Quarta-feira, 5 de Setembro de 2018

MONSARAZ - A INACEITÁVEL, INACREDITÁVEL E CONDENÁVEL RESPOSTA DA PRESIDENTE DA CNPDPCJ

 

Demita-se senhora directora.

Não tem competência para exercer um cargo cuja função é o DEVER de proteger as crianças.

Isto é coisa de um país terceiro-mundista, na sua essência. Um país que tem uma ou outra coisa de primeiro-mundo, mas a essência, aquela que é extravasada desde são Bento e Belém, é viscosa e repugnante.

Portugal não merece isto. E muitos menos as desprotegidas crianças de Monsaraz.

 

MONSARAZ.jpg

 Este Touro foi morto ILEGALMENTE em Monsaraz, à frente de crianças.

Origem da imagem:

http://www.theportugalnews.com/news/bull-killed-illegally-in-monsaraz/6517

 

 

Rosário Farmhouse, presidente da INÚTIL Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e ProteCção das Crianças e Jovens (CNPDPCJ) respondeu, de um modo inacreditável, inaceitável e condenável, à solicitação que lhe foi feita, inclusa neste link:

https://arcodealmedina.blogs.sapo.pt/a-abominavel-festa-em-honra-do-senhor-826195

 

Nota prévia:

A resposta veio grafada à brasileira, e como estamos em Portugal, e como esta grafia é ilegal no nosso País, e eu não pactuo com ilegalidades e inconstitucionalidades, marco-lhe os erros ortográficos a vermelho, como é da praxe escolar marcar. O que está em itálico, é da autoria da senhora Farmhouse. O que está a negrito é o que me apraz comentar acerca desta inconcebível resposta.

 

***

«Agradecemos o seu email sobre a denúncia da realização de atividades tauromáquicas, com menores, no âmbito das festas de Nosso Senhor Jesus dos Passos, em Monsaraz. Nesta sequência solicitou a esta Comissão Nacional que procedesse às diligências necessárias que levem ao cancelamento do espetáculo referido.

 

Contactada a organização das festas supra mencionadas e o Exmo. Senhor Vereador da Cultura, da Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz, Dr. Jorge Nunes, somos a informar o seguinte:

 

Em Monsaraz não há vereador da CULTURA. Poderá haver um vereador da “COLTURA”, que caracteriza um povo que não evoluiu.

 

- Em face das questões colocadas, não temos dúvidas sobre a pertinência das mesmas e merecem, sempre, desta Comissão, a maior importância;

 

- Os encerros têm semelhanças com as largadas de touros, novilhadas e touradas à vara larga praticadas em Portugal;

 

Tudo práticas medievalescas, grosseiras, violentas, e desadequadas aos tempos modernos.

 

- Neste caso em concreto, não há o envolvimento de animais. É utilizada uma tourinha, que simula o touro ou novilho, conforme imagem infra apresentada e, também, conforme o cartaz mostra.

 

Não haver o envolvimento de um animal vivo, não muda o facto de se estar a incentivar as crianças a actos violentos, que não conduzem a uma educação para a harmonia entre os seres, e que tornarão essas crianças violentas e deformadas mentalmente, tal como o são os adultos que as incentivam à barbárie.

 

- Quanto à intervenção das crianças, o espetáculo pretende demonstrar o que os adultos fazem para que estas tenham a oportunidade de conhecer de perto o mundo da arte tauromáquica em que a simulação é a estratégia de motivação.

 

Quanto o que pretende este deplorável “espeCtáculo” é dar um péssimo exemplo da brutalidade, da boçalidade, da crueldade que os adultos deformados mentalmente exercem sobre um ser vivo, o que não vai, de todo, contribuir para o desenvolvimento normal e saudável das crianças. E chamar “arte” à selvajaria tauromáquica é distorcer o verdadeiro conceito de ARTE, que só a ignorância confunde. E a motivação é a mais cruel que se possa imaginar.

 

No caso em apreço não vemos que o superior interesse da criança esteja em risco.

 

Esta frase resume a total incompetência da senhora Farmhouse: se não consegue discernir o que é o superior interesse da criança então não está no cargo certo. DEMITA-SE, se faz favor, porque o superior interesse das crianças não passa apenas pela violência física, mas também pela violência psicológica, que é o caso.

 

Acreditamos que a comunidade de Monsaraz, representada pela organização das festas, pelo poder local e por cada um dos cidadãos, congregará esforços, recursos, perspetivas sociocomunitárias em prol das suas crianças e jovens.

 

Aqui a única perspeCtiva é atirar as crianças para uma selvajaria, que as transformará em adultos embrutecidos.

 

Assim, agradecemos as vossas preocupações que também são as nossas e tudo fazemos para o cabal cumprimento da Lei e estamos conscientes do seu articulado: A Comissão Nacional, nos termos do seu artº 13º, tem por missão contribuir para a planificação da intervenção do Estado e para a coordenação, acompanhamento e avaliação da ação dos organismos públicos e da comunidade na promoção dos direitos e proteção das crianças e jovens.

 

Pois não tem nada que agradecer as nossas preocupações, que não são as preocupações do Estado português, que se está nas tintas para os direitos e proteCção dessas crianças. Temos de ir mais longe, se quisermos proteger as crianças que tiveram a desventura de nascer num antro tauromáquico, onde predomina a psicopatia e o sadismo.

 

A senhora Farmhouse LEU BEM o que escrevemos? Se leu, devemos concluir então que a senhora não está ao serviço das crianças, mas do lobby tauromáquico que, estrategicamente, coloca aficionados no lugares-chave da governação.

 

Apresentamos os nossos melhores cumprimentos e estamos ao dispor para qualquer esclarecimento adicional.

 

Cumprimentos,

Rosário Farmhouse

Presidente

Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Proteção das Crianças e Jovens»

 

E andamos nós a pagar (à força) o salário a alguém que devia estar ao serviço dos Portugueses, e que seria imediatamente despedida, caso vivêssemos em DEMO KRACIA

A minha indignação é infinita.

 

Isabel A. Ferreira

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 17:59

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos

O BRASIL ESTÁ DE LUTO TODA A HUMANIDADE ESTÁ DE LUTO

 

Triste, muito triste.

Não há palavras para dizer do sentimento que este vídeo provoca.

O Brasil está de LUTO.

Eu estou de LUTO.

Toda a Humanidade está de LUTO.

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 16:33

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

UM VÍDEO QUE CORRE MUNDO E PÕE DE RASTOS PONTE DE LIMA, ONDE SE NEGA A ÁGUA A UM SER VIVO

 

Quando o rio secar em Ponte de Lima, e a água faltar, os trogloditas, que negam a água a este bovino, terão de saciar a sede deles com a própria urina.

 

Ouçam a linguagem... que diz da baixeza moral e educacional destes energúmenos.

 

E sim, é uma vergonha para Portugal, que estas imagens andem a correr mundo.

Ponte de Lima, a vila mais antiga de Portugal, mas também a mais atrasada civilizacionalmente. A vergonha do Norte. Cheia de "gente" bronca dentro.

 

 

During the five minutes of this video (Vaca das Cordas - Ponte de Lima, Portugal), several times the bull tried to drink water from a mud puddle, but the sadists did not allow it. Someone shouted "Enough water!" - because for those sick minds, the suffering of the other means nothing as long as it gives them some pleasure.

 

(Tradução)

Durante os cinco minutos deste vídeo (Vaca das Cordas - Ponte de Lima, Portugal), várias vezes o touro tentou beber água de uma poça de lama, mas os sádicos não o permitiram. Alguém gritou "basta de água!" - porque para aquelas mentes doentias, o sofrimento do outro não significa nada, desde que lhes dê algum prazer.

 

Assinem a petição contra a Vaca das Cordas!

http://peticaopublica.com/mobile/pview.aspx?pi=EN89116

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 15:25

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Outubro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
13
14
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts recentes

PORTUGAL DO SÉCULO XXI D...

AUTORIDADES DO PERÚ: PROÍ...

POR QUE É QUE PORTUGAL É ...

O MUNDO DOS HOMENS

«PORTUGAL SEM TOURADAS VE...

BESTIALIDADE, RAIVA, IRRA...

PARABÉNS ANGOLA! ACADEMIA...

DENÚNCIA: MAIS UMA VERGON...

TOURADA = TORTURA VERGONH...

«SALVEM AS RAPOSAS»

Arquivos

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

DIREITOS

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

ACORDO ORTOGRÁFICO

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, devido a este ser inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais.

COMENTÁRIOS

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

CONTACTO

isabelferreira@net.sapo.pt