Quinta-feira, 25 de Agosto de 2016

DENÚNCIA À COMISSÃO DE PROTECÇÃO DE CRIANÇAS E JOVENS (CPCJ): MUNICÍPIO DE CORUCHE PROMOVE LARGADA DE BEZERRAS PARA CRIANÇAS…

 

… com o nítido objectivo de “fabricar” aficionados de tortura animal, que nem, no futuro, estudos superiores poderão recuperar para a racionalidade…

 

Além de ser uma violência psicológica e uma crueldade para com estas desventuradas bezerrinhas, animais sencientes como os cães e os gatos, é uma violência e uma crueldade também para com as crianças de Coruche, que crescerão mentalmente deformadas.

 

Nenhum país evoluído trata deste modo desnaturado, as suas crianças…

 

Enviado para: cnpcjr@seg-social.pt

 

CORUCHE1.jpg

Origem da foto:

https://www.facebook.com/municipiocoruche/photos/ms.c.eJxlj8kNwAAIwzaqSLj3X6xSP5XC18IGYMhEBAjG1NaDn8BcCFNJrlqdSuaUVy1aSJlnF33UCupMHdKtZKid1Zvd9HfHKuFXfgHt6EC6.bps.a.10155144120553696.1073742350.403666138695/10155144122623696/?type=3&theater

A este propósito sugiro a leitura deste texto muito elucidativo:

Da Violência nas Touradas à Educação Violenta: uma perspectiva psicológica

http://vitorrodriguespsicologo.weebly.com/uploads/3/5/9/1/3591670/touradas-psi.pdf

 

CORUCHE2.jpg

 

CORUCHE3.jpg

 Origem das fotos: Câmara Municipal de Coruche

(como se isto fosse algo muito cultural e educativo para crianças...)

 

https://www.facebook.com/municipiocoruche/photos/ms.c.eJxlj8kNwAAIwzaqSLj3X6xSP5XC18IGYMhEBAjG1NaDn8BcCFNJrlqdSuaUVy1aSJlnF33UCupMHdKtZKid1Zvd9HfHKuFXfgHt6EC6.bps.a.10155144120553696.1073742350.403666138695/10155144121848696/?type=3&theater

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 17:38

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 13 de Julho de 2015

TURISMO EM AZAMBUJA (TERRA ONDE O POVO SE DIVERTE A TORTURAR TOUROS)

 

Esta é a visão de alguém que, do outro lado do Atlântico, pasmou com a “coltura” dos broncos portugueses

 

 Eis a estupidez no seu estado mais puro: broncos divertem-se a torturar Touros indefesos, como se os Touros fossem animais como eles. Mas não são. Os Touros são animais muito mais dignos

 

«Sou do Brasil e nunca ouvi falar em Azambuja. Hoje conheci um pouquinho mais de vocês.

 

Um povo que tem por diversão o maltrato dos animais. Parece que aí isto é cultura. Que pena, acho que nunca vou pôr meus pés neste lugar, porque no Brasil, cultura é dança, teatro, música, pintura... não envolve tortura e nem derramamento de sangue. Aliás, no Brasil chamamos isto de sadismo.

 

Talvez uma biblioteca ou um teatro pudessem divertir de maneira mais saudável esse povo que talvez não tenha outras opções de "lazer".

 

Lamentável, vergonhoso, grotesco... muito triste saber que povos cultuam a tortura de seres indefesos por diversão. Chega a ser surreal.

 

 

Grandes colônias de portugueses vieram para o Brasil, mas graças a Deus vieram povos de outras culturas e com essa miscigenação conseguimos evoluir. Cultura para nós é arte, é o belo: teatro, música, dança, pintura.

 

Soube que em Coruche, no ano de 2015, século XXI, os portugueses ainda acreditam ou querem vender a idéia de que tourada é uma "cultura" que deve ser preservada. Ela é tão rentável assim?

 

Que me perdoem os portugueses que nada têm a ver com este sadismo, mas sinto uma imensa vergonha por descender de vocês.

 

É esta a imagem que lhes dá prazer? É o sangue jorrando pela tortura de um animal que lhes dá leveza na alma?

 

Se é uma questão cultural, sugiro que retornem com as lutas nas arenas entre gladiadores. Elas têm todos os requisitos: é "cultural", têm sangue e têm morte. Fica só faltando a parte da tortura, mas isso, vocês podem votar na próxima reunião.

 

 

Lamentável, vergonhoso, grotesco, uma aberração...»

 

Ivone Vieira

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 18:35

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Domingo, 31 de Maio de 2015

O ÓDIO PELOS TOUROS É TANTO EM CORUCHE QUE ATÉ OS TORTURARAM DIANTE DE NINGUÉM…

 

Sim, porque os que ali estavam, ontem, além de serem poucos, não eram ninguém…

 

Enquanto tivermos aficionados mofosos no poder (ministros, deputados, presidentes, vereadores) com os pés fincados no século XV, a selvajaria tauromáquica continuará a ser legislada...

 

O que vale é que, cada vez mais, o povo português se distancia desta barbárie.

 

Nela, estão especados apenas os idiotas profundos. Felizmente, cada vez mais, em menor número.

 

CORUCHE.jpg

 

Mais uma enorme ausência de público numa tourada.

Aspecto das bancadas, ontem, em Coruche, Portugal.

 

Fonte: Marinhenses Anti-Touradas

in

https://blogcontraatauromaquia.wordpress.com/2015/05/30/nem-tudo-e-mau/

publicado por Isabel A. Ferreira às 10:52

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 11 de Agosto de 2014

A PROPÓSITO DOS “TOUROS DE FOGO” EM CORUCHE

 

Em 8 de Agosto de 2014 enviei ao IGAC, com o meu mais veemente repúdio, o link correspondente ao seguinte texto:

 

TOUROS DE FOGO? EM PORTUGAL? COM O AVAL DO IGAC? ISTO É UMA COMPLETA ILEGALIDADE!

 

http://arcodealmedina.blogs.sapo.pt/touros-de-fogo-em-portugal-com-o-aval-451608

 

 

Reza a crónica que no dia 15 de Agosto a arena de tortura de Coruche receberá pela primeira vez um concurso de recortadores internacional com touros de fogo, o que constitui um crime face à lei portuguesa.

 

E gabam-se os organizadores desta crueldade que acrobatas portugueses, espanhóis e franceses farão as delícias naturalmente de um público sádico e ignorante, que goza com o sofrimento de um ser vivo. 

 

 

E isto para comemorar a Nossa Senhora da Salvação, que fará tudo menos salvar esta gente do fogo dos infernos.

 

 

Como toda a gente sabe, touros de fogo não são permitidos em Portugal, mas num país sem lei nem roque, tudo é permitido nas barbas das autoridades.

 

Naturalmente indignada, como um direito meu, consignado na Constituição Portuguesa, enviei uma denúncia ao IGAC, antes da consumação dos factos.

 

E do IGAC recebi esta resposta:

 

«Exma. Senhora

Isabel Ferreira

 

No seguimento do e-mail infra, encarrega-me o Senhor Inspetor-geral das Atividades Culturais de informar o seguinte:

 

Em relação à comunicação remetida a esta Inspeção-geral sobre o assunto em epígrafe, sublinha-se que, diferentemente do veiculado, não foi produzida qualquer autorização pela IGAC para utilização do recinto descrito, para o espetáculo em causa.

 

Informa-se, ainda, que os espetáculos de recortes não se enquadram no regulamento do espetáculo tauromáquico nem se integram no conceito de espetáculo de natureza artística, não sendo assim da competência desta Inspeção-geral a autorização de realização de espetáculos daquela natureza.

 

Neste domínio, a competência da IGAC intervém apenas na autorização de utilização de recintos fixos de espetáculos licenciados para outras atividades, não enquadradas em qualquer das modalidades supra referidas, a qual depende da avaliação do tipo de utilização do recinto face às características do mesmo.

 

Por último, agradece-se desde já todos os elementos facultados a esta Inspeção-geral e que serão tidos em atenção numa possível avaliação de pedido de autorização de utilização do recinto.

 

Com os melhores cumprimentos

 

ELISABETE RODRIGUES

 

Técnica Superior da Direção de Serviços de Estratégia, Inovação e Comunicação

 

INSPEÇÃO-GERAL DAS ATIVIDADES CULTURAIS

 

Acrescentar valor à cultura, aos autores e ao espetáculo».

 

***

Como todas as mensagens que recebo merecem resposta, aqui deixo o que enviei à Exma. Senhora Dona Elisabete Rodrigues:

 

Exma. Senhora ELISABETE RODRIGUES,

Técnica Superior da Direcção de Serviços de Estratégia, Inovação e Comunicação

 

INSPECÇÃO-GERAL DAS ACTIVIDADES CULTURAIS

 

Agradeço a gentileza da resposta.

 

Sendo assim, este caso ainda é mais grave do que parece.

 

Está repleto de contornos criminais.

 

Esperamos, pois, que sejam tomadas a devidas providências por parte das autoridades competentes, e que os prevaricadores sejam severamente punidos, para que não se repitam, em território português, estas iniquidades, que estão ao nível de um qualquer país terceiro-mundista.

Se Portugal fosse um País liberto da praga tauromáquica, que o catapulta para um passado, onde imperava a ignorância no seu estado mais puro, estes vergonhosos episódios não conspurcariam a sociedade portuguesa contemporânea, que se quer evoluída, civilizada e culta, e eu não estaria aqui a escrever estas linhas, totalmente desapropriadas ao tempo que corre.

 

Permita-me acrescentar que gostei muito do V. lema:

 

«Acrescentar valor à cultura, aos autores e ao espectáculo».

 

Pois esperamos que a Direcção de Serviços de Estratégia, Inovação e Comunicação comece a pôr em prática este lema, e que eu regresse a este Blog, para elogiar (e não mais para criticar) o IGAC, uma vez que acrescentaram valor à cultura, aos autores e ao espectáculo, não autorizando barbaridades destas e outras consentidas por uma lei ilegal.  

 

Com os meus melhores cumprimentos e com aquela esperança que não morrerá nunca, e aguardando que as autoridades desautorizem tal barbaridade,

 

Isabel A. Ferreira

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 18:01

link do post | Comentar | Ver comentários (13) | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 10 de Abril de 2014

MAIS UMA ALIANÇA ENTRE A IGREJA CATÓLICA E OS TORTURADORES DE BOVINOS

 

Por muito menos já fui excomungada em duas homílias, por dois padres católicos, com bastantes telhados de vidro, em diferentes paróquias…

 

Mas Deus não dorme…

 

 

Fonte da imagem: http://www.touroeouro.com/index.php/page/news/1/6248 

 

Esta gente de Coruche está completamente fora do tempo.

 

Esta gente de Coruche pretende esbanjar 15.600 milhões de Euros numa arena de tortura, com 5.200 lugares, como se a tauromaquia estivesse viva e de boa saúde.

 

Pobre gente de Coruche! Já perdeu a noção da realidade!

 

E que nome se dá a quem perdeu a noção da realidade?

 

 Isso mesmo…

 

Fonte da imagem:

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=747947125235633&set=a.469874876376194.107042.466818870015128&type=1&theater

 

***

Depois da publicação deste texto o ESNESTO enviou-me este comentário:

 

Ernesto  disse sobre MAIS UMA ALIANÇA ENTRE A IGREJA CATÓLICA E OS TORTURADORES DE BOVINOS   na Quinta-feira, 10 de Abril de 2014 às 12:50:

     

Era piada do 1 de abril. Cumprimentos

 

***
 Até pode ser, Ernesto. A data na imagem não mente. Mas os aficionados são tão mentirosos que, pelo sim ou pelo não, esta mentira (que não é mais do que o desejo dos coruchenses) ficará aqui para lembrar a Coruche e às instituições que se dizem religiosas que lançar verde para colher maduro não funcionará nunca.

E se a notícia da obra é uma mentira, toda a restante informação não é, ou seja, a da aliança entre a igreja católica e os torturadores de bovinos, em Coruche e tudo o que se disse ao redor disso.

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 12:02

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 20 de Junho de 2013

A FOTO MAIS GAY QUE O AFICIONADO CORUCHENSE, JOÃO FILIPE, JÁ VIU DE ALGUÉM DE CORUCHE…

 

 

 

João Filipe disse sobre OS FORCADINHOS DE CORUCHE A AFRONTAR O POVO COM DINHEIROS PÚBLICOS na Quarta-feira, 19 de Junho de 2013 às 23:44: 

 

«Acho estranho uma pessoa que se intitula culta "moderna" civilizada...não entender o conceito de respeitar cada um e cada qual conforme o é... Eu sou aficionado...sim sou mesmo...embora condene claro eu estar a pagar para os meninos bem irem para o Canada terem experiencias gay para meter no Facebook...

 

João Filipe, vamos por partes:

 

Primeiro: eu não me intitulo de culta “moderna” civilizada. Modéstia à parte, EU SOU culta, moderna e civilizada. E por o ser, NÃO, não entendo o conceito de respeitar alguém que TORTURA, POR UM PRAZER MÓRBIDO E REPUGNANTE, UM SER VIVO JÁ FRAGILIZADO POR UMA TORTURA PRÉVIA.

 

O João Filipe é um aficionado e diz que condena «estar a pagar para os meninos bem irem para o Canada terem experiências gay para meter no Facebook». (Repare que é o João Filipe que o diz, não sou eu.)

 

O que fez para repudiar esta situação ridícula? Escreveu-me a mim, a condenar-me por EU O TER FEITO…? Boa!

 

Voltando ao tema...Conforme eu respeito quem não gosta de Touradas ou festa brava, acho que se deve respeitar quem gosta...seria discutir o sexo dos anjos...razões argumentos e tal e tal...para quê?

 

Segundo: pela enésima vez: isto não tem nada a ver com GOSTOS. Tem a ver com ÉTICA, com CULTURA CULTA, com EVOLUÇÃO, com BOM SENSO, com MORAL, com LUCIDEZ, tudo o que falta aos aficionados.

 

Não se trata de gostar mais de vinho ou de laranjada. O que está aqui em causa é a VIDA DE UM ANIMAL como eu, como o João Filipe, como todos os que se dizem homens, e que SOFRE da mesma forma que EU. E então EU tenho o DEVER de interferir, dando a minha voz a esses seres magníficos, que não têm voz para se defenderem dos seus CARRASCOS.

 

Numa sociedade dita civilizada e que aqui é tão falada...respeito seja por quem for é uma das bases...liberdade de escolha é outra...ninguém obriga a ir ver uma corrida...não veja...acha que o touro isto e o touro aquilo? Pois pergunto e se na fosse a tourada...ficava melhor sabendo que uma raça de animal foi extinta?

 

Terceiro: numa sociedade CIVILIZADA não há lugar para a PRÁTICA DE BRONCOS, isto é, para a tauromaquia, seja em que modalidade for.

 

Por isso, o respeito por quem pratica algo tão bárbaro, não é para aqui chamado, bem como a LIBERDADE DE ESCOLHA. Escolha de quê? Da TORTURA? Não, ninguém tem essa liberdade.

 

E se eu fosse muito sádica, e gostasse de ver torturar o João Filipe? Teria essa LIBERDADE? Dava-me essa LIBERDADE?

 

Já neste Blog se disse, mas pela enésima vez tornarei a dizer: mais depressa se extinguirá o HOMEM PREDADOR do que os Touros quando a tourada for abolida. O que disse a esse respeito só mostra uma tremenda IGNORÂNCIA da sua parte. Aliás é o argumento mais frágil e estúpido que os aficionados têm para apresentar.

 

Tenha calma no que diz...Não é dona da razão...assim como eu não o sou...mas esta a perder toda ao baixar de nível um tema que poderia ser bastante interessante de debater...claro com pessoas cultas, civilizadas e que mm não aprovando respeitam a opinião de cada um!

 

Quarto: Tenho calma no que digo?  Não sou dona da razão? Este é um tema bastante interessante para discutir com pessoas “cultas e civilizadas”como os aficionados…? Isto é para rir ou para chorar, João Filipe? Ou será uma anedota de mau gosto?

 

Quantos aos meninos na foto mais gay que já vi de alguém de Coruche, epá ganhem juízo e vejam lá se acham justo que quem tem dificuldades ate para comer veja onde é "afogado" o dinheiro que é "roubado" em impostos e afins...

 

Sendo meninos bem, deveriam ser os primeiros a recusar esse dinheiro dos contribuintes...muito de vós nunca contribuíram em nada para a sociedade, mas tenham valores... Ser forcado é bonito, é de valor...há a camaradagem e amizade dignas de grandes senhores.

 

SFF portem-se como tal! Mais uma vez digo que so escrevo uma opinião, não crendo criticar directamente seja quem for...e uma opinião vale pelo que vale! Sem mais os meus cumprimentos»

 

Quinto: Gostei da última parte do seu comentário. Tirando aquela de «ser forcado é bonito e de valor” (pois se não passam de uns covardolas dos maiores, e é uma das coisas mais ridículas de uma tourada!), o resto poderia até ter sido escrito por mim.

 

Mas não. Foi escrito por um coruchense que conhecerá bem melhor os forcadinhos de Coruche, do que eu,  e se o João Filipe diz que: «Quanto aos meninos na foto mais gay que já vi de alguém de Coruche…» bem lá terá as suas razões para dizer o que diz…

 

Eu estou  aqui, no meu canto, muito caladinha…

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 16:13

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 19 de Junho de 2013

OS FORCADINHOS DE CORUCHE A AFRONTAR O POVO COM DINHEIROS PÚBLICOS

 

"A Câmara Municipal de Coruche desviou € 4.075,00 do erário público para pagar a viagem dos Forcados de Coruche ao Canadá, nos dias 15 e 16 de Junho. Foram atacar bovinos e envergonhar a imagem de Portugal e ainda por cima à custa dos contribuintes!"

 

 

Foto do Grupo Forcados Amadores de Coruche, no bem-bom à custa do povo, que só tem de correr com quem permite este insulto.

 

 Nem os Coruchenses gostam!

 

Alguns comentários publicados no Facebook:

 

- «Para além de tudo isso, ainda tomam banho todos juntos, usam collants, sabrinas e coletinhos e lantejoulas???? Tem pai que é cego...»

 

- «Tão ridículos quanto esses imbecis são os políticos que liberam recursos para viagem e essa apresentação»

 

- «Esse é mais um mito urbano em que só embarca quem quer desculpar os bandidos da quadrilha e só quer ver parte ínfima do tema. Também porque evitam que se mostre tudo.

 

A forcadagem salta para a areia para participar na humilhação simbólica dum pobre animal e em não é por fazerem aqueles salamaleques rituais que são menos cruéis do que os que espetam. O mesmo para os peões que lá andam com os capotes, o gajo da corneta, o director de corrida e o prior que os abençoa, etc.

 

Um forcado para chegar a cabo de touros + de 450 Kg  à volta de 1/2 tonelada, já levou muita costela magoada, já deu muita cabeça, muita queda e já levou muito nos cornos, não está bom da cabeça. Não mede o que está a fazer quem alinha em fazer pegas de caras.

 

Uma cena que nunca se irá ver é uma Pega à gaiola de modo a o touro sair do curro à arena directo para os braços dum cabo de moços forcados, com todos alinhados, à espera dele a sair fresquinho, isso é que ia ver homens a voar até aos candeeiros!!!

 

 fazem a pega ao touro depois de sangrado e enfraquecido de cansaço» (Juventude Anti-tourada Portugal & Mundo)

 

Fonte:

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=451439841618025&set=a.310865805675430.67435.305023079593036&type=1&theater

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 11:56

link do post | Comentar | Ver comentários (60) | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 16 de Outubro de 2012

PORTUGAL EM DIRECTO NA ANTENA1: 32 MUNICÍPIOS PORTUGUESES DECLARARAM A TAUROMAQUIA PATRIMÓNIO CULTURAL, IMATERIAL DA HUMANIDADE

 

 

É este o Património Cultural, Imaterial da Humanidade que querem propor à UNESCO?

Esta pretensão é, sem dúvida, a ANEDOTA DO ANO...

 

 

Portugal em Directo

A questão não é consensual: 32 municípios portugueses declararam a tauromaquia património cultural, imaterial da humanidade, já a pensar numa candidatura à UNESCO.

 

Para ouvir esta ANEDOTA, na qual, com o maior despudor, participou o Presidente da Câmara de Coruche, Dionísio Mendes, que também faz parte da ANMP (Associação Nacional de Municípios Portugueses), e Miguel Rasquinho de Monforte, clicar aqui:

 

http://www.rtp.pt/play/p470/e95874/portugal-em-direto

 

Como se a UNESCO alguma vez fosse considerar a VIOLÊNCIA, a CRUELDADE e a TORTURA de SERES VIVOS como Património de alguma coisa!

 

Só se fosse PATRIMÓNIO DA ESTUPIDEZ.

 

É que é preciso ser-se muito estúpido para pensar que a tourada e as suas derivações, onde se sacrificam Touros e Cavalos ao mais alto nível de crueldade, possa ser PATRIMÓNIO DA HUMANIDADE.

 

De que Humanidade? Não da nossa, com toda a certeza.

 

O que ouvimos, neste programa, foi simplesmente «Ignorância, Estupidez, Insensibilidade, Sadismo, Entrega a este Vício, Ganância, Tribalismo, Complexo de Superioridade e Prepotência absoluta sobre animais não humanos, tudo numa mixórdia blindada sem a mínima referência e compaixão pelo horrível sofrimento do touro e, também, do cavalo. Tanta alarvice. Fonte de ansiedade e de vergonha para o país» como bem adjectivou um cidadão lúcido, e que sabe do “ofício”.

 

Já agora a sondagem apresentada por Dionísio Mendes, de que 11% dos portugueses não gosta de tourada é absolutamente FALSA.

 

Se dissesse que 11% é a favor das touradas e os restantes 89% CONTRA, repunha a verdade dos factos. Porque de facto, basta olhar para estas duas amostragens, para esclarecermos a questão.

 

 

 

 

 

 

 

Além disso, num total de 308 municípios portugueses, incluindo as regiões autónomas, apenas uma minoria, 10%, é taurina.

 

E o que dizer da intervenção de Miguel Rasquinho, presidente da Câmara Municipal de Monforte, que está tida como a capital da tauromaquia, ou seja, a capital da IMBECILIDADE?

 

Rasquinho, que faz jus ao nome que usa, disse que «se ouve desde pequeno o que é um “bom ferro cravado”...

 

Esqueceu-se de dizer que é um “bom ferro” cravado no corpo de um ser senciente, que sente a dor tal como nós. O que este Rasquinho disse é absolutamente asqueroso e demonstra uma falta de sensibilidade monstra.

 

E de que turismo fala Rasquinho? Do turismo de garrafão e açafate?

 

Do turismo CULTO não é com certeza.

 

TENHAM VERGONHA NESSAS CARAS!

 

PRETENDER QUE A TORTURA SEJA PATRIMÓNIO DA HUMANIDADE É O MESMO QUE DESEJAR ELEVAR UM PEDÓFILO A SANTINHO DE ALTAR.

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 17:50

link do post | Comentar | Ver comentários (4) | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 25 de Maio de 2012

CORUCHE, DECLARA A TORTURA DE TOUROS PATRIMÓNIO CULTURAL IMATERIAL

 

 

Mais uma terrinha que entra para o rol das atrasadas, ao considerar a tortura de Touros e Cavalos Património Cultural Imaterial de Interesse Municipal.

 

Outro que nada mais tem de valor a não ser a violência e a crueldade de uma tourada.

 

Um dia, os vindouros sentirão vergonha desta atitude desonrosa.

 

Mas enfim, isto vale o que vale, ou seja ZERO.

 

Enche o ego de quem aprova tal “coisa”. Envergonha a terra. E dá mau nome a Portugal.

 

E a Associação Nacional dos Municípios Portugueses a aplaudir esta idiotice.

 

E quem aplaude uma idiotice...

publicado por Isabel A. Ferreira às 19:23

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Dezembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts recentes

DENÚNCIA À COMISSÃO DE PR...

TURISMO EM AZAMBUJA (TERR...

O ÓDIO PELOS TOUROS É TAN...

A PROPÓSITO DOS “TOUROS D...

MAIS UMA ALIANÇA ENTRE A ...

A FOTO MAIS GAY QUE O AFI...

OS FORCADINHOS DE CORUCHE...

PORTUGAL EM DIRECTO NA AN...

CORUCHE, DECLARA A TORTUR...

Arquivos

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados
RSS

ACORDO ORTOGRÁFICO

EM DEFESA DA LÍNGUA PORTUGUESA, A AUTORA DESTE BLOGUE NÃO ADOPTA O “ACORDO ORTOGRÁFICO” DE 1990, DEVIDO A ESTE SER INCONSTITUCIONAL, LINGUISTICAMENTE INCONSISTENTE, ESTRUTURALMENTE INCONGRUENTE, PARA ALÉM DE, COMPROVADAMENTE, SER CAUSA DE UMA CRESCENTE E PERNICIOSA ILITERACIA EM PUBLICAÇÕES OFICIAIS E PRIVADAS, NAS ESCOLAS, NOS ÓRGÃOS DE COMUNICAÇÃO SOCIAL, NA POPULAÇÃO EM GERAL E ESTAR A CRIAR UMA GERAÇÃO DE ANALFABETOS.

BLOGUES

O Lugar da Língua Portuguesahttps://blogcontraatauromaquia.wordpress.comhttp://mgranti-touradas.blogspot.pt/https://protouro.wordpress.comhttps://protouro.wordpress.comhttp://animasentiens.com/http://www.matportugal.blogspot.pt

CONTACTO

isabelferreira@net.sapo.pt