Quinta-feira, 6 de Setembro de 2012

Doutor Vasco Reis, único médico-veterinário português que dá a cara e o nome pela causa da abolição das touradas

 

 

 

 

 

O cavalo chamava-se "Xelim" e pertencia ao torcionário português Rui Fernandes. Morreu (o cavalo) na Arena de Sevilha abandonado pelo seu dono…

 

O que aconteceu ao Xelim não deveria repetir-se com mais nenhum outro Cavalo, se houvesse consciência entre aqueles que apoiam e promovem tal selvajaria.

 

Em que país vivemos? Que consciências temos no Governo?

 

Vejam os vídeos. Eles dizem o que as palavras não podem exprimir.

 

 Basta de tanta cobardia!

 
©RebelPen
https://www.facebook.com/pyka.miolos

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 16:10

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Comentários:
De José João Reis a 9 de Setembro de 2012 às 12:14
Boa tarde, o meu nome é José João Reis, sou médico veterinário (CP 2002) e gostaria de saber quem é que chegou à brilhante conclusão de que o Dr. Vasco Reis é o único veterinário a dar a cara pela abolição da tourada em Portugal. Se me puderem dizer qual é a publicação da qual retiraram este excerto, agradeço.Não se pode publicar uma afirmação como verdadeira, sem antes verificar a sua veracidade. Como eu, existem centenas da médicos veterinários que diariamente se manifestam (identificando-se) por essa causa. Efectivamente, é um factor de discussão e divisão dentro da classe, mas afirmar que só um veterinário dá a cara e o nome é de uma incompetência desmedida
Com os melhores cumprimentos
José João Reis, M.V
De Isabel A. Ferreira a 9 de Setembro de 2012 às 14:21
Sr. Dr, José João Reis, muito me apraz saber que existem mais médicos veterinários portugueses a dar a cara e o nome por esta causa.

No entanto nunca vi, nem li, nada público de nenhum outro médico veterinário a não ser do Dr. Vasco Reis.

Para podermos repor a verdade, gostaria que o Sr. Dr. José João Reis nos indicasse onde podemos encontrar essas intervenções, pois teremos muito gosto em publicá-las também neste Blog.

Todos temos o dever de contribuir para que esta peste negra que assola o nosso País, desapareça, e Portugal fique limpo, finalmente.

Fico a aguardar que nos envie textos, links ou outras intervenções públicas de outros médicos veterinários portugueses, a respeito deste tema.

Com os meus cumprimentos,
Isabel A. Ferreira

De Anónimo a 9 de Setembro de 2012 às 15:04
Boa tarde,como deve compreender não tenho os links de todos as intervenções de colegas contra a tourada.Em todos os nossos fóruns e no portal de muitos de nós existem intervenções anti-tourada.Se calhar,poucos falaram directamente à imprensa,ou poucos foram convidados para o fazer.No entanto,afirmar que o colega Vasco Reis é o único,parece-me ter a intenção de insinuar que toda a classe é a favor da tourada ou não tem coragem para se manifestar contra a mesma.Diariamente,nos nossos murais do Facebook, em fóruns de discussão e noutros locais vamos manifestando a nossa repulsa por essa barbaridade. Se para dar a cara for preciso falar à imprensa,eles que me contactem,que eu terei todo o gosto em fazê-lo.Cumprimentos.
De Isabel A. Ferreira a 9 de Setembro de 2012 às 15:42
Não foi este "VAZIO" de informação que pedi, no meu comentário anterior, muito menos de um anónimo.

Pedi links, páginas do facebook, textos, intervenções, NOMES, algo PALPÁVEL, algo que nos diga que CENTENAS de veterinários estão a dar a cara pela CAUSA DA ABOLIÇÃO DAS TOURADAS.

E NADA.

Vem um anónimo dizer: «Se para dar a cara for preciso falar à imprensa, eles que me contactem, que eu terei todo o gosto em fazê-lo».

Sim? Contactá-lo? Um anónimo? Muito bem.
Eu sou jornalista. Quero contactá-lo para uma entrevista. NOME, FOTO E ONDE EXERCE A PROFISSÃO.

Considere-se contactado.
De Anónimo a 9 de Setembro de 2012 às 19:45
Anónimo?Identifiquei-me no post anterior.O meu nome é José João Reis, sou medico veterinário (CP 2002).Lamento que ao responder do telemóvel,tenha aparecido como anónimo.Agora agradeço que leia com atenção o que escrevi e que tire as suas conclusões.Como lhe disse anteriormente,parece-me de muita má fé afirmar que o colega Vasco Reis é o único veterinário a dar a cara.Somos muitos que diariamente, se calhar não através da imprensa, mas no dia-a-dia da profissão e nas suas páginas nas redes sociais se manifestam contra essa barbaridade. O título da reportagem parece-me ter apenas o intuito de denegrir uma classe e tomar o todo pela parte.Cumprimentos.
P.S.-tem o meu contacto no post anterior,pois enviou-me um email
De Isabel A. Ferreira a 10 de Setembro de 2012 às 12:23
Li com muita atenção o que escreveu, mas o Sr. Dr. não leu com muita atenção o que escrevi.

Eu apenas pretendo actos, não conversa.

Onde posso encontar essas "centenas" de veterinários ANTI-TOURADA, se até a Faculadade de Medicina Veterinária é pelas Touradas; se até a Ordem dos Médicos Veterinários não se pronuncia sobre a matéria, apesar de lhe escrevermos, nesse sentido; se até existe uma tertúlia tauromáquica de veterinários...?

Diga-me onde, e quais são essas páginas, onde os médicos veteriránios se pronunciam CONTRA as touradas, por favor.

Não percebi essa do e-mail. Não sei de que e-mail fala.

Mas já agora deixo a qui um texto do Dr. Vasco Reis para todos os médicos veterinários (essas centenas) que se dizem anti-tourada, e que me foi permitido divulgar:

«Pode informar o colega, da minha opinião, de que seria muito bom que soubéssemos de mais colegas e que conseguíssemos formar um grupo solidário, blog, página ou associação. Eu vou tentar entrar em contacto com ele. Pode pedir-lhe o e-mail ou telefone para mim ou informá-lo do meu e-mail vmmreis@gmail.com, como conhece. Os meus telefones são 282998544 e 962676970, também livres para sua utilização. Já contactei por 2 vezes a Bastonária da Ordem dos Médicos Veterinários, sem obter sequer a confirmação de recepção.
Oxalá que através da sua intervenção, colegas meus abolicionistas saiam da sombra e se revelem»

Pois Dr. José João Reis, SAIAM DA SOMBRA e REVELEM-SE.

JUNTEM-SE AO DR. VASCO REIS.
Terei muito gosto em dar parangonas a uma ASSOCIAÇÃO DE MÉDICOS VETERINÁRIOS PORTUGUESES ABOLICIONISTAS.

Mas é preciso SABER QUEM SÃO.
De Jose João reis a 10 de Setembro de 2012 às 13:48
Boa tarde,pela experiência que tenho,e pelo contacto diário com os meus colegas,sei que existem imensos anti-tourada.Sempre assinei todas as petições anti-tourada identificando-me como medico veterinário.Nao fazia ideia que teria que me dirigir a 1 órgão de comunicação social para que essa minha posição fosse ouvida. Como é que o posso fazer?Como sou do Porto, dirijo-me ao jornal de notícias e digo \"sou anti-tourada,façam uma reportagem comigo\"? O colega Vasco Reis,que admiro pela sua postura poderá encontrar imensos colegas no Facebook (poderá aderir ao grupo historias mirabolantes que acontecem na clinica,por exemplo e aproveitar para sondar as opiniões dos colegas.Quase todos os meus colegas do norte são anti-tourada (pelo menos em muito maior número do que os do Sul).Como deve compreender, não serei eu a divulgar nomes sem autorização dos mesmos,por isso aconselho o colega Vasco,que tem um contacto privilegiado consigo a pertencer àquele grupo e sondar.quanto ao email, a sua resposta ao meu primeiro comentário foi parar ao meu email, por isso disse que tinha o meu contacto
De Isabel A. Ferreira a 10 de Setembro de 2012 às 14:24
Boa tarde, Dr. J.J.Reis.

Eu acho que o senhor ainda não entendeu.
Não é necessário andar pela comunicação social a dizer que é um médico veterinário anti-tourada.

O Dr. Vasco Reis não anda, e todos sabemos quem ele é, e o que faz.
Simplesmente colabora com grupos anti-touradas, escreve textos que são publicados no Facebook e em blogs. Em suma É ACTIVO. Não está escondido sob pseudónimos, ou na sombra.

Se existem CENTENAS de veterinários anti-touradas, não os OUÇO. Onde estão?

O Dr. J. J. Reis tem Facebook?
Ontem disseram-me um nome de um médico veteriránio que tem página no Facebook, mas escondeu o melhor: que é médico veterinário. Como podemos ADIVINHAR? E não vi lá nenhum texto anti-tourada.

Uma vez que não quer, ou não pode dizer nomes de médicos veterinários, para que eu possa ler ou ver o que têm feito sobre o assunto, não poderá o Dr. J.J. Reis enviar-me links, ou outra qualquer indicação onde possa ver o SEU trabalho contra as touradas?

É porque por mais que procure, ainda não vi nada PÚBLICO oriundo de Médicos Veterinários Portugueses, que tinham a obrigação de se pronunciar, mas calam-se.

E até me provarem o contrário (e veja que já lhe pedi várias vezes) o Dr. Vasco Reis continuará a ser o ÚNICO MV Português que dá a voz e a cara pela Causa Abolicionista.
De Anónimo a 10 de Setembro de 2012 às 14:39
Boa tarde, mais uma vez.O meu objectivo seria juntar-me ao Dr Vasco e, com os que conseguirmos arranjar, tentarmos fazer algo contra a barbaridade que são as touradas.A sua constante ironia e agressividade perante cada um dos meus comentários faz-me pensar varias vezes antes de o fazer.Espero que compreenda que o meu objectivo era ajudar,mas a sua postura não ajuda.Sou medico veterinário há 16 anos,sou director clinico de uma clinica onde trabalham 8 pessoas, trabalho diariamente até às 21 horas, chego a casa e tenho de tratar dos meus 2 filhos.Como deve compreender, não sobra muito tempo para estar a formar associações, nem para publicar artigos anti-tourada. Limitei-me a exprimir a minha opinião,como alias faço diariamente no facebook, mas, pelos vistos, todos os meus comentários são mal recebidos. Cumprimentos. Jose João Reis
De Isabel A. Ferreira a 10 de Setembro de 2012 às 15:37
Boa tarde, novamente, Dr. J.J. Reis:

Só a partir deste seu último comentário, é que começo a acreditar na sua boa vontade, Doutor.

Acrescentou algo mais (só não identificou a Clínica onde trabalha) para nós podermos saber com quem realmente estamos a falar. Há muita gente a fazer-se passar por aquilo que não é na Internet.

Os seus comentários foram todos bem-vindos e não estive aqui a fazer ironia ou a agredir ninguém gratuitamente.

Estive apenas a tentar "sacar" uma informação mais credível da parte de quem escreveu os comentários.

Muito boa a ideia de se juntar ao Dr. Vasco Reis. Ele, há muito que espera que pelo menos UM médico veterinário se junte a ele, para fazerem um grupo de "dois".

Até agora foram infrutíferas todas as tentativas que ele fez para trazer a público mais colegas para se juntarem a ele nesta Causa da Abolição das Touradas em Portugal.

O Dr. J. J. Reis há-de convir que não sou adivinha. Se não me informou que trabalhava numa clínica (pode dizer o nome dela porque no meu blog a publicidade é gratuita) como iria saber?

Se não me diz que está no Facebook, como adivinhar? Aliás, já o encontrei. E temos a Dra. Sheila, de amiga comum (já tratou dos meus amiguinhos não humanos, no entanto mais humanos do que muitos que se dizem humanos). É este José João Reis, não é? Porque há muitos mais no FB.

Só agora tenho um ponto onde me agarrar.
Podemos trabalhar juntos, pela mesma causa.
Espero que tenha entendido o que chamou indevidamente «ironia" e "agressividade".

Obrigada.
Ponho o meu blog à sua disposição, para o que quiser publicar no que respeita a touradas.

E vou pedir-lhe amizade, no FB. Se entender dar-me essa honra.

De Mónica roriz a 10 de Setembro de 2012 às 16:10
Boa tarde
para não haver mais confusão sobre as identidades quero esclarecer a minha que. Tal como o colega José João Reis, sou médica veterinária e chamo-me Mónica Roriz. Entendo o comentário que o colega fez , pois fiquei, com a sua publicação, com a sensação de desleixo de pesquisa sobre o assunto : assumir que existe um ÚNICO medico veterinário a defender as touradas é no mínimo redutor. Basta procurar na net. Deixo -lhe um link de uma pagina do facebook anti-touradas onde poderá verificar que existem mais do que um medico veterinário a sê-lo. Caso precise de mais dados sugiro-lhe, se me permite, que faça um apelo via net e verá que terá imensos médicos veterinário a apoiar a causa anti touradas e juntar-se publicamente ao Doutor Vasco Reis:) atentamente
Monica Roriz CP 2931
https ://www facebook .com antitourada
De Isabel A. Ferreira a 10 de Setembro de 2012 às 17:39
Cara Drª Mónica, o Dr. Vasco Reis já fez esse apelo na Internet, e eu própria já escrevi várias artigos neste Blog em relação a este assunto, e NINGUÉM, nem mesmo os estudantes de medicina veterinária da Universidade de Lisboa, nem a Ordem dos Médicos Veterinários, nem nenhum médico veterinário ligou aos apelos que fizemos.

E o que estou a dizer já tem muito tempo. E nunca ninguém se manifestou.

Porquê só agora?
Não foi falta de pesquisa, da minha parte.
Foi falta de interesse por parte dos médicos veterinários.

Bastou destacar apenas aquele que dá a cara e o nome pela Causa (se não é o único, parece) para aparecerem mais médicos.

Muito me apraz, que isto esteja a acontecer.

Esperamos que muitos mais se juntem ao Dr. Vasco Reis, a partir de agora
De Mónica roriz a 10 de Setembro de 2012 às 19:07
Boa tarde novamente
peço-lhe desculpa mas não pode concluir que pelo colega Vasco Reis ter feito um apelo na internet e a Dra Isabel ter escrito artigos num blog , que é seu, que TODOS os outros veterinários sejam a favor das touradas. Se não tem obrigação de conhecer os fóruns ou as paginas pessoais dos médicos veterinários que são contra as touradas, nós (nem qq outro citadão) não temos também a obrigação de conhecer o seu blog nem o trabalho do colega Vasco Reis. Falam de ter feito um apelo à faculdade de Lisboa e não terem obtido resposta, é triste de facto, mas não será de mais relembrar-lhe que a faculdade de Lisboa não é UNICA , nem é representativa das outras faculdades. o mesmo se aplica à ordem dos médicos veterinários... talvez tivesse a obrigação moral de ter respondido ,mas a não-resposta não é sinonima de : TODOS os médicos veterinários são a favor das touradas. Não sei se é conhecedora mas existe no Partido pelos animais e natureza (PAN) médicos veterinários que são "membros partidários" e que deram e dão a cara contra as touradas. Estamos todos a torcer pelo mesmo, e esperamos todos que este "espectáculo" medieval acabe e felizmente o Dr Vasco reis não é o UNICO...longe disso :)
De Isabel A. Ferreira a 10 de Setembro de 2012 às 20:01
O certo, Drª Mónica, é que depois de eu ter escrito este texto, os médicos veterinários começaram a sair da sombra.

Obrigada.
De Diana Marinheiro a 10 de Setembro de 2012 às 16:20
Boa tarde,
eu sou mais uma, de muitos, médica veterinária anti-tourada. Como já disse o meu colega anteriormente, há muitos de nós pelo país (e Mundo, claro) e muitos de nós andamos pelo facebook, assinando e publicando cada petição anti-tourada.
Também os há pró-tourada e, por isso, existe a tertúlia etc. Mas penso que cada vez mais somos anti.
Para não dizer que está a falar com uma anónima, deixo-lhe o meu nome (Diana Oliveira Marinheiro) e o meu nº de cédula (2799).
nos dados deste comentário deixei tb o meu mail, espero que consiga aceder a ele e o entregue, então, ao colega Dr Vaco Reis. Para fazer um grupo naõ de 2 mas de muitos.
Boa tarde e obrigada
De Isabel A. Ferreira a 10 de Setembro de 2012 às 17:29
Muito me apraz saber da existência da Drª Diana Marinheiro.
Penso que sim, haverá muitos médicos veterinários anti-touradas, mas estão ainda na sombra.

Precisamos que venham a público dizer o que é um animal, pois os aficionados não sabem. Não têm a menos ideia.

Drª Diana, o seu e-mail não veio com este comentário.

Sugeria-lhe que, como deixei acima os contactos do Dr. Vasco Reis, lhe escrevesse ou telefonasse para trocarem impressões.

O meu Blog fica à sua disposição para o que queira aqui publicar a favor da Abolição das Touradas em Portugal.

Acredite que fiquei muito feliz por ter entrado em contacto connosco.

Precisamos realmente de que centenas de médicos veterinários (ou mesmo todos) sejam contra este ritual cruel contra seres vivos que todos nós sabemos o quanto sofrem.
Muito obrigada.
De Diana Marinheiro a 11 de Setembro de 2012 às 18:41
deixo-lhe o meu mail: dianamarfmv@hotmail.com
De Isabel A. Ferreira a 11 de Setembro de 2012 às 20:00
Obrigada pelo e-mail.
Gostaria de ter também os links para os vossos trabalhos anti-touradas.

Ainda não consegui encontrar nenhum, e estou fartinha de procurar e de pedir.
Se tiver, por favor, coloque aqui, Drª Diana.
De Marco Sampaio a 10 de Setembro de 2012 às 18:05
Boa tarde,

No seguimento da recolha de depoimentos gostaria de informar que também eu sou médico veterinário e sou contra a prática de touradas. Se é necessário começar a fazer uma lista organizada dos colegas que assim se manifestam, então agradeço a sua oportunidade para o fazermos e para mostrarmos que de UM, já somos MAIS.

Cumprimentos,

Marco Sampaio, CP 4049 OMV
De Marco Sampaio a 10 de Setembro de 2012 às 18:06
Boa tarde,

No seguimento da recolha de depoimentos gostaria de informar que também eu sou médico veterinário e sou contra a prática de touradas. Se é necessário começar a fazer uma lista organizada dos colegas que assim se manifestam, então agradeço a sua oportunidade para o fazermos e para mostrarmos que de UM, já somos MAIS.

Cumprimentos,

Marco Sampaio, CP 4049 OMV
De Isabel A. Ferreira a 10 de Setembro de 2012 às 18:38
Obrigada, Dr. Marco Sampaio.
Agora penso que estamos no bom caminho.
O Dr. Vasco Reis fará a lista dos que se juntam a nós.

Muito obrigada.
De Jose João reis a 10 de Setembro de 2012 às 22:06
Já agora,o certo é que se eu não a tivesse procurado e partilhado o seu Blog num dos nossos fóruns, nenhum destes colegas certamente teria ouvido falar nele.Fico satisfeito por,pelo menos,ter contribuído para agitar as águas.Contudo,não concordo com o seu tom,quando refere que saímos da sombra,qual seita secreta conspiratória.Todos temos as nossas vidas profissionais,partilhamos as nossas opiniões e certamente estamos solidários com a causa,mas a quantidade de trabalho do dia-a-dia obrigam-nos a outras prioridades.Somos contra a tourada,assinamos todos os documentos,petições e partilhamos aquilo que consideramos crueldades e atrocidades,mas não contem connosco para estarmos de bandeira na mão a insultar pessoas que têm opiniões diferentes da nossa.Esse não me parece ser o caminho. Eu,pessoalmente,como referi anteriormente, estou disponível para pertencer a qualquer associação que seja criada contra as touradas (de médicos veterinários).Espero que tenha entendido que ninguém se anda a esconder nem ninguém tem medo de falar.Simplesmente temo-lo feito em nome individual e não como classe. Espero que não volte a denegrir (mesmo que entrelinhas) toda uma classe e não volte a tomar o todo pela parte.
Obrigado
Jose João Reis,M.V.
De Isabel A. Ferreira a 11 de Setembro de 2012 às 10:35
O certo, Dr. J.J. Reis, é que assim como nunca vimos nada por parte dos médicos veterinários que fosse VISÍVEL, assim os médicos veterinários nunca viram os APELOS VISÍVEIS neste Blog (que não é de todo desconhecido) e no Facebook e em muitos outros blogs, por parte do Dr. Vasco Reis.

O que se passou não sei.

O certo é que a Faculdade de Medicina Veterinária de Lisboa promove tertúlias tautomáquicas, (e nunca vi nenhum protesto de nenhum médico veterinário contra isso, que é uma autêntica violação ao código deontológico dos MV, e deveria envergonhar a classe.

O certo é que a ORDEM DOS MÉDICOS VETERINÁRIOS nunca veio a público pronunciar-se contra a TORTURA DE ANIMAIS, como era de seu dever.

O certo é que quem tem dado a CARA e o NOME por esta causa (não só a assinar petições), tem sido o Dr. Vasco Reis.

Está reformado? Tem mais tempo? Há quem trabalhe e esteja a lutar pela Causa.

Não gosta do método que utilizamos, utilizem o vosso.

Não gosta do meu tom? É um tom provocatório. Eu sei. Mas eu sou provocadora. Todos os que lutaram por outras causas no passado e venceram, foram provocadores.

Ninguém ganha causas a dar beijinhos aos adversários.

Mas fico satisfeita, por ter conduzido a este "debate".

Mas ainda não vi, nem li nada escrito por um médico veterinário.

Já procurei, mas não vi. O defeito será meu.
Mas se pedir a um de vós que me dê links onde possa encontrar o vosso trabalho agradeço.

O link que a Drª Mónica Roriz deixou aqui, não abre. Algo deve estar errado.

O meu Blog continua à disposição dos médicos veterinários que queiram escrever textos sobre o assunto, como faz o Dr. Vasco Reis.

Obrigada.
De jose joao reis a 11 de Setembro de 2012 às 12:18
Boa sorte na sua luta, com a qual concordo. Neste momento, retiro-me do que poderia vir a ser uma boa parceria, pois não deixou em algum momento de ofender a minha classe. Em cada resposta a um comentário meu o fez e continua a fazer. Com essa postura, certamente não encontrará muitos aliados dentro da classe. Fico satisfeito por haver, para além de mim , quem seja contra as touradas,mas o meu caminho é outro.Vou tentar associar-me a quem não me enxovalhe a mim, nem aos meus colegas.Boa Sorte
José João Reis, M.V.
De Isabel A. Ferreira a 11 de Setembro de 2012 às 14:05
Muito bem, Dr. J.J. Reis.
Não me admirou nada que tomasse esta decisão.
Quase já a esperava.
Talvez com argumentos mais convincentes.
Os que deu não convenceram. Só vieram reforçar a minha ideia.

Nunca pretendi que se juntasse a mim.
O que aqui deixei bem explícito foi que os médicos veterinários que são contra as touradas se juntassem ao Dr. Vasco Reis.

Eu não preciso de que se juntem a mim.

Se o seu caminho é outro, siga-o.
Desejo-lhe muito boa sorte.
E continue a escrever textos que elucidem os menos esclarecidos, nesta questão das touradas.

Comentar post

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Janeiro 2023

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
15
16
17
19
20
21
22
23
24
26
28
29
30
31

Posts recentes

Hoje, celebro o nasciment...

Happy Birthday, President...

«Procuradoria-Geral da Re...

O músico Dino d’Santiago ...

Rebobinando os raspanetes...

Reportagem TVI: milhares ...

«Bicadas do Meu Aparo – "...

«A Obsolescência do Homem...

«A legalização ilegítima ...

Três histórias que envolv...

Arquivos

Janeiro 2023

Dezembro 2022

Novembro 2022

Outubro 2022

Setembro 2022

Agosto 2022

Junho 2022

Maio 2022

Abril 2022

Março 2022

Fevereiro 2022

Janeiro 2022

Dezembro 2021

Novembro 2021

Outubro 2021

Setembro 2021

Agosto 2021

Julho 2021

Junho 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

Acordo Ortográfico

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, devido a este ser inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais.

Comentários

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. 1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome. 2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas". 3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt