Segunda-feira, 30 de Abril de 2012

O Cavalo "Xelim", do torturador português Rui Fernandes, morreu na arena de Sevilha...

 

 

 

Esta imagem diz da barbaridade da tourada, da tortura a que também os Cavalos são submetidos. E ainda há quem defenda esta atrocidade? Só mentes muito perversas e pervertidas são a favor de tal selvajaria...

 

 

O Dr. Vasco Reis, único veterinário Português que dá a cara e o nome pela Causa da Abolição da Tourada em Portugal, escreveu:

 

«É mais um pobre animal vitimado por ter sido dócil e obediente ao seu explorador/cavaleiro, o qual por vaidade, ambição, ganância, obrigou o cavalo a sofrer ansiedade ao defrontar o touro, o castigou com esporas e embocadura violentadora para se servir dele como veículo para a lide e o obrigou a arriscar ferimento e morte, como sucedeu. Mais do que a morte libertadora, impressiona a ansiedade, o ferimento e a agonia acompanhada de enorme sofrimento do massacrado animal. Foi mais um crime da tauromaquia que, vergonhosamente, é legal e tem adeptos em Portugal».

 

Uma vez mais venho a público dizer do meu desprezo pelos tauricidas e pelos governantes portugueses, pelos veterinários portugueses e pela Igreja Católica Portuguesa que são CÚMPLICES desta selvajaria, e nada fazem para que  tal vergonha acabe.

 

Como diz o Dr. Vasco Reis, a tauromaquia é vergonhosamente legal e tem adeptos em Portugal.

Isto aconteceu em Espanha. Mas também acontece em Portugal.

 

Não será chegado o tempo de trazermos o nosso País para a CIVILIZAÇÃO?

 

Lutaremos para que os políticos portugueses, a quem cabe LEGISLAR sobre esta matéria e que sejam a favor desta brutalidade, sejam PENALIZADOS nas próximas eleições.

 

Portugal não pode ser governado por gente que se verga ao perverso lobby tauromáquico e é cúmplice de uma barbárie inominável.

Vamos à Lua? E daí? Ainda se desventram Cavalos por puro divertimento. Será isso EVOLUÇÃO?



Isabel A. Ferreira

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 10:34

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Comentários:
De goncalo a 30 de Abril de 2012 às 12:00
A tourada'e muito bonita e temos de defende la a todo o custo. E parte da nossa cultura, expressao do nosso povo. RIP para o cavalo.
De Isabel A. Ferreira a 30 de Abril de 2012 às 14:40
A tourada é muito bonita?

Vê-se quão bonita é a tourada, através desta imagem, onde um belo Cavalo foi estripado e morto pela estupidez do seu torturador.

Temos de defendê-la a todo o custo? Não, não temos. Só a defendem os sádicos, os cegos mentais e os trancados das ideias.

Expressão do nosso povo?

Não do nosso povo. Apenas a expressão de uma pequena fatia do nosso povo, que não evoluiu. Um povo atrasado, bolorento, que ficou num passado primitivo e obscuro, que não representa, de modo algum, o Povo Português.

RIP para o Cavalo morto pela estupidez do seu torturador, que foi chorado por todos os que amam verdadeiramente os seres sencientes.

RIP pela tourada que estará morta muito brevemente, e não deixará saudade alguma. Ficará para a História como a uma mancha negra da Humanidade.

Venham mais destas, porque só serve a Causa da Abolição da Tourada.

Obrigada, goncalo, pelo seu contributo precioso.
De Maria Valido Mendes a 30 de Abril de 2012 às 16:10
A Corrida de Touros faz parte da nossa cultura. E não tenho qualquer tipo de problemas em admitir que a defendo e que sou aficionada a 100%.
Não ninguem neste mundo que defenda mais o touro bravo e o cavalo que os aficioandos à festa brava. São toureiros, bandarilheiros, cavaleiros, matadores de touros, campinos, forcados, moços de espadas, reporteres taurinos e todos os aficionados deste país e além fronteiras que irão manter esta tradição.
Infortunio o que aconteceu em Sevilha ao cavalo do Rui, mas são coisas que acontecem.
Mas quem anda por aí sem desconhecimento do que é a TOURADA e que quer abolir esta festa pense um bocadinho antes de falar e tente saber o que é. Nao devem falar sem antes saber e tentarem cultivar-se um pouco mais.
Certamente quando há um atropelamento ou um assassinato de um civil não para a rua fazer manifestações a pedir a condenação, infelizmente quando se fala em corridas de toiros já sabem ir para a Porta do Campo Pequeno gritar e dizer barbaridades.
Ponham a mão na consciencia, a festa dos toiros não é so as corridas, dá trabalho a muita gente, e a muitas familias.
OLÉ A FESTA BRAVA, A CORRIDA DE TOIROS E AO TOIRO DE MORTE.
De Isabel A. Ferreira a 30 de Abril de 2012 às 20:06
Maria Valido Mendes, começo por lhe agradecer a sua preciosas ajuda para a Causa da Abolição das Touradas.

São comentários como este que desclassificam e atiram por terra a tauromaquia, ou seja, a arte da covardia.

Permita-me que desmonte o seu comentário:

A tortura de Touros (prefiro chamar-lhe assim, porque o que chama “corrida” nada mais é do que tortura de Touros e Cavalos) não faz parte da cultura portuguesa. Poderá fazer parte da “incultura portuguesa”, mas não da Cultura.

Se é aficionada, nada tenho com isso. Nem todos
gostamos da maldade. Graças a Deus.

Se não há ninguém neste mundo que mais defenda o Touro (não o Touro bravo, que não existe na Natureza) e o Cavalo do que os aficionados, pobres seres que estão entregues a torturadores sem a mínima consciência de que o são! Se gostar de Touros e Cavalos implica torturá-los até à morte, isso diz tudo o que há a dizer dessa “amizade”.

Infortúnio, o que aconteceu em Sevilha? Só em Sevilha? Coisas que acontecem, para divertimento de uns tantos (felizmente poucos) sádicos. Coisas EVITÁVEIS.

Quem anda por aí sem saber o que é TOURADA? Isso é para rir?

Deixo-lhe aqui o que é a Tourada: http://arcodealmedina.blogs.sapo.pt/38589.html

A tourada é simplesmente tortura, covardia e tudo o mais que aqui vem: TAP://arcodealmedina.blogs.sapo.pt/98252.html

Ponha você a mão na consciência (se é que a tem) e
pense, se é que consegue pensar. Instrua-se, se é que consegue aprender alguma coisa.

NADA, NADA neste mundo justifica a TORTURA de um ser vivo para divertimento, ou seja lá para o que for.

Isso tem um nome: SADISMO. E tem outros que não vou dizer.

Vão plantar batatas e couves e cenouras, todos os que vivem do SOFRIMENTO de animais sensíveis como o Touro e o Cavalo, para se divertirem. Seria mais RACIONAL, e dava para viver.

E MORRA a tourada, a mancha negra das sociedades civilizadas.

Uma vez mais, OBRIGADA pela ajuda que deu à Causa da Abolição das Touradas, com o seu desplante e com a sua insciência.
De Maria João Brito de Sousa a 1 de Maio de 2012 às 12:01
Subscrevo inteiramente, Isabel. " NADA, NADA neste mundo justifica a tortura de um ser vivo para divertimento ou seja lá para o que for."
Vinha deixar-lhe um convite para o lançamento do meu segundo livrito, mas esqueci-me dele pelo caminho... já volto.

M. João
De Isabel A. Ferreira a 1 de Maio de 2012 às 14:18
Obrigada, poeta.
Ainda bem que há pessoas como você, que entendem o óbvio.
Bem haja!
De Maria João Brito de Sousa a 1 de Maio de 2012 às 16:14
É que é mesmo óbvio, Isabel! Quem lida com animais deveria ter a obrigação de entender que eles sentem tal como nós... sempre foi muitíssimo óbvio para mim. O que me parece estranho e até contra natura é que certas pessoas os "coisifiquem" a seu bel-prazer!

Abraço grande!
De Isabel A. Ferreira a 1 de Maio de 2012 às 18:17
Demasiado óbvio, poeta.
Não compreendo qual a dificuldade que certas pessoas têm em enterder algo que é tão evidente.
Mas enfim, nem todos têm capacidade mental para discernir as coisas.
Um abraço, e obrigada.
De Clara a 11 de Maio de 2012 às 07:19
Meu desejo é q toda vaca a favor da tourada q venha touro na próxima encarnação.prá morrer afogada no próprio sangue e repensar sua inutilidade e falta de valor na vida.
De Isabel A. Ferreira a 11 de Maio de 2012 às 09:20
Clara, essa "vaca" de que fala, na próxima encarnação não poderá ser Touro, e mesmo que pudesse, até lá a INÚTIL TOURADA terá acabado, e os Touros libertados dos seus carrascos.

Essa "vaca" , a que se refere, Clara, encarnará numa pessoa que sofrerá desde a nascença até à morte, como tantas outras que vivem neste mundo, e se perguntam: porquê eu?

Pois. O que seriam antes? Talvez torturadores de Touros. Não sabemos. Mas boas pessoas não foram, com toda a certeza.
De LUCCY CRYSTAL a 8 de Março de 2014 às 11:10
Chega a ser nojento a ignorância da humanidade...Gerar sofrimento a seres tão meigos e dóceis como os cavalos...Eu tenho desprezo por essa cultura satânica...Que maltrata os animais...Todos deveriam queimar no inferno...
De Maria João Brito de Sousa a 1 de Maio de 2012 às 12:03
De Isabel A. Ferreira a 1 de Maio de 2012 às 14:20
Agradeço o convite, que muito me honra.
Mas Grândola fica tão distante, que me é impossível estar presente.
No entanto desejo-lhe muito sucesso, e sei que vai tê-lo, porque a sua alma é grande.
Um abraço, e muito obrigada.
De Maria João Brito de Sousa a 1 de Maio de 2012 às 16:10
:) Obrigada, Isabel!
De Isabel A. Ferreira a 1 de Maio de 2012 às 18:18
Obrigada, eu.
De SCLouro a 4 de Maio de 2012 às 16:02
Estou um bocado farta dos que dizem: Temos que defender a Tourada porque é tradição.
A tradição deve ser mantida sim quando expressa bons principios.
No tempo dos romanos também era tradição os gladiadores e amorte de escravos na arena. Porque é que acabou? Se calhar porque não era eticamente correcto e causada sofrimento de seres vivos, neste caso humanos. Qual é a diferença para as touradas? Alguém me explica?
Aqui são os animais que sofrem e que não têm voz. Isso justifica o quê? Nada, absolutamente nada. Somente a nosso prepotência em relação ao mundo que nos rodeia.
Estamos em pleno séc. XXI e ainda vivemos na barbárie. Já é tempo de evoluirmos não?
De Isabel A. Ferreira a 4 de Maio de 2012 às 18:16
Totalmente de acordo, SCLouro.
É tempo de EVOLUIR.
É tempo da palavra EVOLUÇÃO fazer parte do vocabulário de TODOS OS PORTUGUESES.
Chega de tacanhice.
Obrigada pelo seu contributo.
De SCLouro a 4 de Maio de 2012 às 22:31
Isabel, só tenho pena que esta EVOLUÇÃO tão necessária, em tantos campos de vida, tarde a chegar. Enquanto isso, o sofrimento de quem não tem vós continua.
Sou ribatejana mas não me revejo nestas e noutras questões. Custa-me ler e ouvir certas alarvices sobre este tema.
Será assim tão dificil perceber o sofrimento que causamos aos animais? Acho incrivel porque devia ser óbvio. Infelizmente, de um pais que ainda considera os animais "coisas" pouco podemos esperar. No entanto, nunca podemos desistir de lutar por eles, ou mesmo por outra causa que premeie a solidariedade e a bondade pura e simples. Até lá, fazemos o que podemos. Bjs
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Isabel, só tenho pena que esta EVOLUÇÃO tão necessária, em tantos campos de vida, tarde a chegar. Enquanto isso, o sofrimento de quem não tem vós continua. <BR>Sou ribatejana mas não me revejo nestas e noutras questões. Custa-me ler e ouvir certas alarvices sobre este tema. <BR>Será assim tão dificil perceber o sofrimento que causamos aos animais? Acho incrivel porque devia ser óbvio. Infelizmente, de um pais que ainda considera os animais "coisas" pouco podemos esperar. No entanto, nunca podemos desistir de lutar por eles, ou mesmo por outra causa que premeie a solidariedade e a bondade pura e simples. Até lá, fazemos o que podemos. Bjs <BR class=incorrect name="incorrect" <a>karpemdiem.blogspot.com</A>
De Isabel A. Ferreira a 6 de Maio de 2012 às 14:16
Não seria difícil perceber o óbvio, se as pessoas tivessem capacidade de raciocinar.

Infelizmente, nasceram ignorantes e não QUEREM ser outra coisa.

Mas a culpa é dos governantes deste país, que são muito piores do que os que não vêem o óbvio.

Primeiro, porque são governantes, deviam ser inteligentes. Segundo, o que lhes interessa é o bolso cheio. O resto que se lixe (perdeoe-me a expressão).
De SCLouro a 4 de Maio de 2012 às 23:25
http://karpemdiem.blogspot.pt/2012/05/nesta-ultima-semana-tem-sido-tema-de.html
De Isabel A. Ferreira a 6 de Maio de 2012 às 14:21
Obrigada, SCLouro.
O seu Blog é muito interessante e útil.
Temos de ser muitos a gritar esta barbárie, para ver se alguém nos ouve.
São todos surdos, mudos e cegos ao que se passa ao redor deles (refiro-me aos governantes, os principais responsáveis por esta iniquidade.).
De Andre Imginário a 8 de Setembro de 2012 às 00:13
Por amor de Deus, concordo plenamente com a Isabel Ferreira.
Se acham tanta piada e giro andar a espetar lanças nos touros, invertam e ponham uma pessoa no lugar do touro a ser esfaqueada pelas lanças a ver quanto tempo resiste.
Podem não saber mas os touros são mortos depois dessas touradas...
isso chama-se cobardia , se querem ser justo façam uma mano-a-mano Pessoa X Touro
De Isabel A. Ferreira a 8 de Setembro de 2012 às 10:35
Obrigada, André.
Isto é de gente que não é humana. Falta-lhe a essência, para ser humana.

Um dia receberão de volta, todo o mal que fizeram aos pobres animais.
De Bruo a 8 de Setembro de 2012 às 06:59
Se a tourada é cultura, canibalismo é gastronomia.
De Isabel A. Ferreira a 8 de Setembro de 2012 às 10:46
Já lá diz o Maestro António Vitorino de Almeida.
De LUCCY CRYSTAL a 8 de Março de 2014 às 11:15
Chega a dar nojo essas culturas primitivas. Porque não colocam a mãezinha deles lá para seres estripadas...Porque não vão eles lá...Sou contra essa cultura ridícula que machucam os animais...NOJO e Merda de humanos

Comentar post

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Janeiro 2023

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
15
16
17
19
20
21
22
23
24
26
28
29
30
31

Posts recentes

Hoje, celebro o nasciment...

Happy Birthday, President...

«Procuradoria-Geral da Re...

O músico Dino d’Santiago ...

Rebobinando os raspanetes...

Reportagem TVI: milhares ...

«Bicadas do Meu Aparo – "...

«A Obsolescência do Homem...

«A legalização ilegítima ...

Três histórias que envolv...

Arquivos

Janeiro 2023

Dezembro 2022

Novembro 2022

Outubro 2022

Setembro 2022

Agosto 2022

Junho 2022

Maio 2022

Abril 2022

Março 2022

Fevereiro 2022

Janeiro 2022

Dezembro 2021

Novembro 2021

Outubro 2021

Setembro 2021

Agosto 2021

Julho 2021

Junho 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

Acordo Ortográfico

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, devido a este ser inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais.

Comentários

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. 1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome. 2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas". 3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt