Segunda-feira, 26 de Novembro de 2012

BÁRBAROS, PSICOPATAS, TAURICIDAS, TORTURADORES… BASTA!

 
 
 

O tempo da libertação dos Touros e Cavalos está cada vez mais próximo.

E que não haja qualquer dúvida quanto a isso.

 

Entretanto, é bom lembrar aos que MANDAM que, bárbaros, psicopatas, tauricidas e torturadores não são apenas aqueles que vão para a arena “lidar” seres vivos sensíveis e mais humanos do que os que os lidam. E nem sequer precisamos explicar porquê.

 

Bárbaros, psicopatas, tauricidas e torturadores são também aqueles que, a pretexto de uma lei estúpida e desadequada (promulgada exclusivamente para os mais interessados: os ganadeiros gananciosos e maquiavélicos, trogloditas, raça exterminadora de VIDAS) apoiam estes actos primitivos e indignos de seres civilizados.

 

BASTA!

 

MERECEMOS VIVER NUM MUNDO MELHOR!

 

MERECEMOS VIVER NUM MUNDO INCONSPURCADO.

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 09:57

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
Domingo, 25 de Novembro de 2012

EM IDANHA-A-NOVA PREVALECE A LEI DA SELVAJARIA: DISPARA-SE CONTRA BOVINOS, ALVEJA-SE GUARDAS DA GNR… E O EXEMPLO “VEM DE CIMA”…

 

 

Quando ouvi a notícia, não me admirei.

 

Em Idanha-a-Nova corre-se tudo a tiros.

 

É a lei da selvajaria que prevalece.

 

A GNR abateu a tiro uma manada de bovinos mansos e inocentes (fez o que lhe ordenaram, mas infelizmente não tiveram boa pontaria).

 

Poderiam ter-se recusado.

 

As funções da GNR não são essas.

 

Ontem foi a vez da GNR ser alvejada a tiro por um bando de selvagens.

 

Mas esta é a infalível Lei do Retorno.

 

Quem com ferros mata, com ferros pode ser morto, a qualquer momento.

 

Lamentamos que assim seja, e deixamos aqui uma recomendação:

 

Há várias opções para se resolver problemas.

 

A MORTE NUNCA É UMA OPÇÃO.

 

Para nenhum ser: nem bovinos, nem GNR.

 

É preciso que os bons exemplos venham de cima.

 

Fonte:

http://sicnoticias.sapo.pt/pais/2012/11/25/quatro-militares-da-gnr-alvejados-em-idanha-a-nova-presumiveis-autores-dos-disparos-detidos-de-madrugada

publicado por Isabel A. Ferreira às 14:46

link do post | Comentar | Ver comentários (4) | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 23 de Novembro de 2012

O APLAUSO DOS SÁDICOS NO CAMPO PEQUENO

 

 

(PARA MEMÓRIA FUTURA)

 

Ribeiro e Castro, Carlos Zorrinho e João Miguel Tavares, assistindo a uma corrida no Campo Pequeno, este verão.

 

Ribeiro e Castro, do CDS (à esquerda), Carlos Zorrinho, líder parlamentar do PS (ao centro) e João Miguel Tavares, jornalista, sub-director da revista Time Out e membro do Governo Sombra, da TSF e da TVI 24 (à direita) aficionados aos touros.

 

Com gente assim, como pode Portugal evoluir?

 

Quando a tourada for a péssima recordação de um passado obscuro, esta gente estará lá...

 

Com imagens também se faz HISTÓRIA.

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 18:42

link do post | Comentar | Ver comentários (4) | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 21 de Novembro de 2012

A ALMA PORTUGUESA É TÃO GRANDE QUE NÃO CABE NA EUROPA, MAS OS ACTUAIS GOVERNANTES PORTUGUESES SÃO TÃO PEQUENOS QUE CABEM TODOS NO UMBIGO DE UM SÓ DELES

 

 

 

HERANÇA PORTUGUESA

 

Portugal construiu cerca de 800 fortalezas e fortins fora da sua casa mãe, criando o Mundo Luso, seu Protectorado. Vejam estas fotos e desistam de considerar Portugal apenas um cantinho à beira da Europa. Nunca o foi! A ALMA PORTUGUESA É TÃO GRANDE QUE NÃO CABE NA EUROPA! Transborda e abraça todo o planeta.

 

CLIQUE AQUI E VEJA E SINTA

 

 

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 17:13

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos

AINDA A PROPÓSITO DE SUBSÍDIOS PARA AS TOURADAS, VEJAM ESTE DESCARAMENTO EM TEMPO DE "CRISE"

 

 
 
VEJAM PARA QUE SERVE ESTE DINHEIRO. DO MAL O MENOS. VIVAM OS TOUROS!
 

 

 

O POVO ANDARÁ CEGO?

 

O POVO NÃO SE IMPORTA QUE TIREM DINHEIRO DO SEU BOLSO PARA A TORTURA DE SERES VIVOS, HUMANOS E NÃO HUMANOS?

 

A CRISE SERÁ ECONÓMICA?

 

NÃO É!

 

ATRAVESSAMOS A MAIS PROFUNDA CRISE DE VALORES E TUDO O RESTO VEM COMO UMA BOLA DE NEVE...

 

SENHOR NOÉ VENCESLAU PEREIRA RODRIGUES, POR ONDE ANDA A SUA DIGNIDADE?

 

OLHE À SUA VOLTA E VEJA PARA QUE SERVE O DINHEIRO QUE DÁ PARA O TOURO À CORDA: PURA ESTUPIDEZ.

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 11:39

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

ESTA É DE ALMANAQUE: «IMAGINE A SRA. QUE NO BAIRRO EM QUE HABITA SE INSTALARAM UNS SERES QUE MALTRATAM, ROUBAM, OPRIMEM E ATÉ MATAM OS HABITANTES»…

 

 

A solução colocada pela DGAV (Direção-Geral de Alimentação e Veterinária) passou pelo abate a tiro desses seres, que NÃO tiveram morte imediata, e que, mortalmente feridos, deambularam horas pelo terreno, acabando por morrer em grande sofrimento. E depois de mortos, ali estiveram a apodrecer… Isto só num país TERCEIROMUNDISTA, onde quem manda são os INCOMPETENTES  

 

 

O habitante de Idanha-a-Nova voltou à carga. Desta vez com algo extremamente interessante e que denota um elevado grau de imaginação.

 

O texto está publicado na íntegra. Mas o “antonio” explica (num outro comentário que enviou: «Desculpem os erros, mas a minha preocupação, foi a de esclarecer e não efectuar um texto literário, para dizer a verdade não sou muito versado em mail e internet, prometo que vou ser mais cuidadoso

 

antonio lopes, deixou um comentário ao post REPÚDIO PELO ABATE DE BOVINOS NA ALDEIA DE SEGURA (IDANHA-A-NOVA) às 22:14, 2012-11-20.  

 

«Que tem isto a ver com o nosso assunto, tambem defendo os animias, mas há limites, pois imagine a Srª que no bairro em que habita se intalaram uns seres, que maltratam, roubam oprimem e até matam os habitantes. O governo após tentar por meios pacifico, resolver o problema, teve que optar por estrategias mais agressivas para resolver a situação. Eu confortavelmente sentado no meu cadeirão na minha pacata aldeia, assisto diariamente ao desenrolar dos acontecimentos e até mando mail a contestar, para não acabar com estes seres. Sem duvida que este comentário é estupido, mas é a situação posta ao contrario, para que veja quanto ridiculo são as vossas opiniões a cerca deste assunto».

 

***

 

Realmente, antonio lopes, o que aconteceu em Idanha-a-Nova foi mais ou menos isso que você teve a lucidez de imaginar: pois os bovinos são seres que no limite da luta pela sobrevivência podem maltratar, roubar, oprimir e até matar habitantes. É verdade.

 

O governo, muito solidário com os direitos dos animais, até tentou uma via pacífica para resolver o conflito entre bovinos e as “gentes” de Idanha-a-Nova, que se sentiram ameaçadas pelas atitudes agressivas desses seres que andaram a fazer maldades.  

 

Foi isso mais ou menos o que aconteceu, por isso esses seres tiveram de ser ABATIDOS A TIRO, como se fazia no faroeste, aos bandidos, em julgamentos sumários, de rua.

 

A DGAV, a Câmara Municipal de Idanha-a-Nova, a GNR local (que até tem muito boa pontaria) e o próprio povo (salvo raras excepções) que não sabem distinguir um boi de um palácio, concordaram em aniquilar uns seres que têm tanto direito à sobrevivência como qualquer um dos habitantes de Idanha-a-Nova. Mas estes ROUBAVAM. OPRIMIAM O POVO.

 

E nós, cá, dos nossos sofás, (imagine-se!) andámos a mandar e-mails a contestar algo que é absolutamente CIVILIZADO e em prol da AUTODEFESA de um povo que se viu ameaçado por seres tão mauzinhos, que roubam, maltratam e oprimem o povinho de Idanha-a-Nova.

 

Este seu comentário é PRECIOSÍSSIMO, antonio lopes.

 

Veio esclarecer-nos, com todos os pontos nos “is”, a MENTALIDADE AVANÇADÍSSIMA de todos os que tomaram parte nesta chacina sumária de bovinos perigosíssimos, em Idanha-a-Nova.

 

Só mesmo em Idanha-a-Nova isto poderia ter acontecido! 

   

publicado por Isabel A. Ferreira às 10:44

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 20 de Novembro de 2012

PELO FIM DO FINANCIAMENTO PÚBLICO DAS TOURADAS

 

 

MOVIMENTO NO PORTAL DO GOVERNO DE PORTUGAL

 

Este é apenas um exemplo da forma como o dinheiro dos contribuintes tem vindo a ser utilizado para ajudar a perpetuar a realização de touradas no século XXI.

 

No total - para a criação de touros bravos, realização de touradas (oferta de bilhetes e publicidade), remodelação e construção de recintos, subsídios a entidades tauromáquicas, etc. - são empregues anualmente cerca de 16.000.000 € do erário público.

 

No contexto actual não podemos aceitar que 16 MILHÕES de euros sejam utilizados para financiar e manter as touradas em Portugal.

 

Este Movimento foi criado com o objectivo de dar a conhecer ao Primeiro-Ministro esta injusta e inaceitável realidade de que beneficia um número muito reduzido de pessoas, e não dignifica a imagem do nosso país. Se está a ler esta mensagem ajude a divulgá-la e apoie este Movimento, contribuindo para a denúncia desta injusta situação. O Movimento mais votado será recebido pelo Primeiro-Ministro de Portugal.

 

A VOTAÇÃO RECOMEÇOU DO ZERO, E QUALQUER CIDADÃO PODE VOTAR:

 

É muito fácil: Entre neste link:

http://www.portugal.gov.pt/pt/o-meu-movimento/ver-movimentos.aspx?m=1335

 

Carregue em "Apoiar" no final do texto Se já tem conta no Portal, faça o 'login' (se esqueceu a password é fácil criar uma nova).

 

Se não tem conta no Portal, carregue em "Ainda não está registado?" Para terminar peça aos seus contactos mais próximos para repetir o gesto. É muito importante denunciar esta situação desconhecida da esmagadora maioria dos portugueses .

 

Aproveitem e assinem esta petição, pelo mesmo motivo, para enviar à Senhora Merkel:

 

http://www.change.org/petitions/to-chancellor-angela-merkel-stop-financing-from-european-funds-of-bullfighting?fb_action_ids=560883700604115&fb_action_types=change-org%3Arecruit&fb_ref=__YOOZlPsPta&fb_source=other_multiline&action_object_map=%7B%22560883700604115%22%3A454361454610584%7D&action_type_map=%7B%22560883700604115%22%3A%22change-org%3Arecruit%22%7D&action_ref_map=%7B%22560883700604115%22%3A%22__YOOZlPsPta%22%7D

 

Muito obrigada!

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 18:17

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

ALGARVE BESTIAL - O PRINCÍPIO DE UMA EDUCAÇÃO BESTIAL (ANTI-TAUROMÁQUICA)

 

 

Macário Correia, Presidente da Autarquia, na apresentação do filme em Faro

 

 

(Nota de Imprensa)

 

Apesar do filme ter feito a sua estreia há apenas um mês, a exibição em Faro marca uma nova etapa no percurso de Um Documentário Bestial!

 

No Porto, no final da estreia no Cinema Passos Manuel, uma professora universitária convidou-nos para exibir o filme na faculdade onde lecciona. Agora em Faro, uma professora do ensino secundário deixou-nos o repto de passar o filme nas escolas, ideia que agradou à plateia que participou no debate, e disponibilizou-se para ser interlocutora na instituição de ensino onde dá aulas. Hoje mesmo, via e-mail, foi a vez de uma outra professora universitária propor a exibição do filme na sua faculdade.

 

Confesso que é bestial porque este era um dos grandes objectivos do filme: UMA EDUCAÇÃO BESTIAL. Por isso, em breve, anunciaremos as escolas e universidades onde o filme irá ser exibido.

publicado por Isabel A. Ferreira às 17:57

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

A feira do Cavalo da Golegã é um evento onde se torturam os animais

 

 

 

Texto de PAULA SOMMER

 

«No sábado fui à Feira da Golegã. Deparei-me logo cedo (pela manhã) com um cavalo de cascos grandes e peludos que puxava uma carruagem. Chamavam-lhe o "TÁXI". O preço de cada volta era de 3,5€ e ofereciam um pacote de castanhas. O percurso era feito na manga dos cavalos com o piso de terra molhado pelo que obrigava o animal a fazer um grande esforço. A seguir ao almoço volto ao mesmo sítio e o desgraçado do animal continuava na sua tarefa árdua de puxar uma carruagem com cerca de 10 a 15 pessoas. Os passeios eram interruptos já que a fila de pessoas para este passeio parecia não ter fim.

 

Ao princípio da noite volto à "Paragem" do táxi e o animal já se arrastava, a fila continuava imensa. Sem aguentar a situação dirigi-me a quem estava a cobrar os bilhetes e expus a minha indignação acusando a falta de respeito pelo animal que estava a ser usado na minha opinião para além dos seus limites. O Sr. explicou-me que aquele cavalo de cascos grandes, era um animal de trabalho habituado por isso a grandes esforços, não convencida comecei a falar com as pessoas da fila demovendo-as da ideia de pagar um bilhete para serem puxados por um animal em sofrimento... as pessoas olhavam-me com ar de critica e apenas uma família desistiu desta terrível viagem.

 

Fui falar com a Policia, que me encaminhou para o secretariado da Golegã... furiosa atropelei um monte de pessoas até conseguir chegar ao Secretariado. Fui atendida por uma Sra., que tentou por diversas vezes contactar o Veterinário de serviço, Dr. Ricardo, as redes estavam sobrecarregadas e a chamada desligava-se constantemente. a Sra., facultou-me o nº de telef. do VET, mas consegui apenas deixar uma msg de voz.

 

Saí da Feira por volta da 1hr da manhã e o Táxi, tinha saído uns minutos antes (não sei se voltou ainda essa noite) mas, a feira terminou ontem e soube que o pobre cavalo repetiu toda esta tortura durante o dia de ontem. Durante o dia fui assistindo a outras cenas não menos cruéis, vi cavalos a deitar sangue da barriga provocado pelas esporas dos cavaleiros, que insistiam em tocar o cavalo obrigando-o a fazer exibições, vi um pónei a puxar uma charrete com uma família inteira durante horas e era visível o seu esforço, mas o chicote impunha-se e o desgraçado lá continuava, vi cavalos desorientados no meio das pessoas que se empinavam, relinchavam de aflição, este cenário era apreciado de bom agrado.

 

Vi uma mulher que tentava colocar a sela e o cavalo estava inquieto e ela ia pontapeando a sua barriga, vi um cavalo que começou a tremer das pernas e caiu literalmente para o lado. Também vi bons cavaleiros e amigos dos seus animais, mas, todas as outras situações que testemunhei ainda estão presentes na m/memória. Esta Feira podia ser um espaço agradável e divertido desde que se respeitassem os animais

 

(O texto é da Paula Sommer, o título é da autora do Blogue).

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 15:55

link do post | Comentar | Ver comentários (5) | Adicionar aos favoritos
Domingo, 18 de Novembro de 2012

MASSACRE DE FOCAS COLOCA O CANADÁ NO ROL DOS PAÍSES TERCEIROMUNDISTAS

 
 
 
 

APELAMOS a TODOS: GRUPOS e MOVIMENTOS de DEFESA ANIMAL, ATIVISTAS e ENVOLVIDOS da causa animal, PESSOAS SENSÍVEIS ao sofrimento animal e preocupadas com os ecossistemas.

 

ADIRAM a esta campanha para impedir este MASSACRE de FOCAS que o Canadá teima em praticar.

 

ELAS PRECISAM DA NOSSA VOZ! Partilhem e divulguem nas vossas páginas e nos vossos grupos. Convidem os Amigos!

 

Os animais são da responsabilidade de todos, independentemente do lugar do globo em que se encontrem.

 

Para eles NÃO HÁ nacionalidades, não há muros nem fronteiras. São nossos parceiros no planeta.

 

Sem eles, nós não podemos existir.

 

Esta BARBARIDADE tem de acabar.

 

Vamos pressionar as autoridades do Canadá até desistirem desta CRUELDADE MONSTRUOSA.

 

Adiram ao evento (envio diários de emails + petições):

 

Fonte:

https://www.facebook.com/events/407950695938266/

 

Juntem-se na nossa página: https://www.facebook.com/EndCanadianSealSlaughter

 

 

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 11:52

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Dezembro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts recentes

«Jornal Espanhol: Rede de...

Que vergonha, senhor pres...

«2020: o ano da destruiçã...

Intervenção de André Ven...

«Compreende-se a vergonha...

«O toureiro derrotado!» -...

«O mega-negócio por detrá...

Marcelo recusa ir cumprim...

PAN: «É fundamental lutar...

«Proíbam o clorpirifós! U...

Arquivos

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

Acordo Ortográfico

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, devido a este ser inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais.

Comentários

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt