Segunda-feira, 3 de Dezembro de 2012

A IGREJA CATÓLICA E A TOURADA

 

 

 

O Papa Bento XVI, a Igreja e os Direitos dos Animais

 

O Papa Bento XVI falou emocionadamente sobre a exploração de todos os seres vivos, em especial os animais que vivem nas quintas. Ao ser questionado, em 2002, sobre os direitos dos animais numa entrevista, o então Cardeal Joseph Ratzinger afirmou:

 

Este é um assunto muito sério. De todos os pontos de vista, podemos ver que eles foram postos sob os nossos cuidados, e simplesmente não podemos fazer o que queremos com eles.

 

Os animais também são criaturas de Deus... Certamente, determinados tipos de usos industriais das criaturas, como quando os gansos são alimentados de tal maneira a produzir um fígado tão grande quanto possível, ou quando as galinhas vivem tão apertadas que se transformam em caricaturas de aves, esta degradação de seres viventes que as converte em coisas me parece que contradiz a relação de reciprocidade que vemos na Bíblia.

 

Os animais são também criaturas de Deus, e embora não tenham uma relação directa com Deus, como tem o homem, eles são criaturas da Sua vontade, criaturas que devemos respeitar como companheiros de criação» (Papa Bento XVI)

 

(Um aparte:

Há aqui a considerar o seguinte: talvez os animais, por também serem criaturas de Deus e INOCENTES, tenham uma relação com Deus muito mais intensa do que os homens predadores, que são uns grandes HIPÓCRITAS. Se não têm como afirmar esta apreciação, também não têm como negá-la).

 

Isto é o que diz o Papa, mas não é o que a Igreja segue. E a Igreja não seguindo, o Papa cala-se, num consentimento, que de tão silencioso nos agride, como se gritasse: DOU-VOS A LIBERDADE DE SEREM IMPIEDOSOS PARA COM OS ANIMAIS!

 

***

 

A Bula do Papa Pio V, datada de 1567

 

A 1 de Novembro de 1567, o Papa Pio V publicou a bula “De salute gregis dominici”, ainda em vigor:

 

«(…) Nós, considerando que estes espectáculos que incluem touros e feras no circo ou na praça pública não têm nada a ver com a piedade e a caridade cristã, e querendo abolir estes vergonhosos e sangrentos espectáculos, não de homens, mas do demónio, e tendo em conta a salvação das almas, na medida das nossas possibilidades, com a ajuda de Deus, proibimos terminantemente por esta nossa constituição (…) a celebração destes espectáculos (…)».

 

Fonte: “Bullarum Diplomatum et Privilegiorum Sanctorum Romanorum Pontificum Taurinensis editio”, tomo VII, Augustae Taurinorum, 1862, pág. 630-631.

 

Esta “proibição” foi decretada em 1567, e ainda está em vigor.

O que faz a igreja católica, em 2012?

Pura e simplesmente IGNORA-A. E o Papado nada faz.

 

***

 

Proibição de Touradas em honra de Deus e dos Santos  

 

(Conc. Trid., Sessão 25, Cap. o 1, «De venerat. Sanctorum») CAP. o 8

 

«O espectáculo das touradas é indigno de ser visto pelos cristãos e não difere muito daquele desumano costume dos pagãos de combater contra as feras, com erro do povo ignorante. Sucede julgar-se este género de espectáculos como exibição em honra de Deus, da bem-aventurada Virgem Maria Mãe de Deus e dos santos - de tal maneira que se chega ao ponto de alguns fazerem promessas de realizarem touradas!

 

O Santo Concílio aconselha os Ordinários que ensinem ao Povo a si confiado, que com espectáculos desta natureza, mais se ofende a Deus do que se Lhe presta culto. Essas horas que se destinam a distrair os olhos com um vão e inútil prazer, são subtraídas ao culto devido a Deus, levando muitos fiéis a afastarem-se do sacrifício da missa que aqui e ali deixam de assistir ao ofício vespertino. Por isso ordena-se aos juízes das confrarias que não comprem toiros com as rendas e esmolas das mesmas. Se assim fizerem, além da restituição no dobro, sejam multados de acordo com a decisão dos Ordinários.

 

Se algumas promessas com o pretexto de oferecer touradas, foram feitas, estabelece o Santo Concílio que as declare nulas, proibindo também que outras promessas do género se façam. Proíbe-se aos clérigos, quaisquer que sejam as ordens sacras que tenham recebido, ou aos prebendados, quaisquer que sejam os benefícios que tenham obtido -sob pena de cinco cruzados de ouro, aplicáveis em benefício do meirinho, e, em parte, em obras pias, proíbe-se, repete-se, que assistam a tais espectáculos. 

 

Aos alcaides das cidades e das vilas, exorta-os o Santo Concílio, que se abstenha de semelhantes espectáculos, a fim de que não desviem das coisas da Igreja e dos ofícios divinos as almas dos povos a cujo governo presidem.» 

 

Fonte: "O IV Concílio Provincial Bracarense e D. Frei Bartolomeu dos Mártires" do Prof. Dr. José Cardoso. Edição APPACDM - 1994

 

Nesta “proibição” não foi mencionado o principal argumento: o enorme SOFRIMENTO que tais práticas cruéis provocam nessas CRIATURAS que também SÃO DE DEUS.

 

Um pormenor que nos chocou bastante. O importante para este Santo Concílio não foram os animais. Mas o “desvio” das pessoas das coisas “divinas”.

 

É por estas e por outras que os “falsos” representantes de Deus na Terra serão um dia excomungados pelo próprio Deus, tão certo como à noite se seguir o dia.

 

Porém, é caricato que em pleno século XXI, depois de Cristo, se continue com a realização de touradas a pretexto de festas “religiosas” ou em honra de Santos, com a cumplicidade de clérigos, alguns certamente equivocados e que em nada dignificam a imagem da igreja católica.  

 

***

 

D. Manuel Martins: um Bispo contra as Touradas, mas muito silencioso…

 

 


Cabe aqui referir a importante posição de D. Manuel Martins (Bispo Emérito de Setúbal), quando gentilmente recebeu uma delegação do MATP - Movimento Anti-Touradas de Portugal e lhe questionamos se gostava de touradas: "Não gosto, nunca gostei. Brincar barbaramente com um animal, como na tourada, acho que é uma agressão à Ecologia, ao equilíbrio da natureza."

 

Fonte: MATP - Movimento Anti-Touradas de Portugal

http://matportugal.blogspot.com/2010/05/papa-bento-xvi-igreja-e-os-direitos-dos.html

 

Sendo D. Manuel Martins, dentro da igreja católica portuguesa uma personagem de grande influência e prestígio, não o vimos nunca tomar uma posição pública CONTRA a TORTURA DE CRIATURAS, que também SÃO DE DEUS.

 

***

 

A tortura de Touros conta com a cumplicidade da igreja católica, também no Perú 

 

 


Este falso padre católico, Alfredo Castañeda Pro, vai direitinho para o inferno no qual ele acredita. Ele e os que com ele estão. Porque Deus não se deixa enganar, e está atento a estes impostores, que se fazem passar pelos Seus representantes na Terra...

 

Outra preciosidade da igreja católica.

Mas quando é que esta moveu um dedo contra as corridas de Touros, contra o “Toro Embolado”, contra o “Toro Dardeado” ou contra o “Embalse de Toros”?

 

Lima, Perú, Domingo 4 de Novembro de 2012, assim se iniciou a feira taurina do “Senhor dos Milagres”, COM A ABSOLVIÇÃO CATÓLICA.

 

Na foto, o capelão de Acho, Alfredo Castañeda Pro, padre jesuíta, (SÓ PODIA SER!), com o matador francês Juan Leal e o matador mexicano, já não tão menino, Michelito Lagravere, na capela da praça, antes das corridas.

 

Segue-se um artigo taurino do diário limiano “Expresso”:

 

«A Capela de Acho é a mais bela do mundo taurino… É a capela mais bonita de todas as praças de touros no mundo, refere o padre jesuíta Alfredo Castañeda Pro, “ Alfredito” para os seus ex-alunos e amigos, capelão durante 40 anos, na arena de Acho.

 

Com os seus azulejos sevilhanos e as suas imagens do Senhor dos Milagres, a “Virgen de la Macarena” e a Nossa Senhora de Guadalupe, a capela é pequena mas um assombro de elegância e arquitectura», diz o padre Castañeda.»

 

***

 

E dizemos nós: isto não é um padre. É mais um carrasco de Touros, a juntar aos tauricidas.

 

Em Portugal, como no Perú, como em todos os outros países tauricidas, a igreja católica envergonha a DOUTRINA CRISTÃ.

 

Fonte:

https://www.facebook.com/media/set/?set=a.468715926490352.129760.100000558462501&type=1#!/photo.php?fbid=422780891109181&set=a.314598921927379.87366.159923240728282&type=1&theater

 

***

 

São estes pormenores que nos fazer crer que a igreja católica portuguesa está-se nas tintas para essa tortura, para o que diz o Papa Bento XVI, ou para a Bula do Papa Pio V, e porquê?

 

Porque a igreja católica portuguesa é uma das grandes beneficiárias da tauromaquia, uma vez que a grande maioria das praças de touros lhe pertence. UM SACRILÉGIO!

 

Além disso, considera que os animais não tendo alma, devem ser tratados como uns desalmados.

 

E o que desejamos a toda esta gente, que assim pensa, é que seja julgada e condenada como merece, quando chegar a vez de ela prestar contas ao verdadeiro SENHOR DO UNIVERSO.

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 15:10

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Comentários:
De Vânia a 3 de Dezembro de 2012 às 23:19
Disso não tenho a menor dúvida, Isabel. Um dia terão que prestar contas: Eles, os políticos , os toureiros e todos aqueles que aplaudem e apoiam a barbárie.
De Isabel A. Ferreira a 4 de Dezembro de 2012 às 09:16
Todos terão o seu quinhão de tortura para pagar pelo mal que fizeram ou deixaram fazer na Terra, Vânia.

A implacável Lei do Retorno é uma realidade que apenas os menos atentos não se apercebem.
De Arsénio Pires a 3 de Dezembro de 2012 às 23:21
Isabel, não admira que esta Igreja institucional não siga nem aplique as directrizes dalguns Papas, Põe ex. Pio V, ou do Concílio de Trento. Pois se até alguns ensinamentos de Jesus o Vaticano despreza...
Só nos resta esperar pela próxima tourada organizada pela Rádio Renascença! (Mas não vai haver mais touradas em 2013!)
Abaixo os tauricidas!
De Isabel A. Ferreira a 4 de Dezembro de 2012 às 09:20
O Vaticano despreza tudo o que Cristo ensinou. Por isso, não me admironada do que fazem os padres.

Infelizmente ainda haverá algumas touradas no ano de 2013, Arsénio, mas 2013 será o ano do FUNERAL da tauromaquia.
De Lilith a 4 de Dezembro de 2012 às 12:14
Isabel, veja este link:

http://www.care2.com/causes/woman-saves-drowning-baby-bird-while-man-shouts-laughs-from-riverbank.html

" [...]
“There was not a chance I could sit and watch the poor waterlogged bird drown while everyone else seemed happy to do nothing,” Donna explains. In fact Donna, who shared this rescue as part of The Great Animal Rescue Chase tournament of heroes, was inspired by another participant, Judith Sudilovsky, who waded into the Jordan river last year when clergy discarded a wounded dove there following a religious ceremony.
[...]"

A Humanidade ainda tem MUITO que aprender. E se os que se dizem líderes espirituais, responsáveis por incutir valores e moral aos seus fiéis, não derem o primeiro passo na direcção dos direitos dos animais e compaixão para com os mesmos, a evolução tardará ainda mais. Aliás, o maior contributo das Igrejas (de várias religiões) tem, de facto, sido a travagem da evolução e a desacreditação da ciência.

Mas a evolução virá. E se as Igrejas lutarem contra o progresso, serão inevitavelmente dizimadas por ele. A chave do sucesso é a não resistência à mudança.
De Isabel A. Ferreira a 4 de Dezembro de 2012 às 15:09
Uma história linda, Lilith.

Também tenho na minha vida vários episódios com salvamento de gaivotas e andorinhões, em que tive de enfrentar a insensibilidade de "homens" .

É triste uma "humanidade" assim.

Mas as religiões só têm contribuído para essa desumanidade. E pior: em nome de DEUS.

A evolução virá, sim, e os homens predadores (incluindo os das igrejas) serão esmagados pela força da RAZÃO.

Comentar post

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Junho 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
13
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Posts recentes

PRAÇA DE TOUROS DA PÓVOA ...

RESPONDENDO AO DELÍRIO DE...

RESPOSTA DE UM VEGANO AO ...

OS ANIMAIS NÃO-HUMANOS NÃ...

«M E N S A G E M: PLANETA...

PAN DESAFIA LISBOA E PORT...

DISCURSO DE JOÃO MIGUEL T...

ASSIM É O POVO PORTUGUÊS!

«DIA DE PORTUGAL: O DESRE...

DEVOLVA-SE A PORTUGAL A L...

Arquivos

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

DIREITOS

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

ACORDO ORTOGRÁFICO

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, devido a este ser inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais.

COMENTÁRIOS

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

CONTACTO

isabelferreira@net.sapo.pt