Quarta-feira, 5 de Setembro de 2012

A Igreja Católica Portuguesa promove touradas há tanto tempo e o João Santiago não sabia...

 

João Santiago comentou um texto aqui publicado, e se não o tivesse deixado escrito, se me tivessem dito isto, como quem diz que disse, eu não acreditaria.

 

Por vezes penso que escrevo em chinês. E certas pessoas, como não sabem chinês, não percebem nada.

 

Foi o que aconteceu, ao João Santiago, com certeza, e ao qual vou ter a pachorra de responder (a negrito, a itálico estão as palavras do João) porque tenho por hábito seguir as obras de misericórdia espirituais: Dar bons conselhos; Ensinar os ignorantes; Corrigir os que erram; Consolar os aflitos; Perdoar as injúrias; Sofrer com paciência as fraquezas do nosso próximo...

 

 

 

Joao Santiago, deixou um comentário ao post Queridíssimos aficionados, deputados da Nação e membros da Igreja Católica Portuguesa, peço-vos perdão pela minha ignorância e arrogância...  às 00:30, 2012-09-04.

 

 «Cara Sra., reflecti várias vezes sobre o facto de valer a pena perder o meu tempo a comentar tanta hipocrisia... Não consegui resistir. As pessoas têm de ter uma visão abrangente da realidade e do mundo e não estarem focados em pequenas querelas que só servem para alguém lhes dê atenção (neste caso, conseguiu-o).

 

(Pois fez muito bem, João Santiago. Prometo que vai valer a pena ter perdido o seu tempo a comentar... A hipocrisia já fica por sua conta, porquanto deve estar a falar da sua própria hipocrisia, pois chamar “pequenas querelas”, a algo que implica a TORTURA E SOFRIMENTO de seres vivos, penso que não seja algo “pequeno”...)

 

Em primeiro lugar, não sou realmente apreciador de touradas. Como não sou da luta de galos, da luta de cães, da caça desportiva, da pesca desportiva, das corridas de cavalos, etc., etc. Em todos estes casos é possível (cada pessoa tem direito à sua sensibilidade) ter um espectador (ou mais) e um animal (ou mais) a sofrer.

 

(Quanto a isto estamos completamente de acordo: eu também ABOMINO todas essas práticas primitivas e sanguinárias, lesivas do bem-estar dos meus irmãos não-humanos, e tenho-me batido pela abolição de todas elas. Se nunca prestou atenção... o problema é seu.)

 

Só os touros? Então e os outros animais (daqui a uns anos também já as plantas estarão metidas ao barulho)? Portanto, só por este facto, o seu artigo peca desde logo pela discriminação.

 

(Ora ESTE meu artigo é sobre TOURADAS. Tenho OUTROS artigos escritos CONTRA os circos que usam animais, os jardins zoológicos, a caça e a pesca desportivas, o tiro aos pombos, a luta de cães, de ursos, de galos... tudo isso... Contra a tortura de seres humanos, a escravatura, a violência doméstica, as guerras, a fome, e a estupidez humana que ainda mantém tudo isto numa época em já se pôs o pé humano na Lua. Mas ESTE meu artigo, particularmente ESTE, foi sobre TOURADAS. Cada assunto é um assunto. Portanto não foi nada feliz na sua observação.)

 

Depois, a Igreja Católica. O que é que a Igreja Católica tem a ver com a tourada? Dá-lhe jeito só para chatear? Para ter um artigo mais "moderno" e "pungente"? Sim porque hoje em dia ser contra a Igreja Católica é rende...

 

(O que é que a Igreja Católica tem a ver com as touradas? Pois eu digo-lhe, porque já vi que ou não sabe ou faz que não sabe, para não ter de ser cúmplice. A Igreja Católica tem TUDO a ver com as touradas. PROMOVE TOURADAS. PERMITE TOURADAS. APOIA TOURADAS. É CÚMPLICE DAS TOURADAS. FESTEJA QUASE TODOS OS SANTOS E SANTAS COM TOURADAS E VACADAS, ABENÇOA OS TORETURADORES, e coisas do género. Leia os outros meus artigos. Que vem lá tudo. As ditas “Santas” Casas da Misericórdia são proprietárias da maioria das Praças de Touros que existem em Portugal. E vem dizer-me que critico a Igreja Católica porque “dá-me jeito”? Dá-me jeito para quê? Artigos “modernos”, “pungentes”? E eu lá preciso disso para alguma coisa?

Veja este link, João:

http://arcodealmedina.blogs.sapo.pt/158119.html

Só quero é que DEIXEM OS TOUROS E OS CAVALOS EM PAZ, e NÃO QUERO SER CÚMPLICE desta BARBÁRIE.)

 

As outras religiões é como se não existissem (o que só dá de facto mais força à Igreja Católica - pelos vistos é a única). As pessoas não podem ter fé? Se sim, só podem ser católicos porque, como já atrás expliquei por absurdo, as outras não existem?

 

(Ah! Joãozinho, Joãozinho! Ou é muito ingénuo ou faz-se! AS OUTRAS RELIGIÕES não promovem TOURADAS. Podem promover outras barbaridades, mas eu ESTOU A FALAR DE TOURADAS NO MEU PAÍS, e no meu País, a única que PROMOVE E APOIA TOURADAS é a RELIGIÃO CATÓLICA. Não sabia? Pois fica a saber.)

 

Bastante redutor não será? Então e os jornalistas que cobrem as touradas, os escritores que as citam, os poetas que as cantam, médicos e veterinários que tratam as maleitas de toureiros e animais, respectivamente, políticos, advogados, etc, etc, não fazem parte do espectáculo? Não lhes fazem publicidade ou a mantêm cada um à sua maneira? Sociedade “civilizada” é um conceito seu?

 

Bastante REDUTORES são todos aqueles que PROMOVEM E APLAUDEM A TORTURA DE SERES VIVOS PARA DIVERTIR SÁDICOS, BÊBADOS E NECRÓFILOS (e eu sei do que estou a falar). E OBVIAMENTE uma sociedade CIVILIZADA não TORTURA os seus animais para DIVERSÃO, nem sequer para os comer. Uma sociedade CIVILIZADA não PROMOVE a VIOLÊNCIA, a TORTURA, RITUAIS SANGUINÁRIOS E BOÇAIS como é o ritual da Tourada e todos as práticas que utilizam os Touros. Sabe, o João tem uma mentalidade que cheira a naftalina.)

 

Vale a pena haver diferenças? Se calhar “é pecado”... Vivemos na era do Aqui e Agora. Tem é de ser já! Não há passado (dá comichão...) e o futuro faz-se a partir do agora. Ideias inatas? Isso já é passado (quando eu nasci)...  O que estou a pensar agora é que vale. Paróquias, Misericórdias e associações do género para tratar dos desfavorecidos e de quem tem fome não interessam. São, provavelmente, associações criminosas que vêm do tempo do fascismo...

 

(Esta sua conversinha não tem nem pés nem cabeça. Caridadezinha feita à custa do sofrimento de animais SENCIENTES não é caridade é PERVERSÃO. E é o que mais vemos por aí, com o aval da Igreja Católica.)

 

Agora uma tourada sim! Vale a pena perder tempo com o pobre do touro (contra o qual eu não tenho nada, diga-se), Se a Sra. quer criticar a tourada, critique-a. Seja consequente e critique a tourada, as lutas de galos, lutas de pitbulls, etc, etc. Compare o sofrimentos dos animais nas várias lutas, o que cada interveniente ganha com o espectáculo, etc. Estenda o seu trabalho além fronteiras e vá ao fundo da questão (estou convicto que sabe qual é para a criticar).

 

(Bem, sobre este seu parágrafo já disse o que tinha a dizer. O João lê UM SÓ artigo que escrevo, e pensa que fica a saber tudo sobre as minhas actividades e o que escrevo noutros textos. E eu é que sou redutora. Antes de vir para aqui criticar a minha INTERVENÇÃO, devia procurar saber o que sou e o que faço. Mas não. Leu o que leu e só veio  dizer disparates.)


 
Se quer criticar a Igreja Católica, faça-o. Critique todas as religiões e credos se é agnóstica. Se não o fôr não critique nenhuma sob pena de realmente não saber o que é o divino ou ter fé. Se que fazer uma sopa de pedra de acusações faça-a mas fique a saber que até esta (sopa), segundo reza a história, foi criada por um frade... Se quiser apenas atear fogos, faça-o. Normalmente quem brinca com o lume queima-se...»

 

(Olhe João, acho que ficou bem clara a minha posição: critico a IGREJA CATÓLICA PORTUGUESA, porque é a única que PROMOVE TOURADAS. As outras Religiões que existem em Portugal (nem sequer as seitas, nem sequer a IURD) promovem TORTURA de SERES VIVOS PARA DIVERSÃO de SÁDICOS, apenas a RELIGIÃO CATÓLICA o faz, contra a Bula do Papa Pio V, AINDA EM VIGOR, e que a Igreja NÃO CUMPRE. Por isso, para não ser CÚMPLICE desta HERESIA, eu CRITICO a IGREJA CATÓLICA PORTUGUESA, e estou no meu direito. Os meus netos nunca dirão que a Avó não lutou para lhes deixar um País limpo do SANGUE de INOCENTES ANIMAIS NÃO-HUMANOS (seja em qualquer modalidade), um País mais Luminoso, mais Culto, mais Civilizado. E o João Santiago o que tem feito em prol de um Portugal mais MODERNO?)

 

Isabel A. Ferreira

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 18:13

link do post | Comentar | Ver comentários (4) | Adicionar aos favoritos

OS ABOLICIONISTAS ESTÃO A FAZER HISTÓRIA: HOJE, MAIS DO QUE NUNCA, A TAUROMAQUIA ESTÁ A PERDER-SE À VELOCIDADE DA LUZ

 

 

Muito brevemente estes belos e mansos e magníficos mamíferos, deixarão de ser torturados, para divertir sádicos e encher os bolsos a tauricidas...

 

 

Transcrevo aqui uma carta do Professor PAULO BORGES (primeiro subscritor do PAN – Partido pelos Animais e pela Natureza) que traduz o sentimento de todos os abolicionistas. Estamos a caminho do fim da tortura de Touros e Cavalos...

 

«Caríssim@s amig@s, esta petição pela abolição da tauromaquia já ultrapassou as 50 000 assinaturas, tendo crescido muito nos últimos dias como mostra evidente do repúdio de um cada vez maior número de pessoas por este espectáculo cruel, pelo investimento nele de dinheiros públicos, pelas suas consequências trágicas para touros, cavalos e homens - como o jovem forcado que ficará paraplégico - , pelo comportamento criminoso do cavaleiro Marcelo Mendes, bem como pelo ridículo comunicado da Federação Prótoiro a dizer que os defensores dos animais são "terroristas" que põem em causa a "segurança do Estado".

 

 Estamos todos de Parabéns e, em meu nome, enquanto primeiro subscritor, e do PAN, que tomou esta iniciativa, quero agradecer do fundo do coração a todas e todos que a assinaram e divulgaram.

 

 Mas quero também pedir-vos que não paremos por aqui e que sejamos capazes de levar a discussão num plenário da Assembleia da República uma petição com um número ainda maior de assinaturas: 100 000 será excelente, pois obrigará o Governo e os partidos com assento parlamentar a reconhecerem ainda mais a força desta causa.

 

O combate contra a tauromaquia e o que ela simboliza - a violência contra o outro e o mais fraco, animal ou homem - , a luta pelo progresso ético da consciência e da civilização é transversal a todas as forças políticas e partidárias.

 

O movimento pelo reconhecimento de direitos fundamentais aos animais é uma continuação e um alargamento dos movimentos pelo respeito dos direitos humanos, pelo fim da escravatura e do apartheid, pelo reconhecimento de direitos iguais às mulheres e contra todas as formas de discriminação. Somos cada vez mais e a Vitória é o nosso único horizonte.

 

É um privilégio estar convosco nesta luta, que é inseparável da luta por uma sociedade mais justa, de onde seja banida toda a opressão e exploração do homem pelo homem.

 

Conto convosco para a levarmos até à celebração da Vitória final. Estamos a fazer história. Bem hajam!

 

 

QUEM NÃO ASSINOU AINDA, AQUI ESTÁ O LINK PARA ASSINAR ESTA PETIÇÃO:

 

http://peticaopublica.com/PeticaoVer.aspx?pi=010BASTA

publicado por Isabel A. Ferreira às 15:32

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 4 de Setembro de 2012

COMUNICADO DA PRÓTOIRO, RELATIVO AO ATAQUE DO TORCIONÁRIO, NA TORREIRA, É UM GROSSEIRO ATENTADO À INTELIGÊNCIA UNIVERSAL

 

 

Esta entrevista diz do íntimo alucinado de um torcionário...  Os Touros investem sempre sobre o CASTIGO... O CASTIGO... ou seja, a LIDE...

 

 

Ao abrir hoje a minha caixa de correio electrónico lá estava ele: o COMUNICADO DA PRÓTOIRO, que aqui transcrevo e comento a bolt, porque não podemos deixar passar em branco este BRILHANTE TRUNFO a favor da causa da ABOLIÇÃO DAS TOURADAS EM PORTUGAL.

 

Cada acção dos tauricidas, cada tiro no pé.

Cada tiro no pé, vários pontos para a Abolição.

 

COMUNICADO DA PRÓTOIRO:

 

«A PRÓTOIRO – Federação Portuguesa das Associações Taurinas, lamenta o sucedido ontem na Torreira, embora compreenda que a atitude do cavaleiro Marcelo Mendes tenha sido o resultado de provocações, ameaças e atentados que duram há já tempo demais.»

 

Ponto um: a prótoiro começa o comunicado com as mentiras do costume. As imagens do vídeo, que já corre mundo, não deixam dúvidas: o torcionário Marcelo Mendes (para se merecer o nome de “cavaleiro” tem de se ser, antes de mais, um cavalheiro, o que não é o caso) ATACOU (como é de seu costume atacar os Touros) o grupo de manifestantes pacifistas que estavam SENTADOS NO CHÃO, em silêncio.

Vejam as imagens:

 

http://www.youtube.com/watch?v=Zivm1tk-LFU

 

«Com efeito, a PRÓTOIRO tem vindo sistematicamente a alertar para o problema do terrorismo animalista que, embora seja já considerado e tratado como uma grave e séria ameaça em muitos países, não tem ainda, em Portugal o devido acompanhamento. Na verdade, a questão da Tauromaquia deixou de ser uma questão de política para passar a ser uma questão de polícia.»
 
Ponto dois: pois devia ser uma questão de POLÍCIA, devia, mas infelizmente não foi, porque as AUTORIDADES PRESENTES não tiveram poder suficiente (ou não quiseram, por motivos óbvios)  para actuar quando o grupo pacifista FOI ATACADO COVARDEMENTE pelo tauricida enfurecido. (Está tudo no vídeo).

 

Porque se tivessem autoridade, este DESCAVALEIRO teria ido para a esquadra imediatamente, dar conta do ataque mal-intencionado e intencional contra os manifestantes PACÍFICOS.

 

E depois nós é que somos os terroristas.

 

Com que então a tauromaquia deixou de ser uma QUESTÃO POLÍTICA! Boa! Agora sabemos os motivos reais da existência de tal ritual sangrento. Afinal a tauromaquia NÃO É uma questão de TRADIÇÃO, nem de ARTE, nem de CULTURA. É uma QUESTÃO POLÍTICA.

 

Guardamos esta, porque é demasiado PRECIOSA.

 

«Movimentos terroristas, como a Animal Liberation Front, aos quais estão ligadas muitas associações e pessoas anti-taurinas de Portugal, ao verem que o país real continua a gostar de ir aos Toiros, começam a radicalizar-se e, cada vez mais, vemos atentados contra pessoas e bens.»

 

Ponto Três: vocês é que ATACAM pessoas indefesas, atacam Touros e Cavalos indefesos, TORTURAM E MATAM seres vivos em nome do DINHEIRO e de uma DIVERSÃO SÁDICA, e nós, que defendemos a não-violência e a VIDA, é que somos terroristas? Quem diz isto deve ter um Q.I. que ultrapassa todas as barreiras...  

 

E estais muito enganados. O PAÍS REAL ESTÁ ABSOLUTAMENTE CONTRA AS TOURADAS. Basta saber ler os números.

 

OS PORTUGUESES NÃO QUEREM RITUAIS SANGRENTOS NO SEU PAÍS. Os Portugueses, são Portugueses, NÃO SÃO AFICIONADOS.

 

«Não se pode permitir que, à sombra do direito à manifestação, que é fundamental num Estado de Direito e deve ser preservado - se insulte, agrida, vandalize, enxovalhe e ameaçe quem gosta da Festa dos Toiros. Vemos praças de toiros vandalizadas, agressões a aficionados, destruição de viaturas e de bens publicitários, pressões e ameaças sistemáticas a tudo e a todos aqueles que estão relacionados com a Tauromaquia.»
 
Ponto quatro: o
ra aqui, temos de dizer bem alto o seguinte: QUEM FAZ TUDO ISSO PARA COLOCAR AS CULPAS NOS ANTI-TOURADAS SÃO OS PRÓ-TOURADAS, OS AFICIONADOS, OS TAURICIDAS. Não queiram inverter os papéis. Vós sois os vossos próprios CARRASCOS. Quem não vos conheça, que vos compre.

 

Aos Portugueses vós não ENGANAIS MAIS. O País sabe quem sois. Sabe que sois vós que provocais as confusões, para covardemente colocar as culpas nos inocentes. Não é o que fazem aos TOUROS e CAVALOS também?

 

«E, perante esta realidade criminosa, as autoridades nada têm a dizer? O que será necessário acontecer para que a opinião pública e para que as autoridades competentes ajam em conformidade? O que será necessário acontecer para que, de uma vez por todas, se perceba que os activistas anti-taurinos são verdadeiros terroristas e põem em causa a segurança pública nacional?»
 
Ponto cinco: e
ste parágrafo foi escrito por um "génio".

«Perante esta realidade criminosa, as autoridades nada têm a dizer

Pois... O que será necessário acontecer? Os manifestantes SEREM ESMAGADOS pelas patas de um Cavalo conduzido por um tauricida enfurecido?

 

As autoridades DEVIAM agir, sim, e meter na cadeia os verdadeiros terroristas, aqueles que atacam pacifistas, torturam, massacram, violentam seres vivos, à luz de uma lei estúpida e injusta, que não devia ser para cumprir. Mas o que fazem? NADA. Limitam-se a ser CÚMPLICES.

 

«Como é possível que Câmaras Municipais autorizem “manifestações” de terroristas animalistas a escassos metros de uma praça de toiros quando o único propósito desses terroristas é semear o caos e fazer notícia? Esta postura dos terroristas dura há tempo demais e não é mais possível permitir que eles insultem, agridam e ameacem os aficionados esperando que estes mantenham a postura de respeito e tolerância que até hoje mantiveram. Há limites para tudo e a barreira do aceitável está a ser transposta.»
 
Ponto Seis: c
omo é possível que Câmaras Municipais autorizem manifestações sangrentas, torturas de Touros e Cavalos dentro de arenas, quando o único propósito é GANHAR DINHEIRO à custa de rituais primitivos, bárbaros, sangrentos? Isto é um insulto aos seres humanos, e uma agressão aos seres não humanos.

 

Esta postura dos tauricidas já dura há demasiado tempo, e não é mais possível permitir que eles insultem a inteligência universal, agridam e ameacem os defensores da não-violência e da não-tortura, esperando merecer respeito e tolerância.

CHEGA de ESTULTÍCIA!

 

Na verdade há limites para tudo. E o limite para a aceitação do tauricídio, num país que se quer civilizado, já ultrapassou a barreira do razoável.

 

«Assim, a PRÓTOIRO apela ao bom senso de todos e, em particular, à atenção das autoridades competentes, sob pena de se agravar exponencialmente um problema que, infelizmente, é já de segurança pública.»

 

Ponto sete: deste modo, os abolicionistas apelam ÀS AUTORIDADES deste país que, neste momento, VIVE SEM AUTORIDADE, para abolir a LEI ESTÚPIDA e INJUSTA que rege o ritual sangrento do TAURICÍDIO, para que Portugal possa, finalmente, LIBERTAR-SE deste CHEIRO A MOFO, A SANGUE, A VINHO, A SUOR E A BOSTA, e os Portugueses possam RESPIRAR O AR LÍMPIDO DA CULTURA CULTA.

 

MAIS OPINIÕES:

 

http://beparlamento.net/cavaleiro-taurom%C3%A1quico-ataca-manifestantes-pac%C3%ADficos-perante-passividade-da-pol%C3%ADcia-na-torreira


 

http://aveiro.bloco.org/index.php?option=com_content&task=view&id=1621&Itemid=1

 

Isabel A. Ferreira

publicado por Isabel A. Ferreira às 17:17

link do post | Comentar | Ver comentários (8) | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 3 de Setembro de 2012

O forcado que escolheu ir para a arena massacrar um Touro já torturado, ficará tetraplégico...

 

 

O jovem forcado tem apenas 26 anos. Ficará tetraplégico, na sequência de uma pega na tourada da passada quinta-feira no campo pequeno, em Lisboa, numa cena de tortura patrocinada e emitida pela RTP1, em directo.

 

A colhida do jovem foi transmitida também em directo.

 

Ao contrário do Touro, o forcado não foi forçado a ir para aquela arena, massacrar um Touro, já mais morto do que vivo, mas ainda assim suficientemente lúcido para tentar defender-se das investidas dos seus carrascos.

 

O Touro simplesmente defendeu-se, como era de seu direito.

 

A RTP1, que apoia, promove e transmite a tortura de seres vivos (neste caso, humanos e não- humanos) em directo, remeteu-se ao silêncio, cobardemente.

 

Este jovem, ao contrário do Touro, escolheu ir para a arena, sabendo os riscos que poderia correr.

 

Normalmente nada acontece aos forcados, uma vez que cobardemente tentam manietar um Touro ferido, moribundo, não esperando que um ou outro animal guarde as maiores forças deles para defender o pouco de vida que lhe resta. É o instinto de sobrevivência do animal não-humano, totalmente ignorado pelos torcionários.

 

Ficar tetraplégico, nestas circunstâncias, é um quase suicídio.

 

O Touro sofre barbaramente e acaba por morrer, mas não por vontade própria.

 

Os torcionários (alguns) morrem, ou ficam feridos, ou paraplégicos e tetraplégicos, por livre e espontânea vontade. Ninguém os obriga a ir para uma arena.

 

Obviamente que não vamos aplaudir a desgraça que se abateu sobre este jovem ou sobre outro qualquer, que sofra ferimentos ou morra durante uma tourada, do mesmíssimo modo que não aplaudimos a tortura dos Touros e dos Cavalos.

 

Os tauricidas dizem que é uma “glória” ser morto ou ferido na arena. Sentem-se uns “heróis”. E o pior é que são aplaudidos como tal. Os sádicos aplaudem  entusiasticamente, quando morre um toureiro ou ou forcado na arena.

 

Infeliz glória. Triste heroicidade.

 

O que aqui há a lamentar, e lamentamos profundamente, é que exista uma LEI que permite torturar Touros e Cavalos (excluindo-os da espécie animal) para divertimento de sádicos, de bêbados e de necrófilos, ao mesmo tempo que se encoraja jovens a colocarem a vida em risco, em nome da estupidez.

 

Nós, pedimos a ABOLIÇÃO DAS TOURADAS, pelo direito à liberdade que os Touros e os Cavalos têm, mas também para que jovens como este não sejam OBRIGADOS a ficar tetraplégicos, apenas porque uma LEI IDIOTA o permite.

 

Isabel A. Ferreira

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 15:57

link do post | Comentar | Ver comentários (14) | Adicionar aos favoritos

COVARDIA DENTRO E FORA DA ARENA NA MURTOSA: “CAVALEIRO” MARCELO MENDES ATACA MANIFESTANTES E TORTURA TOUROS

 
 

NADA MELHOR DO QUE VER AS IMAGENS.

 

UMA CRIATURA COVARDE MONTADA NUM SER MAGNÍFICO QUEBRA TODAS AS REGRAS E MOSTRA AQUILO QUE É: UM IRRACIONAL.

 

É ISTO A TAUROMAQUIA.

 

A “ARTE” DA VIOLÊNCIA, DA AGRESSÃO, DA ESTUPIDEZ, DA TORTURA, DA CEGUEIRA MENTAL...

 

TUDO NAS “BARBAS” DAS AUTORIDADES QUE “FICARAM A VER...”

 

A REPORTAGEM MOSTRA OS ACONTECIMENTOS.

 

AS PINTURAS NOS CARROS FORAM FEITAS PELOS PRÓ, PARA COLOCAREM A CULPA NOS ANTI. COMO SEMPRE FAZEM.

A PEDRADA NO CAVALO É INVENÇÃO.

 

QUEM GOSTA DE TOUROS, ADORA CAVALOS.

 

SÓ ACRESCENTAMOS QUE SE DEPOIS DISTO, A TOURADA NÃO REGRESSAR MAIS À TORREIRA, O SACRIFÍCIO DOS TOUROS ALI MASSACRADOS NAQUELA TARDE, E A AGRESSÃO DOS MANIFESTANTES ANTI-TOURADAS NÃO TERÂO SIDO EM VÃO.

 

VENHAM MAIS DESTAS. OS ABOLICIONISTAS AGRADECEM. E OS TOUROS E OS CAVALOS TAMBÉM...

publicado por Isabel A. Ferreira às 10:58

link do post | Comentar | Ver comentários (12) | Adicionar aos favoritos
Domingo, 2 de Setembro de 2012

A meditação de charly sobre as touradas...

 

 

 

Algo que a igreja católica portuguesa apoia  

 

charly, deixou um comentário ao post O que diz a Igreja, no que respeita a touradas? Eis um comentário precioso que me enviou o Charly às 01:59, 2012-09-02.

 

Comentário:

 

«Amiga Isabel, não me leve a mal, de coração... vejo muita ignorância nos seus comentários, e de facto eu não tenho tempo de responder adequadamente a todas as suas afirmações.

 

Ouça, eu sou contra as touradas, odeio todo tipo de espetaculos onde se torturam animais. Mas eu deixo-lhe um exercicio para meditar...

 

Só para citar um exemplo: Se um determinado médico decide matar os seus paciêntes, acaso esse eventual acto poria em causa o código deontológico dos Médicos, ou a sua Classe?

 

Compreendo a sua indignação sobre o maus tratos dos animais, mas não deve julgar nenhuma Instituição seja qual for por alguns membros que a compõem. "O mundo passa com as suas concupiscências, mas quem cumpre a vontade de Deus permanece eternamente". (1Jo 2,17) compreende?

 

Aproveito para lhe dizer outra coisa: você fala de satanás como "personagem na qual não acredito". Palavras de João Paulo II: "Quem não crê no demônio não crê no Evangelho"... e quem não crê no Evangelho não crê em Jesus Cristo. Que Deus vos abençoe

 

***

charly

 

Antes de entrar no assunto, deixe-me perguntar-lhe: o charly é brasileiro, não é? Não que isso tenha qualquer importância. Não sou xenófoba. É apenas curiosidade, devido ao “demÔnio” (com acento circunflexo), e porque também ajuda a esclarecer algumas coisas.

 

Realmente sou muito ignorante. Muito ignorante. Tão ignorante que o charly nem consegue responder adequadamente às minhas ignorantes “afirmações”.

 

Que afirmações?

 

Eu não estou aqui a falar de clubes de futebol.

 

Também não estou aqui a falar de marcas de carros.

 

Nem estou aqui a falar de gostar mais de bifes ou de alfaces.

 

Ou sequer estou aqui a falar de partidos políticos.

 

Isto é, não estou aqui a falar de de GOSTOS e de IDEIAS.

 

Estou a falar de TORTURA DE SERES VIVOS PARA DIVERTIR SÁDICOS E BÊBADOS, com o AVAL da IGREJA CATÓLICA PORTUGUESA, como INSTITUIÇÃO (haverá um padre ou outro que é contra a tourada, mas não sabemos, porque são mudos) a qual nunca se pronunciou publicamente CONTRA essa TORTURA, seguindo a Bula do Papa Pio V, AINDA EM VIGOR, e que a Igreja IGNORA, simplesmente porque é CÚMPLICE dessa TORTURA, e, pasmemo-nos, até vai para as arenas ABENÇOAR os torturadores de Touros.

 

Sabe, com certeza, que a maioria das praças de Touros são propriedade das SANTAS CASAS DE MISERICÓRDIA, ligadas à Igreja Católica, não sabe?

 

Também deve saber que os festejos religiosos aos Santos das terrinhas mais atrasadas de Portugal celebram-se com SANGUE da TORTURA DE TOUROS E CAVALOS, com o consentimento dos Padres das paróquias dessas terrinhas, não sabe?

 

E eu é que sou a ignorante. Certo?

 

Depois vem a sugestão do “exercício”...

 

Pois eu fiz o exercício e cheguei à conclusão de que se um médico desatar a matar os seus pacientes, não só é um assassino, como OBVIAMENTE compromete o código deontológico dos médicos (que juraram salvar vidas, e não matá-las), e também a classe médica poderá ficar desacreditada. Nunca sabemos quem será quem, e podemos estar diante de um assassino, sem saber.

 

Mas como sou muito ignorante este meu raciocínio deve estar completamente errado.

 

E seguindo a sua brilhante exposição, eu não estou a JULGAR uma Instituição por alguns membros que a compõem. Quem sou eu, para JULGAR.

 

Eu estou a CRITICAR.

 

Segundo, não são esses “alguns membros” que me preocupam. É a INSTITUIÇÃO, no seu TODO, que devia seguir a BULA DO PAPA PIO V, e pura e simplesmente IGNORA-A. E isso é preocupante.

 

Mas como sou ignorante, não devia preocupar-me, não acha? A Igreja, como Instituição, PREVARICA e eu devo ficar calada. Acha que me vão assar na fogueira, charly?

 

E vejamos esta citação: “O mundo passa com as suas concupiscências, mas quem cumpre a vontade de Deus permanece eternamente”. (1Jo 2,17) compreende?

 

Eu compreendi. Então, não?

 

Mas quem é que cumpre a vontade de Deus? Os padres que permitem as touradas para festejar os Santos? A Igreja Católica, que é CÚMPLICE dessa tortura?

 

É essa TORTURA do agrado de Deus?

 

Mas eu sou muito ignorante, não devo ter compreendido lá muito bem...

 

E para finalizar, a do Satanás, que é muito boa.

 

Como sou muito ignorante não acredito em Satanás no Reino do Céu, aquela figura de corninhos, toda vestida de vermelho, com ar de mau... Não.

 

E o “demônio” que o Papa João Paulo II referiu não é esse “Satanás”, do qual os incrédulos têm pavor, e então andam sempre a correr para o confessionário, a pedir perdão dos pecados, são absolvidos, e chegam cá fora, e cometem os mesmos pecados outra vez. E depois regressam ao confessionário... e a bola de neve vai crescendo, crescendo... O verdadeiro Satanás (que podem desdobrar-se em muitos) anda pela Terra a fazer , a apoiar, a promover o mal. Nesse, acredito.

 

 É o que acontece com os torcionários tauricidas.

 

Sabe, charly, como sou muito ignorante vou dizer-lhe algo muito ignorante: a Igreja Católica sempre foi um entrave à evolução dos Povos. Aliás, todas as religiões foram um entrave à evolução dos Povos, e promotoras das piores GUERRAS entre os Povos.

 

Eu estou com Deus (o ser cósmico), não aquele deus inventado pelo homem, com todos os defeitos do homem, e que este teme mais do que ama.

 

Deus não é para acreditar. É para SENTIR.

 

E tenho a figura de Jesus Cristo como um exemplo a seguir: ele era anarquista pacifista, e eu sigo a filosofia social de Cristo.

 

E ao dar voz aos Touros e aos Cavalos tenho certeza de que estarei mais perto de Deus do que a Igreja Católica, que é cúmplice da TORTURA DE SERES VIVOS. Deus gostará disso? Tenho as minhas dúvidas. Mas como sou muito ignorante...

 

E agora veja aqui, a prova da cumplicidade da Igreja Católica. A Rádio Renascença, que lhe pertence, promove touradas.

http://www.rtp.pt/programa/tv/p28951/e5

 

E como sou muito ignorante, vou acabar com algo muito ignorante: o “demônio” anda por aí à solta...  E é o “demônio” que promove as touradas... Certo?


Isabel A. Ferreira

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 16:51

link do post | Comentar | Ver comentários (8) | Adicionar aos favoritos
Sábado, 1 de Setembro de 2012

O que diz a Igreja, no que respeita a touradas? Eis um comentário precioso que me enviou o charly

 

Estava à espera de um comentário assim, faz tempo. Esta é uma oportunidade valiosa para DIALOGAR com a Igreja Católica.

 

 

Olhe bem para esta imagem, charly, e diga-me se os Santos gostarão de ser celebrados com tamanha barbaridade!

 

charly, deixou um comentário ao post Queridíssimos aficionados, deputados da Nação, e membros da Igreja Católica portuguesa, peço-vos perdão pela minha ignorância e arrogância às 14:51, 2012-09-01.

 

 1 - «Esta Senhora, fala com uma leviandade que impressiona. Em nome de uma verdade - o mau trato dos animais -, incita ao ódio religioso, ao ódio à Igreja Católica, invocando Fátima levianamente, malevolamente até, como se Fátima tivesse algo que ver com o mau trato dos animais, neste caso a tauromaquia.

 

2 - «Jesus então lhes replicou. Dai, pois, a César o que é de César e a Deus o que é de Deus. E admiravam-se dele». (Mc 12,17) A responsabilidade de haver touradas é do Governo e não da Igreja.

 

3 - A Igreja “Instituição” pode e deve chamar à atenção a todos os homens que praticam obras de impiedade, neste caso a tauromaquia. O artigo que acabei de ler é uma falácia de Satanás. Uma meia-verdade. Um ataque à “Instituição” Igreja - sim, porque Igreja somos todos - movida por um cego e gratuito ódio à Igreja. Se há deputados membros da Igreja Católica, esses não representam a Igreja de Cristo.

 

4 - Se há Alguém a quem deve pedir perdão não é a esses “católicos” de nome, que fazem touradas em nome dos Santos da Igreja. Esses serão julgados por Deus, e não são esses que constituem a IGREJA, mas sim a Deus, por fazer chacota da fé, citando Fátima várias vezes de forma odiosa e com sarcasmo.

 

5 - O QUE DIZ A IGREJA? A 1 de Novembro de 1567, o Papa Pio V publicou a bula “De salute gregis dominici”, ainda em vigor: “ (…) Nós, considerando que estes espectáculos que incluem touros e feras no circo ou na praça pública não tem nada a ver com a piedade e a caridade cristã, e querendo abolir estes vergonhosos e sangrentos espetáculos, não de homens, mas do demônio, e tendo em conta a salvação das almas na medida das nossas possibilidades com a ajuda de Deus, proibimos terminantemente por esta nossa constituição (…) a celebração destes espetáculos (…)”».

 

****

 

Esmiucemos este comentário, parágrafo por parágrafo:

 

1 - «Esta Senhora, fala com uma leviandade que impresiona. Em nome de uma verdade - o mau trato dos animais -, incita ao ódio religioso, ao ódio à Igreja Católica, invocando Fátima levianamente, malevolamente até, como se Fátima tivesse algo que ver com o mau trato dos animais, neste caaso a tauromaquia.»

 

Caro charly, com certeza não leu com olhos de ler o meu texto.

Diga-me exactamente onde INCITO AO ÓDIO RELIGIOSO, ou à Igreja Católica ou onde estou contra Fátima?

 

O menino charly não leu o texto com o raciocínio. Mas com maldade no coração, vendo punhais onde estão apenas “farpas” (no sentido sarcástico).

 

Contudo, uma vez que falou em Fátima, deixe-me que lhe diga, que se Fátima não tem nada a ver com a tauromaquia (não tem, realmente ainda não me apercebi de que tivessem realizado uma tourada em honra de Nossa Senhora de Fátima) quanto a maus-tratos a animais... ai, ai, ai... temos a história triste dos cães de rua que, em Fátima, são bastante maltratados. Isso todos sabem.

 

Mas adiante...  

 

2 - «Jesus então lhes replicou. Dai, pois, a César o que é de César e a Deus o que é de Deus. E admiravam-se dele». (Mc 12,17). A responsabilidade de haver touradas é do Governo e não da Igreja.

 

Pois engana-se, caro charly. As touradas são da responsabilidade do Governo, porque o Governo as apoia, dando-lhes subsídios, e até tem uma lei, que é a vergonha das vergonhas, que não considera os Touros e os Cavalos ANIMAIS, mas é também da responsabilidade da Igreja Católica, cujos representantes de Deus na Terra, ou seja, os padres, vão ABENÇOAR os torcionários, antes destes irem para as arenas, torturar as pobres criaturas de Deus. Portanto, ambos têm a sua quota-parte de CULPAS. E que CULPAS! E há padres que adoram touradas, mais do que a Deus. Conheço alguns.

 

3 - A Igreja “Instituição” pode e deve chamar à atenção a todos os homens que praticam obras de impiedade, neste caso a tauromaquia. O artigo que acabei de ler é uma falácia de satanás. Uma meia-verdade. Um ataque à “Instituição” Igreja - sim, porque Igreja somos todos - movida por um cego e gratuito ódio à Igreja. Se há deputados membros da Igreja Católica, esses não representam a Igreja de Cristo.

 

Meu caro charly, por amor de Deus! O que é que eu ando aqui, neste Blogue, a pregar há tanto tempo? Que a Igreja “Instituição” TEM O DEVER de chamar à atenção a todos os homens que praticam obras de impiedade, neste caso, a tauromaquia.

 

Mas sabe o que faz a Igreja? NADA.

 

Cala-se. Mantém-se cúmplice da barbárie.

 

Ou melhor, permite que padres vão ABENÇOAR os tauricidas.

 

E não só. Veja este Padre Franciscano (isto é, um seguidor de São Francisco de Assis), o Padre Vítor Melícias (o do meio) que é um aficionado (não perde uma tourada) a deliciar-se com a TORTURA DE UM TOURO. Um grande exemplo de franciscanismo.

 

Este PADRE não representará a Igreja de Cristo? É um PADRE católico, apostólico, romano.

 

 

 
 
Pois acho que a falácia de satanás (personagem na qual não acredito, que haja no Céu, mas poderá ser um qualquer torcionário tauricida) tem mais a ver com esta imagem, do que com aquilo que eu escrevi, charly.

 

Além de que não destilo ÓDIO por coisa nenhuma. O ÓDIO é um sentimento MENOR, para gente menor. Não para mim. Eu apenas demonstro INDIGNAÇÃO por esta prática bárbara, acolitada pela Igreja Católica.

 

ÓDIO pareceu-me o charly destilar pelo meu texto, do qual não entendeu uma linha, sequer.

 

4 - Se há Alguem a quem deve pedir perdão não é a esses “católicos” de nome, que fazem touradas em nome dos Santos da Igreja. Esses serão julgados por Deus, e não são esses que constituiem a IGREJA, mas sim a Deus, por fazer chacota da fé, citando Fátima várias vezes de forma odiosa e com sarcasmo.

 

Bem, como não percebeu nada do que escrevi, o que tenho a dizer deste parágrafo é que os PADRES DA IGREJA CATÓLICA permitem celebrar SANTOS E SANTAS com a TORTURA DE TOUROS E CAVALOS, e eu é que faço CHACOTA DA FÉ? Qual fé? A fé na crueldade e violência cometida contra uma criatura de Deus?

 

Já reparou no disparate que disse?
 
Cito Fátima de forma odiosa e com sarcasmo? Isso está na sua cabeça, não no meu texto. Sinto muito.

 

E se quer saber, não sou eu que sou cúmplice da TORTURA. Combato-a com todas as minhas forças e com as garras de fora, dou voz aos Touros e aos Cavalos, e não TENHO MEDO DO JULGAMENTO DE DEUS, por ter escrito o que escrevi. Ele está comigo. Não com os TAURICIDAS. Disso tenho certeza absoluta. Não me pergunte como.

 

5 - O QUE DIZ A IGREJA? A 1 de Novembro de 1567, o Papa Pio V publicou a bula “De salute gregis dominici”, ainda em vigor: “ (…) Nós, considerando que estes espectáculos que incluem touros e feras no circo ou na praça pública não tem nada a ver com a piedade e a caridade cristã, e querendo abolir estes vergonhosos e sangrentos espetáculos, não de homens, mas do demônio, e tendo em conta a salvação das almas na medida das nossas possibilidades com a ajuda de Deus, proibimos terminantemente por esta nossa constituição (…) a celebração destes espetáculos (…)”».

 

Ora chegámos onde eu queria.

 

Na verdade o Papa Pio V publicou esta bula que, como bem disse, ESTÁ AINDA EM VIGOR.

 

E eu pergunto: ONDE? Em que país? Em que paróquias?

 

Em Portugal NÃO É, com toda a certeza.

 

A Igreja Católica Portuguesa faz letra morta desta bula.

Por tudo o que eu já aqui referi. mPrincipalmente, por ABENÇOAR OS TAURICIDAS. Por manter-se CALADA e CÚMPLICE a respeito das Touradas.

 

Onde vive o charly?

 

Não neste mundo. Não em Portugal, com certeza.

 

E eu é que escrevi um artigo que é falácia de Satanás?

O que é que o charly chama à cumplicidade da Igreja Católica, que permite celebrar os Santos católicos com o SANGUE da TORTURA de seres vivos para divertir sádicos, bêbados e psicopatas?

FALÁCIA DE DEUS?...

 

Isabel A. Ferreira

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 18:55

link do post | Comentar | Ver comentários (12) | Adicionar aos favoritos

OUTRO CARRASCO DE TOUROS E CAVALOS, SENTADO NAS CADEIRAS DO PODER, QUE DEVIA IR PREGAR PARA UMA ILHA DESERTA

 

 

 

«O CDS-PP não tem uma posição oficial sobre as touradas. Há muita gente que é contra e muita gente que é a favor. Mas sempre que quiserem atacar as touradas, o CDS defende-as.» Paulo Portas, Presidente do CDS-PP no final da corrida de touros do CDS, nas Caldas da Rainha, em 24 de Julho de 2010

 

Ah! Grande defensor de VALORES CRISTÃOS!

 

TORTURA, VIOLÊNCIA, CRUELDADE, SANGUE, SADISMO...

 

É por estas e por outras, e por este e por outros que Portugal pertence

ao 25º Mundo.

 

QUE ATRASO DE VIDA, DOUTOR PAULO PORTAS!

 

 

Fonte: Público, 25 de Julho de 2010 (http://publico.pt/Pol%C3%ADtica/sempre-que-quiserem-atacar-as-touradas-o-cds-defendeas-diz-paulo-portas_1448650)

 

©RebelPen https://www.facebook.com/pyka.miolos

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 17:13

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Junho 2024

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
15
17
18
19
21
22
23
24
26
27
28
29
30

Posts recentes

Pausa para descanso...

Carta Aberta à socialista...

O que as escolas NÃO te c...

«Bicadas do meu Aparo»: C...

Portugal não é a casa da ...

Ex-combatentes do Ultrama...

Repondo a verdade dos faC...

XXXI Encontro Nacional ...

Uma fingida “homenagem” a...

Ponte de Lima: «Vaca das ...

Arquivos

Junho 2024

Maio 2024

Abril 2024

Março 2024

Fevereiro 2024

Janeiro 2024

Dezembro 2023

Novembro 2023

Outubro 2023

Setembro 2023

Agosto 2023

Julho 2023

Junho 2023

Maio 2023

Abril 2023

Março 2023

Fevereiro 2023

Janeiro 2023

Dezembro 2022

Novembro 2022

Outubro 2022

Setembro 2022

Agosto 2022

Junho 2022

Maio 2022

Abril 2022

Março 2022

Fevereiro 2022

Janeiro 2022

Dezembro 2021

Novembro 2021

Outubro 2021

Setembro 2021

Agosto 2021

Julho 2021

Junho 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

AO90

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, nem publica textos acordizados, devido a este ser ilegal e inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais. Caso os textos a publicar estejam escritos em Português híbrido, «O Lugar da Língua Portuguesa» acciona a correcção automática.

Comentários

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. 1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome. 2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas". 3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt