com esta "coisa" que rebaixa o Homem ao mais ínfimo grau de todos os seres vivos! Nenhum animal IRRACIONAL é capaz de tal atitude de divertimento com o sofrimento e morte de seres vivos e sensíveis! E o Homem é que é RACIONAL? Onde está a RAZÃO? Estamos no séc. 21 e 2013 é o ano do fim desta VERGONHA MUNDIAL! ABAIXO com as touradas! TAURICIDAS, mudem de rumo e deixem de viver à custa do sangue de seres indefesos!

 

***

 

É absolutamente inconcebível que tais imagens ainda façam parte da vida dos dias de hoje, Arsénio.

 

É inacreditável que governantes permitam tal demência nos seus países, com a cumplicidade de uma Igreja Católica que abençoa os tauricidas.

 

É imoral. É cruel. É violento. É macabro!

 

Morra atourada!! Morra a psicopatia e sadismo taurinos!  

 

Isabel A. Ferreira

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 14:29

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 21 de Outubro de 2021

«O sucesso da campanha do Tibete! Uma mensagem de Atenas»

 

Estou com o Povo do Tibete, com o Mário e com a Mandie e com todos que que lutam pela libertação do Tibete. (Isabel A. Ferreira)

 

Excursões, visitas guiadas e atividades no Tibet - Civitatis.com

FREE TIBETE

***

Olá Mário

Estou em Atenas depois do que só posso descrever como alguns dias bem sucedidos de trabalho na nossa campanha No Beijing 2022 – fazendo manchetes em todo o globo e sensibilizando muito necessário sobre o nosso apelo a um boicote aos Jogos Olímpicos de Pequim 2022.

 

Durante as últimas 72 horas, houve aqui acções de manifestantes tibetanos e aliados apelando à hipocrisia do Comité Olímpico Internacional ao entregarem a Tocha Olímpica – um símbolo de paz, liberdade e humanidade – à China, um dos maiores violadores dos direitos humanos do mundo.

 

O nosso objectivo aqui, nos últimos dias, foi assegurar que a nossa mensagem fosse manchete mundial e que a ocupação ilegal e brutal do Tibete pela China, e a extensão da preocupação com Pequim 2022, fosse a nossa prioridade.

 

E tenho o prazer de dizer que temos sido extremamente bem sucedidos! Tivemos milhares de polegadas de coluna a aparecer em dezenas de dezenas de jornais de todo o mundo, e vimos páginas dos meios de comunicação social cheias de posts sobre a nossa campanha.

 

Ontem, poucas horas antes de o Comité Olímpico Internacional entregar a Tocha Olímpica, organizámos uma conferência de imprensa que contou com a presença de meios de comunicação social bem conhecidos.


Durante a sessão, eu e os meus colegas, Pema Doma of Students for a Free Tibet e Zumretay Arkin do Congresso Mundial Uyghur, apelámos aos governos, às emissoras olímpicas e aos patrocinadores para que não fossem cúmplices nos “Jogos de Genocídio” da China. E exortou os atletas a serem aliados de tibetanos, Uyghurs e Hongkongers.

 

O seu apoio fez uma enorme diferença para esta campanha e para o trabalho dos grupos tibetanos que estão empenhados em lutar pela liberdade tibetana e proteger as vidas e os direitos do povo tibetano.


A pouco mais de três meses da abertura de Pequim 2022, continuaremos com todas as nossas forças para elevar a nossa mensagem em alto e bom som. Manter-me-ei em contacto convosco para vos informar mais sobre os nossos planos, sucessos, e outras formas de apoio.

 

Mas por agora, muito obrigado por estarem connosco.

Os nossos melhores votos

Mandie

 

Fonte:
https://blogcontraatauromaquia.wordpress.com/2021/10/20/o-sucesso-da-campanha-do-tibete-uma-mensagem-de-atenas/comment-page-1/#comment-3961

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 15:13

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 18 de Outubro de 2021

Em Alcochete, 17 de Outubro de 2021, um Touro, desesperado, tenta fugir dos seus carrascos

 

As touradas não eram proibidas a crianças menores de 12 anos? Estavam com os progenitores? Mas não é o facto da presença dos progenitores que torna as touradas menos violentas, menos cruéis, menos intragáveis, menos impróprias à sensibilidade própria das crianças. Não surpreende que se tornem adultos  mentalmente DEFORMADOS.


E a isto chamam ARTE e CULTURA.

 

Isabel A. Ferreira

 ***

Alcochete Anti-tauromaquia

 

Aconteceu ontem em Alcochete. O desespero do Touro que quer fugir e a insensibilidade da descrição. Houve estragos sim e muitos. Estes Animais foram torturados e agonizam até serem abatidos.

 

(...)manso e a procurar desde o início a fuga, causou ontem algum pânico a quantos se encontravam na trincheira (de novo povoada por alguns curiosos, agora que terminaram as regras da pandemia que tinham imposto a ordem entre tábuas...) quando saltou as tábuas e aterrou do outro lado... Felizmente não causou estragos entre tábuas e depressa regressou à arena, onde (...)

... foi torturado!

 

Fonte: farpasblog

 

Fonte das imagens:

https://www.facebook.com/AlcocheteAntitouradas/photos/pcb.3919596688141050/3919596384807747

 

Touro em Alcochete 17 Out 2021.jpg

Alcochete 2.jpg

ALCOCHETE 3.jpg

ALCOCHETE 4.jpg

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 18:30

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Novembro 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
14
15
16
20
21
24
25
28
29

Posts recentes

Marcelo Rebelo de Sousa ...

Fim do Tiro ao Pombo, mas...

Sobre a decisão de incons...

Caçadas ilegais em instal...

“Reles Portugal”, por Isa...

Ao Poeta vila-condense A....

Para acabar de vez com a ...

Quando se nasce no meio t...

Em 2018 os Bombeiros Volu...

«Língua Cabo-verdiana vai...

Arquivos

Novembro 2021

Outubro 2021

Setembro 2021

Agosto 2021

Julho 2021

Junho 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

Acordo Ortográfico

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, devido a este ser inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais.

Comentários

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. 1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome. 2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas". 3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt