Terça-feira, 30 de Junho de 2015

ESTRELA DE FERRO ATRIBUÍDA A VILA FRANCA DE XIRA, PELO APOIO À SELVAJARIA TAUROMÁQUICA

 

Vila Franca de Xira apoia com 12 mil euros a arena de tortura da cidade.

Para o bem-estar e a saúde da população local (não esquecemos o caso da legionella) não há verbas.

 

Mas para este "divertimento" PERVERSO, primitivo, cruel e incivilizado, as verbas não faltam.

 

E as pessoas do BEM que se lixem!

 

Não é assim, Senhor Alberto Mesquita, presidente da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira?

 

ESTRELA FERRO VFX.png

 

Vivemos num país onde as prioridades são a violência, a crueldade, a tortura, fruto da existência de governantes medíocres, ignorantes, de carácter frouxo e com interesses mesquinhos, mas também de um povinho inculto, primitivo, bárbaro e mentalmente atrasado, devido à política incultural e imoral fomentada pelo governo português e pela igreja católica.

 

E este cocktail de uns e de outros é a maior praga de que sofre Portugal.

 

No caso de Vila Franca de Xira, uma localidade com um atraso civilizacional bastante acentuado, as coisas pioram, porque são muitas as iniciativas ligadas à selvajaria tauromáquica, que, ao que vemos, é a prioridade do município.

 

As verbas que se gastam com a tortura de bovinos, para divertir os broncos, poderiam ser canalizadas para fazer evoluir esses mesmos broncos, se essa fosse a vontade de quem pode e manda.

 

Isto vem a propósito da aprovação por unanimidade (o que é estranho, pois em Vila Franca de Xira não haverá gente na governação, que tenha bom senso e sensibilidade?) em reunião pública do executivo camarário, de um subsídio de 12 mil euros, para pôr a funcionar a arena de tortura lá da cidade. Mais dois mil euros do que no ano passado.

 

Como se isto já não fosse um atentado à moral e aos bons costumes e á sanidade mental do povo, a empresa concessionária comprometeu-se a tomar medidas que facilitem o acesso de jovens e idosos ao recinto e a promover mais espectáculos noutras praças do país com a participação dos jovens alunos da escola de toureio (leia-se antro de selvajaria tauromáquica) José Falcão, instalada em Vila Franca de Xira.

 

Estamos a falar de jovens e crianças menores de 18 anos.

 

Quanto aos idosos, coitados, levá-los a assistir a actos bárbaros também é uma violência .

 

Alberto Mesquita, presidente do executivo vila-franquense, que curiosamente é do PS, defendeu a proposta com base na necessidade de apoiar uma das imagens de marca do concelho.


Isto é, a imagem de marca de Vila Franca de Xira não é, por exemplo, a gastronomia, um rancho folclórico, uma orquestra, a paisagem, um monumento, uma iniciativa cultural…

Não!

 

A imagem de marca de Vila Franca de Xira é nem mais nem menos do que a TORTURA DE BOVINOS para divertir BRONCOS.

 

Isto será razoável?

 

E Alberto Mesquita, toldado por qualquer obscuridade que o deixou especado na Idade das Trevas, põe tudo a perder quando afirma: «Não há dúvida que a festa brava é a nossa identidade e por isso a nossa obrigação é afirmar a cultura taurina (leia-se cultura dos broncos)».

 

Tudo isto espremido dá que:12 mil euros vão ser esbanjados para promover a violência, a crueldade, a incultura, o atraso mental, moral e civilizacional, e tudo isto, envolvendo jovens e crianças que, se não forem retiradas deste antro obsceno a tempo, serão os monstros do futuro.

 

Por tudo isto, aqui fica a Estrela de Ferro para Vila Franca de Xira, cuja imagem de marca é a estupidez no seu estado mais puro.

 

Sinto muito, Senhor Alberto Mesquita. Mas tortura jamais foi cultura em parte alguma do Universo.

 

Porque Cultura e Arte são o que o Homem cria para tornar a Humanidade mais sensível, mais inteligente, mais civilizada, mais evoluída, mais bela…

 

Violência, crueldade, tortura, sangue derramado, ou seja, tudo o que humilha e desrespeita e esvazia a Vida Animal da sua essência primordial, jamais, jamais poderá ser considerado Cultura e Arte.

 

Vila Franca de Xira está à beira do abismo da incivilidade.

 

QUE VERGONHA!

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 18:03

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

ONG OBTÉM IMAGENS INÉDITAS ONDE TOUROS SÃO TORTURADOS E ASSASSINADOS EM ESPANHA

 

A ESTUPIDEZ dos animais humanos irracionais no seu estado mais puro.

 

É esta barbárie que o governo fascista de Espanha, a igreja católica de Espanha, e a os reis de Espanha apoiam, fomentam e aplaudem.

 

Quando pensamos que já vimos tudo, aparece sempre algo que nos surpreende.

 

O animal-homem, irracional e predador, tem uma capacidade infinita para a ESTUPIDEZ!

 

 

Ver as imagens inéditas neste link:

http://direitosdosanimais.org/website/noticia/show.asp?pgpCode=2CD4CD25-B0B7-076F-9EAB-4BFD32907547#.VZBmWzTyOUg.facebook

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 15:06

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

VIVA A ILHA TERCEIRA (AÇORES) PELA ESTUPIDEZ DE UM “DIVERTIMENTO” PERVERSO, PRIMITIVO E PARVO!

 

O “divertimento” dos três pês…

Apesar de ter havido feridos numa largada de Touros, nesta Ilha cercada de estupidez por todos os lados, leiam o que diz a SMTV:

 

«Largada de Touros nas Sanjoaninas 2015 em Angra do Heroísmo na Ilha Terceira. Pedimos a compreensão para as imagens finais onde mostramos dois assistentes que ficaram feridos. Nesta actividade o perigo é iminente. Viva a TERCEIRA pela sua bravura. Pretendemos levar os Açores mais longe.

 

Somos AÇORES»

 

 

Esta é a “bravura” de que falam…

Uma bravura cobarde, idiota, irracional.

 

E aqui o que vale não são as pessoas. É a “festa” parva.

 

 

Haja mortos ou feridos, esta “festa” continua…

 

E pretendem o quê????

Levar esta estupidez (não os Açores) mais longe?

 

Pois estão a conseguir levá-la a todos os cantos do mundo, difamando, deste modo desprezível, o bom nome do Arquipélago dos Açores.

 

Sois Açores?

Não, não sois Açores.

 

Sois apenas uma minoria de broncos que se recusa a evoluir apenas porque sim…

E esta atitude é muuuuuito irracional.

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 14:55

link do post | Comentar | Ver comentários (16) | Adicionar aos favoritos
Domingo, 28 de Junho de 2015

ENTERRO DO GALO EM RUIVÓS – RITUAL PRATICADO POR BRONCOS COM A CONIVÊNCIA DAS AUTORIDADES

 

Esta é a sociedade que o governo português aliado a uma igreja católica, nada cristã, promove.

 

Este povo será atrasado mental? Só pode ser. Mas mais atrasados mentais são os que têm o poder de actuar e de travar esta brutalidade e não actuam.

 

E depois queixam-se da violência que campeia por aí...

 

ENTERRO DO GALO.jpg

Outra ESTUPIDEZ no seu estado mais puro

 

Portugal é um país onde ainda existe uma boa fatia de um povo primitivo, inculto e bárbaro, que pratica crueldades contra seres vivos em nome da estupidez.

 

E os governantes são cúmplices deste atraso civilizacional que nos envergonha até à medula.

 

Crianças são instigadas a matar o galo que está enterrado vivo com a cabeça de fora.

 

(Isto faz-me lembrar uma certa lei em que se enterram as mulheres vivas com a cabeça de fora para serem apedrejadas até à morte por um motivo qualquer…)

 

Mas que mal fez o galo a esta gente?

 

***

«A denúncia foi feita por Nuno Markl, na sua página de Facebook.

Recentemente, a ‘queima do gato’ gerou uma verdadeira onda de revolta no Facebook. Agora, há outra iniciativa que está a revoltar milhares de pessoas na Internet.

 

Em Ruivós, freguesia de Sabugal, a população junta-se para enterrar um galo e tentar acertar-lhe na cabeça, com uma enxada.

 

“Em Ruivós, acha-se óptima ideia enterrar um galo vivo com a cabeça de fora e depois estimular os habitantes de todas as idades a tentar matá-lo à paulada”, escreveu o humorista.

 

«Aqui, tal como na Queima do Gato, o que está em causa é isto: uma população a estimular junto das crianças a agressão selvática a um ser vivo a quem nem é dada a possibilidade de fugir. E tudo entre risos e gargalhadas. Não se perceber a ténue linha que separa "a tradição" de uma cultura do Mal e da violência, é triste», escreveu Nuno Markl.

 

Fonte:

http://ionline.pt/399460?source=social

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 18:20

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

COMUNICADO MCATA: ATENTADO CONTRA AS CRIANÇAS EM ANGRA DO HEROÍSMO

 

CRIANÇAS AÇORES.jpg

 

O Movimento Cívico Abolicionista da Tauromaquia nos Açores (MCATA) condena veementemente a organização por parte da Câmara Municipal de Angra do Heroísmo duma nova “Corrida de touros para crianças” no âmbito das suas festas “Sanjoaninas”. Tal como em anos anteriores, a Câmara de Angra, através da sua Comissão de Festas e da Tertúlia Tauromáquica Terceirense, convidou diversas instituições de ensino escolar e pré-escolar a estarem presentes, com entrada gratuita, neste evento que vai realizar-se (já se realizou) no dia 25 de Junho na Praça de Touros da Ilha Terceira.

 

Nesta “corrida” as crianças são obrigadas a assistir à reiterada tortura de animais mediante a utilização de bandarilhas, chegando mesmo a haver intervenção de alguns menores de idade na arena. Depois todas as crianças são levadas à arena e são incentivadas a utilizar bandarilhas e a simular a sorte de varas, prática proibida no nosso país, sobre bonecos que personificam os touros, naquilo que a organização chama “actividades taurinas infantis”.

 

A natureza violenta desta actividade pode ser vista no vídeo de promoção do evento, disponível na internet:

http://www.tertulia-terceirense.pt/diadascriancas.mp4

 

A realização deste evento, organizado pela Câmara Municipal e com a total cumplicidade do Governo Regional, contraria as legislações nacional e internacional. A legislação portuguesa proíbe a assistência a espectáculos tauromáquicos a menores de doze anos. E a nível internacional, a Convenção dos Direitos das Crianças da ONU exortou a Portugal a tomar as medidas necessárias para afastar os menores das touradas, considerando o impacto que tem sobre as crianças a “violência física e mental associada à tauromaquia”.

 

Mas nada disto parece preocupar o Governo Regional nem a Câmara Municipal, que ainda neste dia 23 vai organizar uma “Espera de gado para crianças”, expondo crianças ao contacto directo com os animais. Assim, na nossa região o respeito pelas crianças e pela legislação vigente parece ser pouco mais do que uma miragem.

 

Lembremos ainda que nesta época de grave crise económica para a Terceira, com a região a contribuir com um Plano de Revitalização Económica para esta ilha, a Câmara de Angra do Heroísmo permitiu-se esbanjar a quantia de 100 mil euros para financiar directamente actividades tauromáquicas como esta corrida para crianças ou a importação de touros de Espanha.

 

Todos nós, com os nossos impostos, pagamos estes disparates e este absurdo atentado contra as crianças. É assim que os Açores vão continuar a denegrir a sua imagem em pleno século XXI? Comunicado do Movimento Cívico Abolicionista da Tauromaquia nos Açores (MCATA)

http://iniciativa-de-cidadaos.blogspot.pt/

23/06/2015

***

OS AÇORES NO SEU PIOR

Uma vez mais as autoridades portuguesas fazem vista grossa, violam as leis e incentivam as crianças á violência.

E isto não será CRIME?

publicado por Isabel A. Ferreira às 11:57

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
Sábado, 27 de Junho de 2015

AINDA SOBRE O RITUAL DA QUEIMA DO GATO EM MOURÃO (BRAGANÇA)

 

O que aqui se diz é o resultado da ESTUPIDEZ no seu estado mais puro…

 

RITUAL PARVO.jpg

 

Nestes comentários, relata-se exactamente a triste e lamentável realidade deste nosso tão incivilizado país.

 

Vejamos o que diz o meu amigo Cândido Coelho sobre esta matéria:

 

«O sistema tenta vender a ideia de que somos um país evoluído, mas as realidades demonstram exactamente o contrário, como exemplo, temos os políticos que temos, as leis que temos e exemplos vergonhosos e lamentáveis como este (a notícia do estúpido ritual da queima do gato) que já deu a volta ao mundo, e a imagem que fica na mente das pessoas é realmente a de que somos um povo cruel, inculto e atrasado.

 

Inclusivamente li esta notícia ontem num jornal americano, onde o próprio jornalista recomendava aos seus compatriotas a nunca visitarem Portugal.

 

Gente destas e actos destes envergonham qualquer pessoa normal em qualquer ponto deste mundo.»

 

***

É triste, amigo Cândido Coelho.

É muito triste o que leu nessa notícia, num jornal americano.

 

É URGENTE FAZER PORTUGAL EVOLUIR!

QUE VERGONHA!

QUE VERGONHA!

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 18:27

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

COMO SE "EDUCAM" AS CRIANÇAS NA ILHA TERCEIRA (AÇORES)

 

Isto é a ESTUPIDEZ no seu estado mais puro.

 

E as autoridades locais que permitem e apoiam esta estupidez são totalmente IRRESPONSÁVEIS e CÚMPLICES desta tão crassa IGNORÂNCIA.

 

Como ruído de fundo ouvimos o riso dos IDIOTAS.

 

Quanta INCULTURA!

Quanto ATRASO CIVILIZACIONAL!

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 18:08

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 26 de Junho de 2015

RITUAL DA QUEIMA DO GATO É A PROVA DA IGNORÂNCIA DE UM POVO PRIMITIVO E INCULTO QUE AINDA EXISTE EM PORTUGAL

 

Isto é fruto de uma legislação que permite a violência e a crueldade contra seres vivos não humanos, para divertimento de broncos.

 

E para o povo estúpido qualquer animal serve para ser torturado. Incluindo os animais humanos.

 

Não é isso que estão a fazer também connosco, para além do gato? A torturar-nos psicologicamente com estes actos BÁRBAROS e INSANOS?

Portugal tem de encontrar o caminho da civilização. Custe o que custar.

URGENTEMENTE!

 

 

 

Associação Midas

«Se dúvidas houvesse a população esclareceu... é uma gata... tem dona... foi cedida pela própria como faz todos os anos... diz que é dela e que vai continuar a ser. Pergunta-se pela gata e a resposta é gata "anda por aí"... então como se sabe que está bem?

Não percebo porque não a metem num pote e começam a fazer com ela... já que é bonito e não tem mal..

 

***

 

O povinho de Mourão (concelho de Vila Flor, Bragança) não percebe a indignação do mundo perante este acto bárbaro e primitivo?

 

Como poderá perceber se vive na ignorância?

 

Uma vez mais a igreja católica nada faz, nem nada diz a propósito de celebrarem santos com rituais bárbaros envolvendo seres vivos.

 

Ou o São João não será um santo católico?

 

Esperemos que as AUTORIDADES, uma vez que existe uma LEI que deveria proteger os Gatos e os Cães (os únicos animais reconhecidos como animais pelos governantes portugueses) tomem medidas drásticas contra este povinho e hajam em conformidade com essa lei.

 

Depois há que fazer este povinho EVOLUIR, e dizer-lhe que em vez de colocarem no pote o gato, que coloquem lá a dona do gato e a deixem ferver, para ver como é bom…

 

Ou não saberão em Mourão que um GATO é um ser vivo, sensível e animal como eles também?

 

Que raça de “gente” é esta?

 

O animal não morreu? O animal está bem?

 

Então vejamos:

 

Um gato vivo é colocado dentro de um pote de barro e levantado a alguns metros de altura, num poste.

 

O poste vai sendo queimado, à medida que as chamas envolvem o pote com o animal vivo lá dentro.

 

Ouvem-se os gritos desesperados do gato num sofrimento inenarrável.

 

Quando o poste arde por completo, o pote despenha-se no chão, e o gato cai de uma altura superior a três metros, fechado no pote a arder.

 

Nesse momento vê-se o gato em chamas a miar desesperadamente enquanto o povo parvo ri, gesticula e se diverte com a tortura do animal que corre em círculos, tentando alívizar-se do fogo e fugir daquele inferno, desorientado, e numa agonia atroz.

 

Só quem não conhece os gatos é que desconhece o sofrimento deles num ritual tão bárbaro.

 

Experimente a dona do gato este ritual e depois diga-nos o que é bom.

 

As festas de São João, neste lugarejo primitivo, são organizadas pelos (poucos) mais novos que mantém uma certa ligação com esta aldeia de Trás-os-Montes onde existem apenas meia dúzia de velhos, e a Aida disse que teme que agora se acabe com a tradição e fiquem cada vez mais abandonados.

 

Pois que se acabe a tradição, e que fiquem abandonados, pois é esse o castigo que merecem por tanta crueldade!

 

E a igreja católica e os governantes portugueses também merecem ser abandonados, por tanta cumplicidade com estes e outros actos que se praticam por este país fora, em nome de tradições parvas, e que não dignificam nenhum ser humano, nem um governo, nem uma igreja, que se diz seguidora de Cristo.

 

BASTA DE TANTA ESTUPIDEZ!

 

***

 

ASSINEM A PETIÇÃO, POR FAVOR:

http://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=PT77608

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 16:21

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

O REGRESSO AO NINHO DOS PÉRFIDOS

 

Tudo o que é belo é efémero.

A minha fuga até ao paraíso foi efémera também.

 

Estou de regresso ao ninho dos pérfidos.

 

E quanto isto me custa!

 

Porém, o grito angustiante da Natureza é mais forte, e vem na ponta daquele vento que me arrasta para o olho do furacão.

 

NINHO.jpg

 

Regresso ao ninho dos hipócritas, dos traidores, dos incultos, dos brutos, dos que nasceram sem alma, sem senso, sem sensibilidade.

 

E os seres indefesos (humanos e não humanos), que caem nas mãos destes pérfidos, clamam desesperadamente por defesa, e eu, que não sou indiferente aos gritos do sofrimento do outro, não tenho outra alternativa senão continuar a lutar contra mentes aberrantes, com as únicas armas que possuo: as palavras. Nuas e cruas e cortantes como o fio da navalha.

 

É preciso dizer que não estamos a lidar com gente normal.

 

Não estamos a lidar com gente que sabe ouvir e entender as palavras benévolas e o saber dos sábios (não o meu, que é ínfimo), logo à primeira.

 

E isto acontece a muitos níveis: ao da política, da governação, da justiça, da educação, da cultura, da moral, da crença.

 

Aos que podem e mandam no nosso pobre e fracassado País, falta-lhes a capacidade de discernir entre o bem e o mal. Entre o bom e o mau. Entre o belo e o feio.

 

O que acontece é o mesmo que aconteceria se me deslocasse a um manicómio para “pregar” racionalidade aos perturbados mentais lá  internados.

 

Eles ficam a olhar, de olhos esbugalhados e a boca escancarada, e nada percebem do que se diz. Acham que os doentes mentais somos nós, e não são capazes de raciocinar, de observar, de apreender, de compreender, de aprender, de sentir, de ver com olhos de ver, de integrar-se no tempo que corre, e deixar o passado que já passou, enfim, são incapazes de evoluir, porque já nasceram datados.

 

E isto é bastante frustrante, para quem sente o apelo do grito dos que sofrem às mãos destas mentes formatadas, envoltas nas trevas primordiais, onde nunca se fez luz, e por mais informação que se derrame sobre essas mentes obscuras, jamais conseguiremos arrancá-los do torpor da ignorância, simplesmente porque se recusam a evoluir.

 

Além disso, nenhum perturbado mental se apercebe de que tem uma incapacidade intelectual que o impede de percepcionar (conhecer através dos sentidos) o mundo que o rodeia.

 

A alienação é total.

 

E é com este tipo de criaturas mentalmente cegas que lidamos. É contra esta ultrapassada espécie  de animais humanos que lutamos.

 

Por isso, a estratégia não pode ser “gritar” a nossa razão, porque eles nunca a entenderão. Nem sequer sabem o que isso é. Mas também não fazem qualquer esforço para perceberem.

 

A única via é a marginalização, é colocá-los à “borda do prato”, é fazê-los “sentir” que não são desejados numa sociedade humana, onde a Vida, qualquer vida, é única e inviolável.

 

A única forma de combater essas criaturas das trevas é repetir-lhes até à exaustão o quanto são inúteis, asquerosas, feias, más, cruéis, repulsivas, e que não têm lugar no mundo contemporâneo se não estão dispostas a evoluir.

 

Pertencem ao tempo dos mortos. Cheiram a matéria putrefacta.

 

Nada mais fere tão profundamente uma criatura irracional do que a rejeição, total e implacável.

 

Deixá-la a um canto, a babar a sua irracionalidade, sem o calor que se desprende da verdadeira humanidade, é o caminho.

 

Os poderosos, os políticos, os governantes, os que mandam e são cegos e surdos, nada vêem e nada ouvem a não ser o eco do vazio que existe neles próprios, e aí é que está a raiz do mal que é preciso arrancar, custe o que custar.

 

E é por aí que irei.

 

Chega de ser razoável com a irracionalidade optativa dos pérfidos.

 

E se alguém quiser acompanhar-me… aqui deixo o meu apelo…

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 15:11

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 16 de Junho de 2015

LÁ… ENTRE A QUIETUDE, A HARMONIA, A PAZ E A NATUREZA QUE ME ANIMA… ESTAREI…

 

Poderia ter escolhido viver tranquilamente, nos refúgios onde, por vezes, me afasto do mundo cruel que me rodeia.

 

Poderia permanecer lá… até ao fim dos meus dias, entre os seres que me animam e que são meus iguais…

 

DSC01710 REFÚGIO.jpg

 

Mas há um grito que me convoca para a luta que venho travando contra o animal-homem-predador… um mísero ser que ataca a Humanidade, a Natureza e a Vida…

 

Uma luta árdua… que me exaure a alma…

 

Necessito desta fuga…

 

Lá… entre a quietude da Criação, estarei um tempo efémero…

Mas regressarei ao ninho dos pérfidos, para continuar a combater a crueza da selvática natureza humana…

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 19:34

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Setembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Posts recentes

QUE VERGONHA DE PAÍS!

REJEITADA INICIATIVA LEGI...

NA MOITA É ASSIM: MORTOS,...

PORTUGAL NÃO É UM PAÍS CO...

E É ISTO UM CANDIDATO À C...

VOTAREMOS APENAS EM CANDI...

A INSANIDADE MORAL DOS AF...

A EVOLUÇÃO, A HONRA E O ...

MAIS UM FORCADO ATIRADO À...

OS TOUROS SÓ INVESTEM SE ...

Arquivos

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados
RSS

ACORDO ORTOGRÁFICO

EM DEFESA DA LÍNGUA PORTUGUESA, A AUTORA DESTE BLOGUE NÃO ADOPTA O “ACORDO ORTOGRÁFICO” DE 1990, DEVIDO A ESTE SER INCONSTITUCIONAL, LINGUISTICAMENTE INCONSISTENTE, ESTRUTURALMENTE INCONGRUENTE, PARA ALÉM DE, COMPROVADAMENTE, SER CAUSA DE UMA CRESCENTE E PERNICIOSA ILITERACIA EM PUBLICAÇÕES OFICIAIS E PRIVADAS, NAS ESCOLAS, NOS ÓRGÃOS DE COMUNICAÇÃO SOCIAL, NA POPULAÇÃO EM GERAL E ESTAR A CRIAR UMA GERAÇÃO DE ANALFABETOS.

BLOGUES

O Lugar da Língua Portuguesahttps://blogcontraatauromaquia.wordpress.comhttp://mgranti-touradas.blogspot.pt/https://protouro.wordpress.comhttps://protouro.wordpress.comhttp://animasentiens.com/http://www.matportugal.blogspot.pt

CONTACTO

isabelferreira@net.sapo.pt